Segundo o UIAA, o que é a ética na montanha?

A Federação Internacional de Montanhistas e Escaladores (UIAA – Union Internationale des Associations d’Alpinisme em francês) publicou em 2009 sua Declaração de Ética na Montanha, na qual é estabelecido os direitos e responsabilidades de todos aqueles praticantes de atividades e esportes relacionados com montanha.

Conhece esta declaração? Caso a resposta seja negativa, é uma boa hora, com tantas discussões políticas e filosóficas fervendo no mundo agora está na mora dos montanhistas saberem como se comportar em uma sociedade. A sociedade dos praticantes de atividades de montanha.

A declaração de ética da montanha do UIAA foi desenvolvida pelos maiores especialistas sobre o tema, baseada em códigos éticos publicados anteriormente (como o Código da Montanha ou Declaração do Tirol). Porém esta versão, mais moderna e adaptada para as realidades atuais, é aceita por dezenas de federações de montanhismo por todo o planeta. Desta maneira, como praticantes e amantes da montanha, é fundamental conhecer esta declaração em maior profundidade.

Neste link (clique para ler!) é possível acessar a versão original em inglês, mas em todos os casos apresentamos a você os principais pontos. Leia abaixo e, obviamente, antes de reclamar ou sair digitando impropérios em comentários ou nas suas lista de whatsapp, reflita em cada termo. Será bom para você, eu posso garantir.


Responsabilidade individual

Foto: Lisete Florenzano

Montanhistas e escaladores praticam o esporte em lugares e situações as quais o risco está presente e, invariavelmente, nos quais a ajuda externa pode não estar disponível.

Leve sempre em conta o parágrafo anterior, pois todos aqueles que pratiquem alguma atividade nas montanhas, deverá fazê-lo sob o próprio risco e são responsáveis pela própria segurança.

As atividades que irá realizar, não deverá colocar em perigo os companheiros, ou demais visitantes da montanha, assim como tampouco a natureza de seu entorno.

A declaração do Tirol menciona o seguinte:

  • As metas e objetivos devem ser escolhidos de acordo com as habilidades pessoais, equipamento e condições das montanhas. Não realizar uma ascensão na hipótese das condições que o impeçam, deve ser sempre uma escolha em potencial.
  • Deve-se sempre contar com uma capacitação e preparação adequada para cada objetivo.
  • Deve-se carregar o equipamento necessário, em boas condições e, sobretudo, saber como usá-lo.

Espírito de equipe

Foto: Lisete Florenzano

Todos os membros de uma equipe deverão estar preparados para colaborar nas necessidades e habilidades do grupo.

O apoio e motivação entre os membros do grupo são fundamentais.


Comunidade de escalada e montanhismo

Foto: http://www.am14.net/

Toda pessoa que se encontre na montanha e com a qual cruzarmos, merece nosso respeito.

O respeito é fundamental para as atividades sejam realizadas da melhor forma possível.


Visita a países estrangeiros

Foto: http://lamakarma.net/

“Onde quer que vá, faça o que ver”, ou seja, em termos gerais, o que isso prega é o seguinte ponto. Para o UIAA, é fundamental o contato e respeito com a cultura, na qual se desenvolve as atividades de montanha. A cortesia e moderação são duas atitudes indispensáveis em qualquer país que nos receba.

Deve-se respeitar o código de ética da escalada e montanhismo do próprio lugar que visitarmos.

Nunca deve-se fazer buracos ou colocar grampos, onde existe uma ética tradicional que afirma o contrário. Inclusive, não se deve fazer isso nem quando sequer exista uma ética local prévia.


Responsabilidade dos guias de montanha e outros líderes

Congestionamento na parte alta do Hillary Step | Foto-SPer Radson

Tanto os guias de montanha, como os membros líderes de grupos de expedição, deverão respeitar os direitos e liberdades dos demais indivíduos ou grupos.

