Saiba quais são as 7 marcas de roupas mais descoladas para praticantes de esportes outdoor

Antes de fazer qualquer comparação é importante definir, especialmente para a parcela esnobe do universo outdoor : existe sim moda para esportes de aventura como escalada, trekking e outros.

Não confundir uma indumentária técnica (jaquetas, calças de trekking, segunda pele, etc…)  com o estilo “lifestyling” que algumas marcas investem boa parcela de dinheiro. Este tipo de vestimenta faz parte de um nicho de mercado em que poucas empresas se atreveram a investir.

O sucesso deste tipo de vestimenta fez com que algumas empresas grandes criassem linhas de roupas especiais para este tipo de demanda.

A demanda deste tipo de linha de produtos pode ser perceptível da seguinte maneira : De tempos em tempos aparece alguém com cabeça mais inventiva e lança camisetas, ou mesmo calças, com desenhos mais elaborados e temática de um determinado esporte outdoor.

roupa-descolada-2

Filosoficamente falando, o conceito de roupa “lifestyling” vem da necessidade natural de um grupo de pessoas de querer se diferenciar de outro e criar uma identidade própria para que seja reconhecida por isso.

A moda surf (também conhecida como “surfwear”) segue esta linha, e tem uma identidade definida, consolidada fortemente no Brasil. Isso pode ser percebido quando em capitais sem proximidade com praias (como Belo Horizonte, Goiânia, Brasília, etc..) possuem lojas deste estilo em shopping centers.

No Brasil, um país que não há sequer uma cultura de montanha definida, exigir que existam marcas apostando neste nicho de mercado seria pedir muito.

Algumas empresas até tentaram se aventurar nesta moda “lifestyling”, mas ainda se resumem a copiar roupas “surfwear” e tentam vende-las para o público outdoor em geral.

Nada mais natural que os praticantes de esportes de montanha também tenham procurado consolidar um estilo próprio.

Invariavelmente pessoas sem muita imaginação adotam o estilo “riponga”, muito popular nos anos 80, mas que não necessariamente é o estilo descolado de praticantes de esportes outdoor. Há influência sem dúvida, mas não é propriamente o estilo “lifestyling”.

No Brasil o mais perto que se pode chegar deste estilo são as peças de roupas vendidas em lugares como o Mercado Mundo Mix e nas bancas da feira cultural como a da Praça Benedito Calixto em São Paulo.

Uma outra característica destas marcas também é o local que é produzido seu produto, sendo em sua grande maioria na própria cidade onde estão. Este tipo de característica, especialmente por não utilizar mão de obra barata (os semi-escravos de China, Vietnam, Laos, Camboja, entre outros) reflete nas peças de roupas vendidas que são mais caras.

Abaixo estão as marcas mais inovadoras, que produzem peças para escaladores, montanhistas, trekkeiros e afins, criando uma associação imediata com o esporte que praticam.

E9

roupa-escalada-e9-2

roupa-escalada-e9-1

A marca italiana de roupas para escaladores é mundialmente conhecida por ditar tendências dentre a moda para escaladores.

Seu bom gosto em utilizar cores, e com corte italiano com excelência fora do comum, é considerada a mais bem sucedida marca de roupas para praticantes de escalada.

A marca adota uma estratégia singular, de cadastrar os lugares que vendem a marca, não estando portanto disponível em qualquer lugar.

Visivelmente a marca busca a excelência tanto nas roupas, como no marketing de seus lançamentos e produtos.

http://www.enove.it/

Moon Climbing

moon-climbing-roupa-2

moon-climbing-roupa-1

A marca inglesa Moon Climbing é de propriedade de Ben Moon, um dos maiores escaladores da Inglaterra.

A marca procura focar no público escalador, em especial o praticante de boulder.

O corte minimalista, porém de qualidade, atrai visualmente principalmente pelo uso de cores em tons mais elegantes.

É a marca de roupas de escalador mais vendida da Inglaterra.

http://www.moonclimbing.com/

Blurr

blurr-roupa-1

A marca canadense Blurr já foi durante muito tempo considerada a mais descolada, após a E9.

Para diversificar o seu público, e ampliar seus ganhos, investiu também em outros esportes como yoga e outras práticas de esportes ligado à natureza.

http://www.blurrstuff.com/

NIHIL

nhni-roupa nhni-roupa-2

A marca holandesa NIHIL é forte concorrente da italiana E9, e aposta em um visual mais moderno, e em um marketing de produto mais pontual.

Geralmente suas peças de roupas possui uma qualidade e durabilidade espantosas.

É reconhecidamente dentre os praticantes de esportes de natureza na Europa como de maior durabilidade, embora o seu investimento em design fique por conta da eficiência e nem tanto da beleza visual.

http://www.nihilclimbing.com/

Prana

prana-1

prana-climb2

A marca americana Prana é mundialmente conhecida por ter apostado em um marketing agressivo, especialmente por ter embaixadores da marca de prestígio dentro de cada comunidade.

A aposta em garotos propagandas como Daila Ojeda, Chris Sharma e Steph Davis atribuiu bastante glamour às suas peças.

Preferindo adotar um estilo que mescla roupas de yoga com um estilo simplista e, às vezes, campestre a marca também investiu em materiais orgânicos e de materiais recicláveis

http://www.prana.com/

Haka Honu

haka-honu

A chilena Haka Honu é bastante prestigiada em seu país, mas ainda com distribuição pequena para o resto da América Latina.

Seus designers preferiram apostar em algo que aparentemente no Brasil ainda está em construção : a mistura de surfware e lifestyling.

Utilizando sempre um visual parecido com roupas feitas à mão, com detalhes artesanais e que parecem ser customizadas individualmente, possui um apelo visual interessante e assim se destaca de toda e qualquer marca sul-americana de roupas outdoor.

A empresa também aposta em materiais orgânicos, utilizando apelos ecológicos, e optaram por utilizar um marketing somente em internet, baseado não somente em seu website como também na produção de conteúdo como webséries filmes outdoor.

http://www.hakahonu.cl/

Chillaz

roupa-escaladores-chillaz

A marca austríaca Chillaz apostou em criar roupas especiais para escaladores desde 2001, e seus designers preferiram utilizar cores fortes, e cortes que visam facilitar os movimentos dinâmicos.

O estilo da roupa é preferencialmente de escaladores, e em nada lembra roupas de yoga ou estilo hippie.

http://www.chillaz.com

Sobre o Autor

Natalia De Marco

Natalia De Marco

Argentina de nascimento e brasileira de coração, é apaixonada pela Patagônia e Serra da Mantiqueira.
Entusiasta de escalada, trekking e camping.
Tem como formação e profissão designer de produto e desenvolve produtos para esportes de natureza.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.