Argentina irá ampliar tamanho do Parque Aconcágua em quase 20%

O governo da província de Mendoza, estado argentino que administra o Parque Aconcágua, ativou um projeto para expandir o parque até o limite com o Chile. A notícia foi veiculada pelo jornal argentino La Nación. A ampliação fará com que haja relevante impacto turístico, econômico e ambiental nas principais cidades montanhesas.

O governador da província de Mendoza, Alfredo Cornejo junto do secretário do Meio Ambiente e Ordenamento do Território Humberto Mingorance, anunciaram as principais diretrizes do plano, que consiste na ampliação de 18.500 hectares da superfície do Parque Provincial do Aconcágua. Assim a nova área do parque seria de 85.900 hectares e chegará para a fronteira com o Chile. Atualmente o Parque Aconcágua possui 70.000 ha e a ampliação significaria um aumento de 17,65%.

Plaza Canada – Aconcagua 24mm F5.6 30s ISO 6400 | Foto: Gabriel Tarso

Desta forma, serão adicionados o riacho Benjamín Matienzo e o riacho das Vacas, para que as principais bacias hidrográficas e geleiras da região sejam protegidas, enquanto propostas turísticas na área serão ativadas.

De acordo com o projeto de expansão, existem dois tipos de categorias serão considerados para sua superfície. A primeira, destinada ao desenvolvimento de atividades recreativas e turísticas na entrada do riacho sob o nome de Reserva Recreativa Natural. O resto da área manterá o mesmo nome do Parque Provincial, que inclui áreas não afetadas pela atividade humana.

O Sistema de Áreas Naturais Protegidas de Mendoza é composto por 19 reservas, das quais 17 são administradas pela província. A soma de todas compreende 13% da superfície do território da província. A expansão fará com que Mendoza atinja parâmetros internacionais sugeridos para a conservação de território natural.

Comente agora direto conosco

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.