Montanhismo em Vulcões: Quais são os 10 vulcões mais altos do Chile

Chile é um país de vulcões e estão distribuídos ao longo de todo território do país. Ao todo estão catalogados mais de 2.900 vulcões, que podem ser visitados (desde que tenham acompanhamento especializado de guia). Existem para todos os gostos variando em forma, altura, tipos e atividade (ativo ou não).

Uma coisa é inegável: vulcões são uma atração para muitos montanhistas, amadores ou profissionais, que querem ver se aproximar de crateras e conhecer os mais de 1,5 mil vulcões em atividade do planeta. Na lista existem alguns bem famosos como Etna (Itália), Krakatoa (Indonésia) ou Popocatépetl (México), Tungurahua (Equador), Kilauea (Havaí), Yasur (Ilha de Tana) e Pacaya (Guatemala). Mas sem sombra de dúvida, para quem deseja se especializar neste tipo de atividade, o Chile é o melhor lugar para se dedicar a isso.

Algumas precauções básicas como, por exemplo, utilizar calças apropriadas (bermudas e roupas de tecidos finos é proibitivo), botas apropriadas, além de sempre contar com um guia de montanha experiente e reconhecido por alguma agência reguladora de guias internacionais. Mesmo que veja alguma fotos impressionantes de algum turista ou apresentador de TV atravessando alguma cratera de vulcão, saiba que esta pessoa contou com a ajuda de um guia experiente.

Para saber quais são as agências internacionais de certificação de guias de montanha, recomendo ser artigo publicado pela Revista Blog de Escalada. A lista abaixo cobre os vulcões mais altos do Chile e, por isso, além dos perigos inerentes de vulcões há ainda as precauções de mal de altitude.


Ojos del Salado – 6.893 m

Foto: Freddy Duclerc

Laguna Verde | Foto: Freddy Duclerc

Ojos del Salado pela via normal de ascensão é considerado um clássico da Cordilheira dos Andes. Está a 900 km ao norte de Santiago do Chile, no coração do deserto do Atacama, com lagoas de cores impressionantes e uma variedade de vulcões, que deixa um ambiente de beleza contagiante.

Os registros oficiais, divulgados por medidas realizadas pelo governo argentino e chileno, Ojos del Salado possui 6.893 metros acima do nível do mar e é considerado o segundo ponto mais alto das Américas e do Hemisfério sul. O diferencial de Ojos del Salado é o seu visual único, mas exige cuidado dos montanhistas, pois este vulcão já matou 100 pessoas. A ascensão ao cume é bastante difícil, indicada a quem possui experiência prévia e equipamento especial.

Para saber mais acesse: http://blogdescalada.com


Nevado Tres Cruces – 6.749 m

Foto: Caros Guevara | http://www.carlosguevarav.com/

Foto: http://www.portalsolaris.cl

O Nevado Tres Cruces é um maciço vulcânico localizado na fronteira entre Argentina e Chile. O maciço vulcânico é composto por três cumes: Cume Internacional (6.749 m), Cume Central (6.629 m) e Cume Norte (6.030 m).

Pela imponência, o Nevado Tres Cruces dá nome ao parque nacional que está situado na Região de Atacama. O parque divide-se em dois sectores, o da Laguna Santa Rosa e Laguna del Negro Francisco. No parque ainda contém um outro vulcão, o Copiapó (6.052 m) o qual é vizinho do Ojos del Salado e contém um santuário criados pelas comunidades indígenas dos Andes.

Para saber mais acesse: http://freddyduclerc.com.br


Vulcão Llullaillaco – 6.739 m

Foto: S. K. Schimidt | https://alpinemicrobialobservatory.weebly.com

Foto: https://www.explore-share.com/

O Vulcão Llullaillaco, que teve sua última explosiva erupção ocorreu em 1877, está localizado na Puna de Atacama, região de altos picos vulcânicos, que conforma um planalto no deserto de Atacama, entre a Argentina e o Chile. De acordo com medidas oficiais é a sétima montanha mais alta dos Andes.

O Llullaillaco é famoso por ter o sítio arqueológico mais alto do mundo. O ara chegar ao vulcão utilzia-se até uma parte veículos 4×4 ou mula alugadas junto aos habitantes dos vilarejos da região.

Para saber mais acesse: http://freddyduclerc.com.br


Vulcão Incahuasi (6.638 m)

Foto: Carlos Gianoli | http://www.fotonat.org/

Foto: Giselda Moreno| http://www.culturademontania.com.ar/

O Vulcão Incahuasi está localizado na fronteira da Argentina e Chile e é a 12º montanha mais alta da Cordilheira dos Andes. Também está localizado na região da Puna do Atacama, área dominada por vulcões ativos há 1,5 milhão de anos.

