Tibet espera sediar Copa Mundial de Escalada

A Região Autônoma do Tibet, sudoeste da China, planeja solicitar para ser sede da Copa Mundial de Escalada nos próximos cinco ou seis anos, pois a geografia de seu planalto é ideal para o evento, de acordo com escaladores locais.

“Esperamos sediar a Copa Mundial IFSC de Escalada para aprofundar a influência do Tibet nos esportes de escalada internacionais”, disse Nyima Tsering, chefe da equipe de alpinismo do Tibet, na quarta-feira na capital Lhasa.

A Copa Mundial Boulder da Federação Internacional de Escalada (IFSC, na sigla em inglês) será realizada em Munique, na Alemanha, neste fim-de-semana.

Nyima Tsering disse que o Tibet espera ser mais competitivo nos eventos de escalada treinando mais atletas e popularizando o esporte tanto no Tibet quanto em toda a China.

Os especialistas estão estudando a possibilidade de sediar um evento internacional na região de alta altitude, disse Nyima Tsering.

“Os resultados do estudo serão reportados à IFSC, e se tudo correr bem, o Tibet sediará sua primeira Copa Mundial de Escalada em cinco ou seis anos”, disse.

A região autônoma atrai escaladores de nível mundial que têm interesse em escalar as montanhas íngremes do Planalto Qinghai-Tibet. Sua equipe de escalada foi estabelecida em 2006 e conta com 11 membros que treinam na Província de Jiangxi, leste da China, há mais de um ano.

No mês passado, o Tibet sediou a Competição de Escalada de Montanha Himalaya da China 2012. O escalador tibetano Sonan Gyatso venceu a prova na categoria masculina.

A escalada disputa um espaço nas Olimpíadas de 2020 juntamente com o beisebol, softbol, caratê, patinagem, squash, wakeboard e lutas marciais. O Comitê Olímpico Internacional realizará eleição em setembro de 2013.

Fonte: http://portuguese.cri.cn/721/2012/08/29/1s155493.htm

Engenheiro e Analista de Sistemas, começou a escalar em 2001 e escalou no Brasil, Áustria, EUA, Espanha e Argentina. É totalmente dedicado ao esporte de escalada em rocha e é apaixonado em filmes Outdoor. Para aproveitar melhor esta paixão fez curso de documentário na Escola São Paulo, além dos cursos de “Linguagem Cinematográfica” e “Crítica de cinema”. Foi jurado do Rio Mountain Festival. Já viajou de mochilão pelo Brasil, EUA, Áustria, República Tcheca, República Eslovaca, Hungria, Eslovênia, Itália, Argentina, Espanha, Uruguai e Paraguai, Holanda, Alemanha e Canadá.

There is one comment

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.