Kilian Jornet volta a subir o Everest e estabelece novo recorde : 17 horas

Kilian Jornet voltou a subir o Monte Everest (8.848 m) no dia de ontem e estabeleceu o tempo de 17 horas desde o Campo Base (6.400 m) pela rota clássica da vertente norte (Tibet). Desta maneira o atleta cravou novo recorde mundial de ascensão ao cume mais alto do mundo. O antigo recorde pertencia a ele mesmo, estabelecido seis dias antes quando o espanhol foi notícia nos principais meios de comunicação por ter subido, no dia 22 de maio, com o tempo de 26 horas.

Através de suas redes sociais Kilian Jornet  declarou : “hoje me senti bem, mesmo que tenha enfrentado muito vendo, que me dificultou avançar“.

Kilian Jornet

Kilian Jornet

Na semana passada, em sua primeira tentativa, Jornet saiu do Monastério de Rongbuk e optou por descansar na volta no Campo Base, alegando sentir dores estomacais. O espanhol, entretanto, foi alvo de várias contestações por sua parada no caminho de volta mesmo tendo chegado ao cume, ao contrário do que sub-celebridades e publicitários endinheirados em busca de fama, sem o uso de tanque de oxigênio suplementar ou cordas fixas. Nesta nova tentativa realizada no sábado Kilian Jornet não realizou paradas para descansar em todo o percurso, mas admitiu ter adotado um ritmo mais lento para manter sua constância. Esta é a segunda ascensão ao Monte Everest com apenas seis dias de diferença.

Desta maneira Kilian Jornet não somente estabelece um recorde assombroso, como também demonstra a sua força e resistência física diante de outros corredores de montanha e alpinistas. Nas palavras do espanhol : “Fazer cume no Everest em uma semana, e sem uso de oxigênio, acredito que estabelece uma nova gama de possibilidades no alpinismo e estou muito contente de ter feito“.

Projeto pessoal

As duas ascensões de Kilian Jornet ao topo do Everest faz parte do projeto Summits of My Life, que desde 2012 o tem levado a viajar por todo o mundo estabelecendo recordes de subidas em velocidade a montanhas icônicas. Seu projeto começou na cordilheira do Mont Blanc em 2012 e, desde então, já estabeleceu recordes na América do Norte (Denali), Europa (Mont Blanc e Matterhorn) e América do Sul (Aconcágua).

Junto do espanhol está o produtor de vídeos e guia de montanha Sébastien Montaz-Rosset, responsável pela produção de seus filmes que periodicamente são lançados após cada conquista.

Sobre o Autor

Da Redação

Da Redação

Equipe da redação

There are 2 comments

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.