Rede de lojas americana implementa rigorosas regras de sustentabilidade em seus produtos

A rede de lojas americana REI (Recreational Equipment, Inc.) revelou na semana passada rigorosas regras de sustentabilidade em seus produtos vendidos na loja. Com mais de 154 lojas abertas em 36 estados americanos possui receita anual de mais de US$ 2,62 bilhões. Inegavelmente a empresa é vista como dos grandes players do mercado outdoor americano.

A empresa já vinha seguindo a cartilha de Yvon Choinard, presidente da marca de roupas Patagonia, adotando uma postura mais atuante em questões socioambientais. Desde 2015 a empresa fecha suas portas durante a black friday, para incentivar tanto funcionários, quanto clientes, a aproveitarem atividades outdoor. Desta vez a iniciativa abrange os fornecedores de seus produtos vendidos.

Foto: http://www.stealingshare.com/

Para comemorar os 80 anos de existência da empresa, seu chefe executivo Jerry Stritzke anunciou a implementação de vários pré-requisitos que passarão a ser exigidos dos fornecedores de seus produtos. As novas regras, consideradas rígidas, abrange até mesmo a maneira que seus funcionários são tratados e tratamento com animais.

Os requisitos serão fiscalizados a todos produtos já comprados e em futuros fornecimentos. Empresas que possuem trabalho escravo (ou mesmo análogo à escravidão), exploração indevida de animais, uso de BPA, oxibenzona (substância é encontrada em protetores solares) e outros produtos químicos estarão banidos.

Foto: Daveynin | http://www.theatlantic.com/

O plano é que até o ano de 2020 e itens como protetores solares não nocivos a corais e vida marinha, lã e penas de ganso obtidas de animais não maltratados. A medida irá atingir as mais de 1.000 marcas vendidas nas lojas. As empresas que não cumprirem os pré-requisitos, não serão vendidos e até mesmo retirado das prateleiras caso tenham sido adquiridas antes da data limite.

Para quem não se adequar, a empresa prometeu procurar uma empresa que fabrique o produto similar, mas que siga as regras, e o substituir. Codigos como Responsible Wool Standard, Responsible Down Standard, Global Traceable Down Standard, Bluesign approval, Sustainability Working Group e Higg index, serão indicados como certificações exigidas.

A REI espera que com estas medidas, muitos de seus fabricantes também se preocupem não somente com o lucro, mas também em perpetuar a exploração do mercado. Fabricantes ainda não se manifestaram sobre as novas regras, mas pelo poder econômico da REI, muitos tendem a acatar.

Argentina de nascimento e brasileira de coração, é apaixonada pela Patagônia e Serra da Mantiqueira.
Entusiasta de escalada, trekking e camping.
Tem como formação e profissão designer de produto e desenvolve produtos para esportes de natureza.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.