Saiba quais são os trekkings mais perigosos do mundo

Para todo praticante de trekking o mais importante é não ficar no sofá de casa esperando a vida passar. Qualquer atividade de natureza tem o seu valor, o que valoriza igualmente todo praticante de trekking ou qualquer outro esporte. Obviamente que existem dificuldades em alguns trekkings do que outros, mas este tipo de característica em nada faz qualquer praticante melhor, ou pior.

Se algum praticante acredita que é mais especial, ou melhor que outro, por conta da dificuldade da atividade que pratica deve procurar um tratamento psicológico antes de sair para qualquer trekking.

Existem pessoas que consideram um trekking ou hiking atividades tranquilas e inofensivas. Muitas delas possuem de fato esta característica. Mas alguns caminhos existentes no mundo são mais perigosos (leia-se : perigo de vida) que outros.

Por isso abaixo está listado alguns dos trekkings mais perigosos do mundo. Mas atenção : estes caminhos existem para ser percorridos por pessoas preparadas, e não somente para aparecerem e fazerem parte do empreendedorismo de palco como fazem os “montanhistas” de Everest.

Trilha Kalalau – Havaí EUA

trilha-perigosa-1

A trilha Kalalu (Kalalu Trail) percorre a costa do estado americano do Havaí conhecida como Nā Pali. Mundialmente conhecido é conhecido como dos mais atrativos do mundo e passa por praias e montanhas lindas e exuberantes.

O detalhe está na percurso total de 35 quilômetros (existe a opção de percurso parcial de 18 quilômetros) que cruza três rios (Hanakapiai, Hanakoa e Kalalau) com correnteza intensa.

trilha-perigosa-2

Durante o verão, quando há chuvas tropicais na ilha, o volume de água aumenta consideravelmente. Este volume é tão grande que as cachoeiras que existem pelo caminho começam a também cair pedras junto da queda d’água.

Não bastasse todo este perigo há também a necessidade de travessia pela selva tropical da ilha, que exige preparo físico e excelentes conhecimentos de sobrevivência. O número de acidentes, muios com óbito, no percurso e muito alto. Apesar dos altos riscos, a trilha é percorrida por aproximadamente 500.000 pessoas ao ano.

Aonach Eagach Ridge – Escócia

trilha-perigosa-3

A trilha Aonach Eagach Ridge é considerada a mais icônica da Escócia e mesmo tendo 9 quilômetros de extensão, passa por vários vales com vista panorâmica esplêndida.

A trilha atravessa crestas vertiginosas com grama escorregadias sem a possibilidade de desistência. Nesta trilha uma vez iniciada deve-se ir até o final.

trilha-perigosa-4

Aliado a este tipo de perigo há o tempo hostil que o país escocês é conhecido : Chuva fina e constante, com vento gelado. O que faz com que a trilha fique ainda mais perigosa. Anualmente vários acidentes, sendo alguns fatais, são reportados e noticiados pela mídia escocesa.

Desde a sua página com informações da realização do trekking há o aviso explícito que não deve ser feito por praticantes inexperientes.

Monte Pinatubo – Filipinas

trilha-perigosa-5

O Monte Pinatubo é um vulcão em forma de cone que está ativo e localizado na Ilha Luzon a maior ilha das Filipinas. Muitas pessoas acreditam que um trekking até o cume é simples e durante muito tempo foi. Mas após 500 anos de inatividade o vulcão entrou em erupção matando mais de 800 pessoas em 1991.

A erupção do Monte Pinatubo foi considerada por especialistas a erupção vulcânica mais violenta do século XX. Os efeitos da erupção foram sentidos em todo o mundo. Um ano mais tarde o vulcão tornou a entrar em atividade vitimando 72 pessoas.

trilha-perigosa-6

A música da banda americana Rage Against the Machine “Calm like a bomb” parece ser feita sob encomenda para este hiking que demora 2 horas para ser completado.

Pela inclinação é considerado de dificuldade mediana, mas a periculosidade de uma erupção pode acontecer a qualquer minuto o que, evidentemente, torna o passeio bem perigoso. A avalanche de lava é quase impossível de ser evitada.

Travessia Drakensberg – África do Sul

trilha-perigosa-8

Cordilheira do Drakensberg estende-se por mais de 1.000 km, com altitude de 3.482 metros, paralelamente à costa oriental da África do Sul.

travessia Drakensberg até meados da década de 1980 já havia sido computado aproximadamente 60 mortes no percurso sul-africano. A partir desta época que órgãos governamentais começaram a dar manutenções básicas no percurso.

trilha-perigosa-7

A parte mais perigosa encontra-se no início do percurso quando passa por lugares selvagens com animais silvestres (como leões, antílopes, rinocerontes, etc) e as marcações do caminho confundem-se com marcas de pastoreio.

