Livro da semana: “The Art of Freedom” – Bernadette McDonald

Assim como todas as esferas da sociedade (trabalho, esporte, família, mídia, etc) há vários nomes que recebem destaques mais que outras pessoas. No montanhismo não poderia ser diferente. Muitos nomes, evidentemente, se destacam por possuírem uma assessoria de imprensa mais eficiente e com contatos mais influentes nas mídias.

Aqui mesmo no Brasil é visível que alguns escaladores recebem amis destaque que outros. No montanhismo idem. Se há ou não merecimento neste destaque, é uma discussão que não é o objetivo deste artigo.

A escritora canadense Bernadette McDonald parece determinada a mostrar histórias de montanhistas com histórias de vida interessantes, além de serem muito bons naquilo que praticam. Este foi o caso de suas biografias, grande parte delas premiadas (“Freedom Climbers” e “Alpine Warriors“) de montanhistas poloneses e eslovenos. Seu último livro, também uma biografia, pode ser considerado o mais intenso e singular. O nome destacado desta vez é o polonês Voytek Kurtyka, um dos pioneiros do estilo de escalada alpina.

Batizado de “The Art of Freedom”, McDonald consegue mostrar histórias secretas e não contadas de um dos montanhistas mais realizadores de todos os tempos (incluindo o mítico Reinhold Messner nesta comparação). Por tudo isso o montanhista recebeu em 2016 um Piolet d’Or pelo conjunto da obra, após muita insistência, já que o montanhista polonês é bastante recluso. Para se ter uma ideia da importância de Kurtyka, um exemplo: na Polônia, assim como no Brasil, há o próprio sistema de graduação de dificuldade de vias de escalada e foi justamente Voytek Kurtyka que o criou. Muitas das suas escaladas constam nas listas das mais impressionantes do mundo realizadas por revistas especializadas no gênero.

Por ser avesso a entrevistas, o livro “The Art of Freedom” é uma interessante oportunidade de saber um pouco mais sobre este montanhista. Lendo a obra é facilmente entendível porque Voytek Kurtyka é considerado dos maiores escaladores e montanhistas de todos os tempos. É creditado a ele a idade de ouro da Polônia no montanhismo, com escaladas de velocidade no Cho Oyu (8.201 m) e Shishapangma (8.013 m). Sua via aberta no Gasherbrum IV (7.925 m) até hoje permanece sem repetição.

Ficha Técnica

  • Título: Art of Freedom: The Life and Climbs of Voytek Kurtyka
  • Autor: Bernadette McDonald
  • Edição:
  • Ano: 2017
  • Número de páginas: 376
  • Editora: Rocky Mountain Books

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.