Localizado a nordeste de Ojos del Salado e possui o segundo mais alto sítio arqueológico do mundo.

Para saber mais acesse: http://freddyduclerc.com.br


Vulcão Tupungato – 6.570 m

Foto: http://elportaldemendoza.com/

Foto: https://elpuntano.com/

Considerada a 15º montanha mais alta de toda a Cordilheira dos Andes, o Vulcão Tupungato fica na fronteira entre o Chile e a província argentina de Mendoza. O vulcão é considerado ativo com pelo menos 18 erupções registradas desde 1829, mas não entra em erupção nem emissões de cinza desde de 1986.

Da sua base nasce o Rio Colorado, que desemboca no Rio Maipo, no Chile.

Para saber mais acesse: http://freddyduclerc.com.br


Vulcão Ata – 6.501 m

Foto: http://picosdeargentina.blogspot.com.br

O vulcão Ata fica localizado na fronteira de Argentina e Chile e é considerado dos vulcões mais altos do mundo. Localizado a 15 km de Ojos del Salado é considerado extinto.

Curiosamente o Vulcão Ata é pouco conhecido pela comunidade de montanhistas, que acabam por esnobar esta linda montanha. Especula-se que por ser de difícil aceso, ou por estar perto de três complexos vulcânicos maiiores (Oos del Salado, Cazadero e Tres Cruces) ela passa “despercebida” da maioria dos montanhistas.

Para saber mais acesse: http://freddyduclerc.com.br


Vulcão El Muerto – 6.488 m

Foto: Luis Salazar Vargas | http://www.andeshandbook.org

Foto: https://commons.wikimedia.org

Situado na Cordillera dos Andes, na divisa entre Chile e Argentina, o Vulcão El Muerto fica na região de Atacama. É vizinho de outros vulcões como San Francisco (6.018 m), Ell Fraile (6.061 m), Incahuasi (6.638 m), Ojos del Salado (6893 m), Cerro Solo (6.205 m) e Tres Cruces (6748 m). Seu cume é formado por grandes acumulações de lava viscosa que se solidificou conhecido como “domos de lava”.

Também é uma montanha muito pouco procurada por montanhistas, muito por sua proximidade com outros “sucesso de audiência” como Ojos del Salado. A primeira ascensão a este vulcão foi em 1950 e a melhor época para subi-lo é de setembro a abril.

Para saber mais acesse: http://freddyduclerc.com.br


Vulcão Parinacota – 6.348 m

Foto: http://www.turismochile.com

Foto: Catherine Luro | https://www.futura-sciences.com/

Localizado na fronteira entre Bolívia e Chile, o Vulcão Parinacota com última erupção por volta do ano 290 a.C.. Junto do vulcão boliviano Pomerape forma os nevados de Payachatas. O nome Parinacota significa lago dos flamingos (Parina = flamingo e quta=lago).

Esta montanha teve a sua ascensão e 1928.

Para saber mais acesse: http://freddyduclerc.com.br


Vulcão Ponerape – 6.282 m

Localizado na fronteira entre Chile e Bolívia, faz parte do complexo vulcânico Payachata. A escalada a este vulcão apresenta declives superiores a 50º com neve e pedras soltas, sendo considerada das mais difíceis para ascensão.

Dependendo da época do ano escolhida para ser escalado, é extremamente perigoso.

Para saber mais acesse: http://freddyduclerc.com.br


Vulcão Los Patos – 6.239 m

Foto: Glauco Muratti | http://www.culturademontania.com.ar

Também conhecido como Vulcão Tres Quebradas, o Vulcão Los Patos fica na fronteira de Chile e Argentina, próximo da passagem fronteiriça conhecida como San Francisco, entre a região do Atacama e Catarmarca. Lá foram encontradas em suas ladeiras resquícios arqueológicos incas, compostas de muros de pedra de baixa altura.

A melhor época para escalar esta montanha é de setembro a abril. Entretanto a região é conhecida por sua instabilidade climática produzida pela influência do inverno do altiplano.

Para saber mais acesse: http://freddyduclerc.com.br

banner-freddy-duclerc

Freddy Duclerc é Montanhista e líder das Expedições em Alta montanha e Travessias na América do Sul. Também realiza “Treinamento e Palestras” em liderança, motivação, planejamento e vivencia em ambiente inóspito. Possui Graduação, Pós Graduação e MBA em Marketing, Gestão de Negócios e
Administração de Empresas. Tem como missão ajudar as pessoas a realizarem seus sonhos, motivando e mostrando os caminhos possíveis nas montanhas de nossa América do Sul

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.