Volkswagen exibe protótipo de “Kombi futurista” que pode revolucionar o mercado de Motorhomes

A multinacional alemã de automóveis Volkswagen exibiu no começo da semana durante a Feira Internacional de Automóveis em Detroit (North American International Auto Show), que teve início no último dia 8 e se estende até dia 22 deste mês, um novo protótipo de van que a empresa pretende viabilizar no futuro.

O novo modelo, que promete ser vendido em 2025, é movido à eletricidade e, segundo a própria montadora, totalmente conectado e conectável. A gigante alemã prometeu ainda lançar ao menos 30 modelos de automóveis elétricos até 2025. O interesse da montadora, entretanto, tem uma explicação: o escândalo dos veículos à diesel nos EUA, que pode custar algo como 1,2 bilhões de dólares de multa. O dieselgate, como foi chamado pela imprensa americana, deixou todos os ecologistas e agências ambientais americanas revoltadas com a fraude nos resultados apresentados.

Após o caso ser noticiado na mídia, a Volkswagen admitiu a culpa afirmando que 11 milhões de veículos movidos a diesel, em modelos de várias marcas pertencentes ao grupo, foram adulterados.

Foto: Divulgação Volkswagen

Por conta do ranço causado pelo dieselgate o novo protótipo foi recebido com ceticismo por alguns veículos de comunicação com cunho ecologista, e comparações com o Tesla (veículo que nem protótipo existe ainda) foram feitas. Isso porque surgiu um boato de que a Tesla estaria criando a sua própria Kombi antes mesmo de lançar oficialmente seu primeiro modelo no mercado. Mas mesmo com parte da crítica especializada torcendo o nariz (procurando focar mais no escândalo do que nos lançamentos) o veículo teve boa repercussão entre os especialistas e entusiastas de automobilismo.

Batizado de I.D. Buzz o veículo é, em linhas gerais uma “Kombi futurista”, e até mesmo a montadora fez questão de comparar os dois modelos colocando-os um ao lado do outro na apresentação (veja o vídeo acima). O veículo possui tração nas quatro rodas, motor movido à eletricidade e condução autônoma batizada de I.D. Pilot. A montadora garante que o veículo chega a 600 km de autonomia após abastecido. As baterias que abastecem o motor ficam no solo do veículo, o que aumenta consideravelmente o espaço interno.

Foto: Divulgação Volkswagen

O abastecimento do veículo, segundo a Volkswagen, é feito por indução eletromagnética ao andar por vias preparadas com a tecnologia de recarga. A opção de abastecimento similar a uma tomada também estará disponível e levaria 30 minutos para abastecer 80% da carga total.  O motor teria capacidade de ir de zero a 100 km/h em 5 segundos e uma velocidade máxima de 160 km/h.

O veículo, segundo o vídeo de exibição, teria a opção de reclinar os bancos em até 180º, além de possibilitar vários tipos de configurações. Desta maneira a empresa deixa os adeptos de estilo de vida vanlife ansiosos para daqui a três anos puderem estar a bordo de um motorhome ecologicamente correto, desde que, é claro, a empresa não fraude seus resultados novamente.

A empresa não entrou em detalhes sobre preço final ao consumidor, portanto qualquer inferência a respeito de valores seria mera especulação. Pois, como todos sabem, prever o que acontecerá em sete anos no mundo e no mercado automobilístico é impossível.

Mais informações: http://media.vw.com

Foto: Divulgação Volkswagen

Foto: Scott Collie | http://newatlas.com

Foto: Scott Collie | http://newatlas.com

Foto: Divulgação Volkswagen

Foto: Divulgação Volkswagen

Argentina de nascimento e brasileira de coração, é apaixonada pela Patagônia e Serra da Mantiqueira.
Entusiasta de escalada, trekking e camping.
Tem como formação e profissão designer de produto e desenvolve produtos para esportes de natureza.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.