Saiba o que há de escalada esportiva em Santa Catarina

Um estado com natureza exuberante e grandes visuais, assim é Santa Catarina.

A variedade de paisagens é a principal peculiaridade da escalada catarinense. Escalada de montanhas nas serras do Mar e Geral ou no litoral, ao longo dos 500 km de praias com costões rochosos, falésias e morros a beira mar.

esc-1

Escalar nessas terras é com certeza uma experiência única, o clima temperado, com quatro estações do ano bem definidas, propicia escalada o ano todo.

Praia no verão e Serra no inverno!

daniel-1[1]

Alguns dos principais lugares para a prática de Escalada Esportiva:

Parque Natural Braço Esquerdo (São Bento do Sul)

corupá-6641Também conhecido por Corupá, por estar localizado próximo a cidade homônima.

Possui atualmente 66 vias de 4º. a 10c e alguns projetos equipados esperando a primeira ascensão provavelmente na casa do 11º. Grau.

Bom para escalar no verão, sombra o dia todo.

Tipo de rocha: conglomerado.

Parque Municipal Morro do Macaco (Bombinhas):

Um ótimo setor com vias técnicas em um granito da melhor qualidade e um visual surpreendente de frente pro mar.

A graduação varia de 3º. a 10a.

cotozin-8084

Possui 56 vias divididas em dois setores principais, Mirante e Pedra da Vaca.

Tipo de rocha: Gnaisse

Morro da Palha (São Francisco do Sul)

Um dos mais setores mais freqüentados da ilha.

Várias vias levemente negativas, mesclando força e técnica.

No total são 15 vias, uma melhor que a outra, variando de 6º. grau a 9b.

Ideal escalar no inverno.

Tipo de rocha: Gnaisse

Morro da Cruz (Florianópolis)

esc-2Um dos setores mais clássicos do estado e também um dos primeiros, algumas vias foram abertas no início dos anos 80.

Fácil acesso.

Aproximadamente 40 vias extremamente técnicas.

Tipo de rocha: granito.

Finder (Joinville)

Localizado no Parque Municipal Morro do Finder, praticamente no centro da cidade, esse bloco de Quartizito se destaca por suas vias explosivas, no total são 12, de 4º. grau a 9a.

Vale a pena apertar seus regletes.

Tip o de Rocha : Quartzito

Setor Laranjeiras (Laguna)

Uma boa falésia de granito e de fácil acesso. esc-3

Aproximadamente 10 vias de 4º. grau a 8c.

Bom estar com a pele dos dedos grossa.

Tipo de rocha: Gnaisse

Falésia Seu Zizo (Sombrio)

Um setor que está sendo frequentado a pouco tempo mas com um bom potencial de vias técnicas e fortes.

O tipo da rocha é Arenito, bem sólida e de regletes afiados.

Aproximadamente 6 vias de 5º. a 8c.

Essa é apenas uma pequena amostra do potencial para escalada esportiva no estado.

Muitos outros setores poderiam fazer parte dessa lista.

Para saber mais sobre a escalada catarinense: www.ecosdamontanha.blogspot.com

baner_blogEscalada

Sobre o Autor

Daniel Casas

Daniel Casas

Daniel Casas é um dos escaladores icônicos do Estado de Santa Catarina. Desde Boulder até alta montanha, escalada é com ele. Praticante assíduo de montanhismo desde 1988. Guia e Instrutor de Escalada certificado pela AGUIPERJ.
Tem o apoio de : Salamandra Escola de Montanha, Hard Adventure, Resseg e Jurapê Equipamentos para Aventura.

There are 3 comments

  1. Juliano Fabio Florenci da Silva

    Não foi citado a mais clássica parede de escalada em Santa Catarina: a Pedra Branca localizada no município de Palhoça. Um granito de 130 metro de altura vertical escalado desde os anos 80.
    Outros points de escalada:
    Canto do Morcego na Praia Brava – Itajaí
    Los Espinhales – Camboriú
    Pedreira no Ribeirão da Ilha – Florianópolis
    Morro do Boi – Balneário Camboriú;
    Gravatal – Pedra do Leão

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.