Sasha Di Giulian cria websérie para divulgar a escalada como estilo de vida

A expressão “Estilo de vida” é um conceito moderno que se refere à estratificação da sociedade por meio de aspectos comportamentais, expressos geralmente sob a forma de padrões de consumo, rotinas, hábitos ou uma forma de vida adaptada ao dia a dia.

É a forma pela qual uma pessoa ou um grupo de pessoas vivencia o mundo e, em consequência, se comporta e faz escolhas. Portanto sempre que alguém usar como argumento qualquer comportamento, seja ele certo ou errado, como um “lifestyling”, está simplesmente dizendo que aquilo é o que adotou para a vida dele (independente do que seja saudável ou não).

Sasha Di Giulian

Conceitos à parte, todo escalador e praticante de esportes outdoor adora alardear que o esporte é o mais um estilo de vida do que uma prática esportiva. Particularmente falando do estilo de vida do escalador, muitos deturpam o conceito com privilegiar o consumo pesado de drogas, praticar mendicância (muitas vezes em nome do minimalismo e desapego) e até mesmo viver em delinquência (em nome da desobediência civil).

Este tipo de comportamento, particularmente praticado por quem deturpou os conceitos e ideais do esporte, ajudou a construir vários preconceitos a respeito do esporte e seus praticantes.

Sasha DiGiulian

Foto: http://www.sasha-digiulian.com

Determinada a moldar o conceito de escalada como estilo de vida, a escaladora americana Sasha DiGiulian, junto de Javi Pec, lançou uma websérie a respeito do tema. Junto do roteiro de cada episódio, é possível ver também a atleta encadenando vias de graduação alta.

O primeiro episódio da websérie de Sasha DiGiulian, é abordada a importância que o esporte possui em sua vida. Enquanto reflete sobre o assunto, imagens de sua escalada na via “American Hustle”, em Oliana (local de escalada na Espanha), quando encadenou a via no final de 2017.

Quem é Sasha Di Giulian?

A escaladora americana Sasha Di Giulian já foi campeã mundial de escalada em 2012 e é a primeira mulher americana a escalar uma via de graduação 9a francês (11c brasileiro). Além disso a atleta americana já realizou mas de 30 FFA (first female ascent – primeira ascensão feminina), incluindo um big wall no Brasil no ano de 2016 e a “The Misty Wall” em Yosemite em 2017. Além disso, a americana é a única mulher a escalar a via “Magic Mushroom”, graduada em 7c+ francês (9b brasileiro) na face norte do Eiger. A via no Eiger é considerada a mais difícil da face norte.

Sasha DiGiulian

Foto: Francois Leabeau

Sasha Di Giulian começou a sua carreira na escalada aos seis anos de idade. Logo mostrou possuir talento para o esporte e logo aos sete anos de idade começou a competir. Sasha DiGiulian aos 11 anos de idade já tinha escalado uma via de graduação 8a francês (9c brasileiro).

A atleta é formada pela Columbia University em Nova York em “non-fiction creative writing” e “business” desde 2016, quando no final deste ano mudou para a cidade de Boulder, no estado americano do Colorado. No ano passado, quando o emoji de escalada foi aprovado, a imagem da escaladora foi baseada no semblante de Sasha Di Giulian.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.