Veja quais os principais erros que as pessoas cometem com equipamentos outdoor

O maior tesouro de qualquer pessoa que pratique montanhismo é o seu equipamento. Ele é quem garante que uma prática seja prazerosa ou não. Mas assim como os relacionamento entre humanos, os equipamentos também necessitam de bons cuidados. Da mesma maneira que queremos perpetuar a sua existência, não devemos tampouco cometer erros primários que coloque tudo a perder.

Portanto, da mesma maneira que existem algumas regras para a manutenção de um equipamento, existe também uma cartilha de bom uso de qualquer equipamento. O primeiro passo para conseguir voltar para casa é ter responsabilidade. Portanto os passos abaixo são os principais erros que acontecem corriqueiramente com equipamentos outdoor:

Esquecer equipamento

Garrafa-Chute-CamelBak

Ser responsável com o equipamento é estar cuidando dele todo o tempo. Ser criterioso com o lugar de uso e no momento de guardar. Da mesma maneira que um bancário conta cada centavo de um pagamento, o mesmo deve fazer quem esteja usando algum equipamento.

Não é raro ver escaladores esquecendo costuras, mosquetões, fitas, etc, em locais e escalada. Praticantes de trekking também corriqueiramente esquecem estacas de barracas de camping, copos, garrafas, etc. É muito importante também saber o que é imprescindível no momento de sair de casa, pois se está esquecendo algo é porque este “algo”, não era imprescindível.

Carregar a mochila de forma incorreta

Não tem jeito: é necessário saber como carregar a mochila. Desculpas de que não teve tempo hábil, ou que não sabe os conceitos são inaceitáveis. Uma mochila mal equilibrada, com um monte de coisa pendurada para fora, vai machucar suas costas. Uma mochila mal montada, fará também com que você acabe perdendo algo (veja o item acima).

Montar a mochila possui uma ciência. Mas não se preocupe, ela é simples e fácil de ser assimilada.

Guardar equipamento úmido

Equipamento úmido dentro da mochila deixa cheiro ruim no interior, além de possibilitar aparecer mofo. Portanto, seja atencioso em momentos de chuva. Não guarde nada, absolutamente nada, úmido dentro da sua mochila.

Uma vez a mochila fique mofada em seu interior, muito dificilmente irá se livrar totalmente do cheiro. O mesmo vale para barracas, sacos de dormir, isolantes térmicos e meias.

Carregar botijão de gás vazio

Todo peso que estiver na sua mochila, será você que vai carregar. Portanto esteja atento ao fato de que é necessário controlar os botijões de gás de seus fogareiros. Procure sair de casa com todos os botijões carregados.

Não saia com um “mais ou menos”, pois ele fará você passar necessidade do pior jeito, na pior hora, no pior lugar e na pior situação.

Esquecer comida dentro da mochila

Além do principal inimigo do interior da mochila se roupas molhadas, restos de comida também. Eles são um convite para um ataque inesperado por formigas e outros tipos de insetos. Dependendo do tipo de comida, até mesmo ratos podem visitar seu equipamento.

Seja ele durante a travessia, ou mesmo quando chegar em casa.

Andar com botas novas

Da mesma maneira que acontece com o motor de carros novos, botas novas de caminhada devem ser “amaciadas”.

Portanto, procure não fazer longas caminhadas com botas novas. Cometer este erro faz com que você ganhe muitas bolhas nos pés.

There is one comment

  1. Fabio Cezar Montibello

    Muito bom… Acho que seria legal você acrescentar a qualidade do material que é utilizado e a necessidade de saber utilizar todo seu material. Já vi muitos casos de equipamentos serem danificados com seu próprio uso ou por uso errado, criando perigosas dificuldades para o usuário. Cordas fracas demais para suportar as atividades programadas, mosquetões chaveiros se partindo em momentos críticos, fogareiros mal manipulados causando acidentes, barracas mal armadas são alguns casos…

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.