Na trilha há um local conhecido como “Anfiteatro” que é, aproximadamente, mais de duas vezes o tamanho do monolito americano “El Capitán” localizado no parque de Yosemite.

Trilha Monte Huashan – China

trilha-perigosa-10

A trilha do Monte Huashan é uma das mais perigosas do mundo. Mesmo sendo extremamente exposta, ninguém é obrigado a utilizar qualquer equipamento de segurança na trilha. Porém o uso é aconselhado aos visitantes, mas quem quiser entrar para a história realizando a trilha sem nenhum equipamento é possível.

O início da trilha fica  próximo cidade de Xian, vale do Rio Wei e, curiosamente á foi a capital da China ao longo de várias dinastias. No topo do pico há um templo taoísta que foi transformado em uma casa de chás.

trilha-perigosa-9

A trilha começa com uma escadaria esculpida na rocha que, apesar de precária aparenta ser sólida. Além de tábuas e corrente (para se segurar) não há mais nada. Como não bastasse no meio da trilha há a necessidade de uma escalada técnica relativamente fácil quando a trilha de tábuas desaparece.

Como estamos falando de um país não muito apegado à divulgação de  informações, ou transparência política, existem dados que, mesmo com credibilidade contestável, assustam : por volta de centenas de pessoas somem todos os anos na travessia.

El Caminito del Rey – Espanha

Foto : https://nosteptooloose.wordpress.com

Foto : https://nosteptooloose.wordpress.com

Considerado um clássico em matéria de trekkings perigosos, El Caminito del Rey foi totalmente reformulado pelo governo espanhol e diminuiu sensivelmente a sua periculosidade.

El Caminito del Rey, localizado na província espanhola de Málaga, é uma passagem cravada nas paredes da falésias de Chorro e Gaitanejo com cerca de 3 km. A construção, concluída em 1905, foi realizada na construção da hidrelétrica no rio Guadalhorce.

Foto : Claire Thomas | http://www.amazingplacesonearth.com/

Foto : Claire Thomas | http://www.amazingplacesonearth.com/

Por conta do abandono e não sofrer nenhum tipo de manutenção a estrutura da estrada ficou comprometida, causando até o desmoronamento de algumas das partes.

Após a morte de quatro turistas em 1999 e 2000, o governo local fechou as entradas. Após um investimento de € 2,8 milhões foi aberto oficialmente ao público em março de 2015.

Trilha Rover – Alasca EUA

trilha-perigosa-12

A trilha Rover (Rover’s Run Trail) é tecnicamente simples e sem muitas dificuldades. Até mesmo meteorologia favorece a quem deseja fazer o percurso.

trilha-perigosa-17

Porém o local é o preferido dos ursos pardos que sempre circulam pelas trilhas, especialmente no verão quando é a temporada de salmão nos rios.

Além dos ursos há também um grande população de alces selvagens que são bastante agressivos.

Huayna Picchu – Peru

Inegavelmente o trekking mais famoso do mundo é o de Machu Picchu. Existem muitas opções de trilha oferecidas aos visitantes, e todas elas foram abordadas em artigo exclusivo aqui na Revista Blog de Escalada.

trilha-perigosa-13

O caminho inca até Machu Picchu é um trekking bastante exigente e há sempre uma notícia de óbito de pessoas que se aventuram na trilha. O perigo mais real está no caminho que cruza a cidade de Huayna Picchu. Algumas pessoas a chamam de “trilha da morte”. O apelido se justifica pelos degraus entalhados no granito a 300 metros de altura.

O local constantemente úmido faz com que a rocha esteja sempre deslizante com raízes atrapalhando, desprendimento de rochas constante e, claro, caminhantes despreparados. Quando as nuvens sobem e fazem uma espécie de cortina impenetrável o perigo aumenta exponencialmente.

West Coast Trail – Canadá

trilha-perigosa-15

A trilha da costa oeste canadense, conhecida como West Coast Trail (originalmente batizada de Dominion Lifesaving Trail) possui 75 quilômetros de extensão.

A trilha foi construída para que fosse realizado o resgate dos marinheiros ao longo da costa do Canadá. A trilha atualmente faz parte do Pacific Rim National Park.

trilha-perigosa-16

Por ser uma trilha sem muita manutenção, vários percursos estão cobertos por vegetação nativa. Grande parte da trilha é um “trepa-pedra” infinito com algumas partes em escaladas de metal e madeira (sem manutenção).

Além disso é povoada por uma grande população de ursos e pumas.

Sobre o Autor

Da Redação

Da Redação

Equipe da redação

There is one comment

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.