A história pouco conhecida de como nasceu o Parque Nacional de Yosemite

O vale de Yosemite, nos EUA, é considerada a meca da escalada tradicional. Todos os anos, migram para o local os melhores dos melhores, de atletas famosos a iniciantes. Yosemite foi comparado ao Jardim do Éden pelos viajantes do século XIX. As icônicas rochas Half Dome e El Capitán, são o cartão postal de um parque que possui muito atrativos para quem gosta de trekking, hiking e até mesmo somente acampar.

De acordo com relatos históricos o local foi avistado pela primeira vez por exploradores do continente norte-americano por volta de 1848, durante a Corrida do Ouro da Califórnia. A chamada Corrida do Ouro foi uma grande migração de pessoas que, entre 1848 e 1853, rumou para a Califórnia em busca da mineração deste mineral. Estima-se que cerca de 300.000 pessoas migraram para a região. Os campos de mineração deram lugar a muitas cidades e vilas, com governo organizado e aplicação da lei, como a cidade de São Francisco.

Os índios nativos americanos, que naturalmente já viviam lá, foram expulsos de sua região pelos mineiros. Este processo de expulsão gerou vários conflitos armados. O conjunto destes conflitos armados é chamado Mariposa War. Em um destes conflitos a tribo Ahwahneechee e um major do exército americano, chamado Jim Savage, foi decisivo para o “descobrimento” de Yosemite.

Liderados pelo Tenaya, os Ahwahneechee incendiaram o posto comercial de Jim Savage perto do rio Fresno. Savage levou um grupo de homens para o que é hoje o vale de Yosemite, em busca de vingança.

O exército de Jim Savage foram avisados ​​para não procurar os Ahwahneechee por membros da tribo Miwoki, que também eram inimigos dos Ahwahneechee. Os Miwoki apontaram para o vale repetindo a mesma frase repetidas vezes: “Yo he miti”, que significava ‘ eles são assassinos ‘.

O exército de Jim Savage entendeu mal e acreditou que “Yosemite” era o nome do vale. Entre os homens de Savage estava um cirurgião do exército chamado Lafayette Bunnell, que escreveu um livro chamado “The Discovery of the Yosemite.

John Muir

Preocupando-se com os efeitos nefastos que os interesses comerciais poderiam trazer, várias pessoas advogaram a proteção da área. Uma nota que passou nas duas câmaras do Congresso dos Estados Unidos e que foi assinada pelo presidente Abraham Lincoln criou o Yosemite Grant, que estabeleceu fundamentos para a criação do Parque Nacional de Yellowstone, o primeiro parque nacional oficial norte-americano. Apesar de a comissão ter tomado posse, esta tinha poderes limitados na gestão das terras.

Até então o local era apenas uma paisagem bonita, sem ser protegida ou propriedade do governo federal norte-americano. A área, como ficava na Califórnia, foi explorada inicialmente para a procura de ouro. Nenhum ouro foi encontrado na área, mas as histórias da beleza natural de Yosemite começou a atrair os primeiros turistas. Porém a historia do lugar mudou completamente por causa de uma pessoa: John Muir.

Na época que foi para o vale de Yosemite, Muir era apenas um jovem escocês que veio para a Califórnia em busca da natureza. Sua ida à Califórnia tinha uma explicação: John Muir quase ficou cego em uma máquina enquanto trabalhava em uma fábrica na cidade norte-americana de Indianápolis.

John Muir procurou contemplar a natureza a partir disso. Assim que chegou em Yosemite, passou algum tempo vagando entre as paredes de granito e as florestas e se apaixonou pela paisagem. Muir levou muitas pessoas influentes para o Yosemite, incluindo o escritor e diplomata norte-americano Robert Underwood Johnson, que foi editor da Century Magazine.

Usando a influência da The Century Magazine, Johnson, em conjunto com John Muir, foi uma das forças motrizes por trás da criação do Parque Nacional de Yosemite. Johnson também encorajou Muir a “iniciar uma associação” para ajudar a proteger a Sierra Nevada, inspirando a formação do Sierra Club em 1892.

A paixão de John Muir também convenceu o então presidente norte-americano Theodore Roosevelt a visitá-lo em Yosemite. Muir e Roosevelt se tornaram amigos quando o presidente passou alguns dias acampando juntos em 1903. Diz a lenda que perto do Glacier Point, Muir convenceu Roosevelt a elaborar uma legislação para o Vale de Yosemite para se tornar Parque Nacional.

Roosevelt criou cinco Parques Nacionais dos EUA durante seu mandato e John Muir entrou para a história como o conservacionista que ajudou a preservar o Parque Nacional de Yosemite. Representando apenas 1% da área do parque, o vale de Yosemite é o ponto que mais turistas recebe.

Por conta de sua amizade com John Muir, Theodore Roosevelt, muitas vezes chamado de “presidente da conservação”, impactou o National Park System (Sistema Nacional de Parques) bem além de seu mandato. Como presidente de 1901 a 1909, assinou uma lei estabelecendo cinco novos parques nacionais: Crater Lake (Oregon), Wind Cave (Dakota do Sul), Sullys Hill (Dakota do Norte), Mesa Verde (Colorado) e Platt (Oklahoma). Muito da influência de John Muir foi também para mudar a visão que Roosevelt tinha de “atividades outdoor”. Roosevelt era adepto da caça e Muir não.

Comente agora direto conosco

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.