Tibet espera sediar Copa Mundial de Escalada

A Região Autônoma do Tibet, sudoeste da China, planeja solicitar para ser sede da Copa Mundial de Escalada nos próximos cinco ou seis anos, pois a geografia de seu planalto é ideal para o evento, de acordo com escaladores locais.

“Esperamos sediar a Copa Mundial IFSC de Escalada para aprofundar a influência do Tibet nos esportes de escalada internacionais”, disse Nyima Tsering, chefe da equipe de alpinismo do Tibet, na quarta-feira na capital Lhasa.

A Copa Mundial Boulder da Federação Internacional de Escalada (IFSC, na sigla em inglês) será realizada em Munique, na Alemanha, neste fim-de-semana.

Nyima Tsering disse que o Tibet espera ser mais competitivo nos eventos de escalada treinando mais atletas e popularizando o esporte tanto no Tibet quanto em toda a China.

Os especialistas estão estudando a possibilidade de sediar um evento internacional na região de alta altitude, disse Nyima Tsering.

“Os resultados do estudo serão reportados à IFSC, e se tudo correr bem, o Tibet sediará sua primeira Copa Mundial de Escalada em cinco ou seis anos”, disse.

A região autônoma atrai escaladores de nível mundial que têm interesse em escalar as montanhas íngremes do Planalto Qinghai-Tibet. Sua equipe de escalada foi estabelecida em 2006 e conta com 11 membros que treinam na Província de Jiangxi, leste da China, há mais de um ano.

No mês passado, o Tibet sediou a Competição de Escalada de Montanha Himalaya da China 2012. O escalador tibetano Sonan Gyatso venceu a prova na categoria masculina.

A escalada disputa um espaço nas Olimpíadas de 2020 juntamente com o beisebol, softbol, caratê, patinagem, squash, wakeboard e lutas marciais. O Comitê Olímpico Internacional realizará eleição em setembro de 2013.

Fonte: http://portuguese.cri.cn/721/2012/08/29/1s155493.htm

Formado em Engenharia Civil e Ciências da Computação, começou a escalar em 2001 e escalou no Brasil, Áustria, EUA, Espanha, Argentina e Chile. Foi jurado do Rio Mountain Festival e já viajou de mochilão pelo Brasil, EUA, Áustria, República Tcheca, República Eslovaca, Hungria, Eslovênia, Itália, Argentina, Chile, Espanha, Uruguai, Paraguai, Holanda, Alemanha e Canadá. Realizou o Caminho de Santiago, percorrendo seus 777 km em 28 dias.

There is one comment

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.