Visão da biomecânica sobre a tendinite na escalada

Foto : Acervo Pablo Scorza

A famosa tendinite, comum nos escaladores.

Quanto tempo? 2 semanas, 6 meses, para sempre …

O que é isso? Por que aconteceu? Como é tratada?.

Vamos tentar esclarecer alguns pontos de abordagem biomecânica.

Vamos fazer uma realização das abstrações de Biomecânica.

Muitas vezes encontramos na posição de ter dor no tendão com a inserção no cotovelo, ou nos dedos e perguntamos qual é o diagnóstico médico …

E a gente escuta: Esta é a tendinite!

Bem! Beleza!

Mas com isso não vou me curar, apenas nos diz que o tendão está inflamado.

E isso é muito fácil de diagnosticar.

Ajudar em algo?  Nem um pouco.

Basicamente, isto nos diz o que já sabíamos, a saber: o cotovelo dói por que o tenho inchado.

Isto não ajuda a curar ativamente.

Certamente o nosso querido Dr. envie-nos descanso, muito descanso.

E quando voltamos escalar? Vai fazer as mesmas coisas que inflamam o tendão.

Foto : Acervo Pablo Scorza

Eu preciso (tenho verdadeira necessidade) saber porque está inchado.

A compreensão das principais causas de inflamação é muito importante, as suas razões biomecânicas, os seus mecanismos cumulativos são criadores de sobrecargas resultando os tendões inflamados.

Se começar a sentir dor, sem trauma ou movimento específico causador direto da inflamação, devemos imediatamente procurar as causas postural nos padrões do movimento e de eficiência neurológica.

Existem muitas variáveis possíveis que podem causar os mesmos sintomas.

Este é o lugar de onde voltamos às cadeias musculares.

Essa tendinite representa o fracasso do elo mais fraco da cadeia muscular.

No estudo de cada indivíduo em seu esporte, vai permitir desenvolver planos adaptados ao 100%.

Ao nível preventivo, o que você tem que fazer para fortalecer essa fraqueza, geralmente os dedos.

O uso excessivo, movimentos repetitivos sem a posição correta, microtrauma, excesso de pressão no sapato, e inclinação reduzida são as principais causas de tendinite.

A prevenção é baseada na busca de uma musculatura equilibrada e conseguir combinar nossa força muscular  com a resistência dos nossos tendões.

Muitas vezes, nossos músculos podem desenvolver mais força do que as ligações dos tendões resistem.

Uma boa estratégia de dosagem é fundamental, gerindo bem os períodos de descanso em cada tentativa, sem fazer repetições excessivas que exigem o uso máximo da força são críticas em nossa rotina.

A consciência corporal é muito importante, procurar usar o nosso corpo nas posições corretas e menos prejudiciais.

Pesquisar e fortalecer nossas fraquessas musculares, e claro, o fundamental alongamento …

Estas são algumas coisas fáceis de fazer para antecipar a lesão.

Não há soluções mágicas, todos estão em nossas mãos.

A tensão muscular excessiva e rigidez muscular, e o uso excessivo, repetições excessivas, sem uma posição correta, um tamanho de sapatilha muito pequeno, e a falta de fornecimento de sangue podem ajudar a ter a tendinite.

Muitas vezes me procuram escaladores com dor de cotovelo por mais de 6 meses.

Nestes casos, a causa é no padrão biomecânica que mantém certos micro-movimentos das vértebras cervicais, eles produzem sensibilização nas raízes dos nervos que vão até os cotovelos.

Este é corrigível com apenas uma sessão de correção deste padrão neuromotor.

Corrigindo memória neurológica através de mobilizações específicas da coluna vertebral durante os movimentos que causam dor, pode eliminar completamente essa dor crônica.

É uma técnica avançada e dependente de estudo individual, mas para ilustrar que muitas vezes uma dor crônica tem um tratamento que pode nos ajudar.

Se um trauma ou golpe produz a lesão e depois do tratamento anti-inflamatório iniciais ainda estão com dores cronicamente também é fundamental a visão funcional e biomecânica para entender as causas da sobrecarga nos cotovelos.

Galera! Para resumir: Quando quebramos tem que manter repouso, mas há razões pelas quais ocorreu a lesão e devemos resolver para não acontecer de novo.

Tradução autorizada de : http://biomecanicafuncionalescalada.blogspot.com.br
600x100-biomecanicaFuncional

Sobre o Autor

Biomecânica Funcional

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.