Saiba quais são as montanhas mais altas de cada país na América do Sul

A América do Sul é um continente de constastes. Uma frase clichê de um conjunto de países que ainda tentam diminuir as diferenças sociais e econômicas que, sob certo ponto de vista, foi herança dos ex-colonizadores europeus. O continente sul-americano é, ao mesmo tempo, inspirador e pouco divulgado para quem deseja conhecer melhor. O reflexo do desejo de conhecer com detalhes as pessoas, costumes e lugares deste continente pode ser conferido na música “Latinoamérica” da banda porto-riquenha calle 13.

Para quem é montanhista, que tal saber (ou quem sabe planejar uma viagem) dos picos mais altos de cada país da América do Sul?

Porque, como na música citada acima, “aquele que não quer a sua pátria, não gosta de sua mãe. Sou America Latina, um povo sem pernas que caminha (El que no quiere a su patría, no quiere a su madre. Soy América Latina, un pueblo sin piernas, pero que camina).

Argentina

Foto: Antis Outdoor | http://www.antisoutdoor.com.ar/

Plaza Canada – Aconcagua 24mm F5.6 30s ISO 6400 | Foto: Gabriel Tarso

O Monte Aconcágua é o cume mais alto no continente americano (considerando Américas Sul, Norte e Central) com 6.961 metros acima do nível do mar. Além disso é o cume mais alto do mundo fora da Ásia. O Aconcágua está dentro do círculo dos sete cumes (seven summits) que inclui as montanhas mais altas de cada continente.

A origem deriva do “Aymará kon-kawa” (Monte Nevado), ainda que tenha recebido diferentes nomes.

Bolívia

Foto: http://www.antisoutdoor.com

Nevado Sajama (6.542 m) é o monte mais alto da Bolívia. Localizado na Cordilheira dos Andes a montanha é um estratovulcão (vulcão em forma de cone) extinto.

A montanha está localizada no Departamento de Oruro. Está situado no Parque Nacional Sajama na área sudoeste do país.

Brasil

Com 2.993,80 metros de altitude o Pico da Neblina é o ponto mais alto do Brasil.

A última medição foi revista pelo IBGE em 2016. O nome se deve ao fato de que na parte superior de seu cume ficar a maior parte do ano encoberto por uma densa neblina. A primeira ascensão do Pico da Neblina foi em 1965 por uma expedição do Exército Brasileiro

Chile

Foto: Freddy Duclerc

O segundo ponto mais alto das Américas, e Hemisfério Sul, o Ojos del Salado (6.880 m) é um estratovulcão (vulcão em forma de cone) com 6.893 metros de altitude e é considerado o mais alto vulcão do mundo tendo aproximadamente 70 metros menos que o Aconcágua.

A diferença do Ojos del Salado em relação a montanhas mais procuradas por turistas que procuram o montanhismo como, por exemplo, o Aconcágua, é que lá praticamente não se esbarra com ninguém durante o percurso.

Colômbia

O Pico Cristóbal Colón na Colômbia possui 5.700 m e possui neve permanente no topo. Foi escalado pela primeira vez em 1939 por W. Wood, A. Bakerwell e E. Praolini. O Pico Simón Bolívar possui 5.775 m.

Algum destes são provavelmente o ponto mais alto da Colômbia, mas necessitam de uma medição mais rigorosa para desempatar e não restar dúvidas. Até o momento esta definição causa muita discussão na comunidade de montanha.

Equador

O Chimborazo é um estratovulcão (vulcão em forma de cone) e possui 6.267 m de altitude e fica a aproximadamente 180 km ao sul de Quito, a capital do país. É o pico mais alto dos Andes equatoriais. Até o início do século XIX, Chimborazo era considerado a mais alta montanha da Terra (a partir do nível do mar).

Teve a primeira ascensão em 1880 por Edward Whymper, Louis e Jean-Antoine Carrel.

Guiana

O Monte Roraima fica tríplice fronteira entre Brasil, Venezuela e Guiana. A montanha é o ponto culminante da Guiana com 2.810 m. A altitude de 2.734,10 creditada em livros de geografia ao Monte Roraima na realidade não é a do topo da montanha, mas a do marco geodésico na tríplice  fronteira do Brasil.

A grande particularidade desta montanha fica por conta de seu relevo que é uma meseta  forma  parecida com a de uma mesa (bastante característico do Planalto das Guianas).

Guiana Francesa

Mont Bellevue, também conhecido como Bellevue de l’Inini, com 851 metros acima do nível do mar, é o ponto culminante da Guiana Francesa (departamento ultramarino da França).

Paraguai

O Cerro Peró, também conhecido como Cerro Tres Kandu, com 842 metros acima do nível do mar, é o ponto culminante do Paraguai.

O morro está localizado no Departamento de Guairá.

Peru

O Nevado Huascarán, ou apenas Huascarán, com 6.768 metros acima do nível do mar, e pertencente à Cordillera Blanca, é o ponto culminante do Peru. A montanha é a sexta mais alta da América do Sul. A montanha recebeu o seu nome de Huáscar, um chefe inca do século XVI.

Huascarán teve a sua primeira ascensão em 1932 por uma expedição austro-alemã.

Suriname

O Pico Juliana, popularmente conhecida como Julianatop, com 1.230 metros acima do nível do mar, é o ponto culminante do Suriname.

Até a independência do Suriname em 1975 foi o ponto mais alto de todo o império Holandês Unido.

Uruguai

O Cerro Catedral, também conhecido como Cerro Cordillera, com 513,66 metros acima do nível do mar  é o ponto mais alto do território uruguaio.

Seu nome provém das curiosas formas das elevações rochosas de seu topo, que são muito características em algumas zonas do sul do país.

Venezuela

O Pico Bolívar com 4.981 metros acima do nível do mar é o ponto mais alto da Venezuela.

Não confundir com Pico Simón Bolivar, que fica na Colômbia.  No cume localiza-se um dos três glaciares existentes na Venezuela.

Engenheiro e Analista de Sistemas, começou a escalar em 2001 e escalou no Brasil, Áustria, EUA, Espanha e Argentina. É totalmente dedicado ao esporte de escalada em rocha e é apaixonado em filmes Outdoor. Para aproveitar melhor esta paixão fez curso de documentário na Escola São Paulo, além dos cursos de “Linguagem Cinematográfica” e “Crítica de cinema”. Foi jurado do Rio Mountain Festival. Já viajou de mochilão pelo Brasil, EUA, Áustria, República Tcheca, República Eslovaca, Hungria, Eslovênia, Itália, Argentina, Espanha, Uruguai e Paraguai, Holanda, Alemanha e Canadá.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.