26 anos depois de Lynn Hill, Barbara Zangerl faz ascensão feminina em livre do The Nose

A escaladora austríaca Barbara Zangerl, junto com Jacopo Larcher, fez a segunda ascensão da via “The Nose” em estilo livre, 26 anos depois de Lynn Hill, na parede de El Capitan. Os dois completaram a escalada na parede mais famosa do mundo depois de partirem seis dias atrás, e seguiram o caminho em seu estilo habitual, subindo ambos guiando em todos as enfiadas mais difíceis.

Embora a “The Nose” seja uma das vias mais populares no El Capitan, paradoxalmente, suas escaladas em estilo livre são muito raras. Muito desta notoriedade que a via possui é graças à histórica primeira ascensão em quatro dias realizada em setembro de 1993 por Lynn Hill, em setembro de 1994.


A conquista da escaladora austríaca levanta uma questão a respeito daquela que é considerada a segunda ascensão feminina da linha. Isso porque é impossível, no entanto, de um ponto de vista ético, dizer que Beth Rodden subiu a via em estilo livre, porque estava de top-rope quando passou por partes complicadas da via.

Segundo a ética de conquistas de escalada, somente quem guia todas as enfiadas pode ostentar o status de “ascensão em livre” de uma via. Uma explicação mais detalhada dos princípios desta ética é abordada com detalhes no filme “The Dawn Wall”.

As passagens conhecidas como “Great Roof” (8a+ francês) e “Changing Corner” (8b+ francês) são as mais desafiantes e consideradas o “filtro” para escaladores que pretendem escalar em livre a linha. A escaladora suíça Nina Caprez, que vem tentando fazer a ascensão, junto com a própria Lynn Hill, desde o ano passado, tem falhado no “Changing Corner”.

Barbara Zangerl e Jacopo Larcher, depois de Sébastien Berthe recentemente, são, provavelmente, em 8ª e 9ª pessoas que conseguiram escalar a “The Nose” em estilo livre.

Comente agora direto conosco

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.