Site americano divulga estudo sobre os efeitos da maconha em escaladores

O site americano especializado em nutrição e treinamentos para escalada Training Beta divulgou no dia de ontem uma análise do resultado sobre pesquisa realizada sobre o uso de maconha por escaladores.

O site possui hoje um dos podcasts sobre escalada mais escutados em todo o mundo, conduzido com elegância e maturidade por Neely Quinn. Uma observação a quem visitar o site e não domina língua estrangeira: Por ser americana, os episódios de seu podcast, assim como o seu site, está todo em idioma inglês.

A pesquisa foi realizada coletando dados de voluntários que acessavam o site, e colaboraram com a pesquisa. Por ter utilizado um método de pesquisa fora do padrão científico, não tem validade científica, mas pode ser utilizado como parâmetro de comparação e catalisador para maiores estudos.

Para dar um resultado mais imparcial, foi pedido a ajuda da análise dos dados obtidos por Dave Sheldon. Importante salientar que no texto, tanto Neely quando Dave, em nenhum momento o site condena, ou absolve, o usuário de maconha.

Foto: https://www.emaze.com

Foto: https://www.emaze.com

Uso da Maconha

Dave Sheldon já começa sem rodeios, e evidenciando um estudo realizado pelo Laboratório de Toxicologia Analítica da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade de São Paulo. O estudo realizado em 2003 e está disponível para leitura do público em geral: http://www.academia.edu

Neste estudo a resposta óbvia é que maconha não melhora o desempenho. No texto há outros estudos que chegaram à mesma conclusão de que o desempenho é comprometido por uso de maconha.

Nos estudos mais recentes apresentados como argumento, pondera que reduz a ansiedade e alivia o stress. Participaram da pesquisa cerca de 1.462 pessoas, que permaneceram anônimas.

Dentre os resultados obtidos

  • 72% dos entrevistados possuem tempo de escalada de 1 a 8 anos.
  • 75% dos entrevistados treinam ou escalam de 2 a 4 dias por semana.
  • 65% dos entrevistados nunca misturaram escaladas ou treinos com cannabis.
  • 37% dos entrevistados não se incomodam com pessoas usando maconha à sua volta.
  • 43% dos entrevistados sentem que seu bem estar depende em saber se as pessoas estão doidonas ou não.
  • 6% Não se importam com seguradores sob efeito da maconha
  • 47% De fato se importam com a possibilidade de seus seguradores estarem sob efeito da maconha

Para ler o artigo completo acesse: https://www.trainingbeta.com

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.