A Declaração do Tirol menciona o seguinte

  • O guia, ou líder, da expedição deverá informar o cliente sobre os riscos, o nível de perigo, assim como se necessita de preparação adequada para realizar o objetivo.
  • A via, ou expedição, deve ser escolhida pelo guia, de acordo com as habilidades e conhecimentos do cliente.
  • O guia, ou líder, deverá externar, se for necessário, os limites de sua própria capacidade. Mesmo assim, os clientes deverão externar se acreditam que uma atividade apresenta um risco demasiado grande.
  • Em situações de ascensões extremas, ou de grande altitude, os guias deverão informar cuidadosamente a seus clientes e grupos, para garantir a máxima segurança. Da mesma maneira que certifique que estejam plenamente conscientes do objetivo e limites de assistência por parte dos guias.
  • Os guias locais devem informar aos visitantes estrangeiros sobre as condições e características particulares do local.

Emergências e mortes

É imprescindível a preparação prévia diante de situações de emergência que resultem em acidentes ou morte. Toda pessoa praticante de algum esporte ou atividade de montanha, deverá estar consciente dos riscos e perigos, assim como possuir habilidades, conhecimentos e equipamento adequado.

Mesmo assim, deverão todos estar prontos para ajudar outras pessoas em situações de emergência. Os operadores comerciais de expedições devem advertir seus clientes que seus objetivos deverão ser sacrificados para que outros sejam ajudados.


Acesso e conservação

Foto: Namgyal Sherpa—AFP/Getty Images

O UIAA defende o acesso livre às montanhas, sempre que esta seja de maneira responsável. Ou seja, não é livre do tipo “pode fazer o que quiser”, mas para cada visitante sendo ambientalmente sensível e com uma conduta proativa para a conservação e desenvolvimento da montanha.

Mesmo assim, é crucial respeitar as normas de acesso, ou seja, as restrições e regulações estabelecidas pelas autoridades correspondentes.


Estilo

Um tema altamente polêmico e que ocupou as mesas de debate ao longo de toda a história do montanhismo é o estilo. O UIAA considera que a qualidade da experiência e forma que se resolvem os problemas, sempre são mais importantes que conseguir realizar algo. Utilizando uma linguagem coloquial, não é importante tirar 10 na prova, mas a maneira como chegou a esta nota.

Além disso, o mais importante é deixar o mínimo rastro durante a passagem pela montanha.


Primeiras ascensões

O UIAA considera toda primeira ascensão como um ato criativo, que por sua vez deve ser realizado de acordo com as tradições e estilo do lugar.

Mesmo assim, deve haver total transparência no reporte de uma primeira ascensão, informando sem omitir nenhum detalhe como foi realizado.


Patrocínio, publicidade e relações públicas

Foto: Shrimpo1967 | http://wikipedia.com

A relação entre empresas patrocinadoras e montanhistas deve responder, sob qualquer hipótese, aos melhores interesses do esporte.

A comunidade é quem deve informar e educar corretamente (de maneira proativa e respeitosa) os meios de comunicação, seja de massa ou especializada, e o público em geral.


Uso de oxigênio suplementar no alpinismo

Talvez um dos pontos mais polêmicos que o UIAA pontua na Declaração de Ética. Pode ser entendida desde distintas situações, como médica e ética. Mas para o UIAA é importante que as considerações éticas sejam tomadas por cada alpinista em nível individual.

Sempre que se façam planos de subir uma montanha, seja qual for a escolha, nunca deixar os tanques de oxigênio abandonados na montanha.


Expedições comerciais guiadas em alta montanha

Plaza Canada – Aconcagua 24mm F5.6 30s ISO 6400 | Foto: Gabriel Tarso

Os prestadores de serviços de montanha, ou guias especializados, que tentem escalar alguma montanha acima de 8.000 metros acima do mar, ou pico similar que ofereça instalações de resgate limitadas, devem reconhecer as limitações (físicas e mentais) dos clientes que estão sob sua responsabilidade.

Devem empregar todos os esforços para garantir a segurança de seus próprios clientes, assim como adverti-los que os planos podem mudar no caso de ter de ajudar a outros membros da comunidade na montanha que se encontram.

Tradução autorizada: https://freeman.com.mx

Freeman é o mais importante site sobre escalada e esportes de montanha do México e organiza o mais assistido festival de filmes outdoor da América Latina

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.