“Delírio”: Divulgado vídeo da primeira ascensão feminina de linha de boulder V8

Atualização: 24/03/2019 13:30 – A pedido da escaladora Camila Macedo, a Revista Blog de Escalada esclarece, especialmente para quem tem problemas de interpretação de texto, que, tanto o vídeo, quanto o feito, é referido à uma linha específica de boulder graduada como V8. Em nenhuma parte do texto, ou mesmo do vídeo, especificou que foi a primeira ascensão feminina do Brasil nesta graduação.

Toda a equipe da Revista Blog de Escalada, assim como grande parte do público brasileiro, sabe que a linha de boulder mais difícil encadenada por uma brasileira é um V12, por Jordana Agapito. Notícia esta que divulgamos à época, no ano de 2015, em primeira mão para a América Latina. Além disso, também entrevistamos a escaladora para falar do feito.

Da mesma maneira com que fazemos com todos os textos disponibilizados na Revista Blog de Escalada, nos responsabilizamos 100% com o que está escrito, mas não com o que alguém por ventura interpretar erroneamente.


A escaladora Camila Macedo, junto do produtor Filipe Caneo Baptista, liberaram para a apreciação do público a sua ascensão ao boulder “Delírio”, localizado em Iperó, no interior do estado de São Paulo.

Para realizar a ascensão Camila, que mora na cidade de Curitiba e é considerada das praticantes de boulder mais fortes do país, fez duas visitas ao local para conseguir completar o objetivo. Para conseguir escalar a linha de boulder, a qual está graduada em V8, viajou mais de 425 km.

O setor de boulder de Iperó-SP é relativamente novo, se comparado com outros lugares já desenvolvidos no Brasil, e com pouca divulgação por parte da comunidade que desenvolve o lugar. No local, houve um pequeno encontro de escaladores em meados de 2018 que convidaram Camila Macedo para prestigiar o lugar. No evento a escaladora conheceu a linha e acabou se encantando com o desafio.

Mais dedicada às competições de escalada, a escaladora curitibana possui ainda um propósito no mínimo ousado: a de realizar as primeiras ascensões femininas em linhas de boulder acima de V8 em todo o Brasil. Quando procurada pela reportagem, Camila Macedo aproveitou para fazer um convite a quem souber de linhas desta dificuldade (e não tiver ascensões femininas registradas), que entre em contato com ela para que ela tente realizar a ascensão.

A linha de boulder, que possui agarras muito pequenas, também exigem uma tensão corporal acima do normal.

Comente agora direto conosco

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.