Saiba como é o calendário mundial de escaladas em alta montanha

O verão do hemisfério norte, ou nosso inverno, é sabidamente a maior e melhor janela de escalada em alta montanha, oferecendo opções em quase todos os continentes.

Mas às vezes é difícil coincidir folga do trabalho, licença da família e amigos, e sair para viajar justo nessa época, o que não quer dizer que não existem opções, muito pelo contrário.

É possível escalar alta montanha no planeta inteiro, praticamente no mundo inteiro. E o melhor de tudo, talvez a Cordilheira mais versátil para isso sejam nossos queridos Andes.

E quanto maior seu nível técnico, maiores são as possibilidades, pois aí já é possível fazer escaladas invernais.

Março a Maio

Monte K2

Monte K2

A primavera do hemisfério norte é indiscutivelmente a melhor época para a escalada alpina mais técnica, leia-se: gelo e rocha.

As condições ainda são de inverno, mas as sensações já mudam: já não faz tão frio porém ainda há gelo suficiente para facilitar a ascensão das faces nortes, e consequentemente fazer vias mais longas.

A neve já está mais assentada e os dias são mais longos.

Essas condições são encontradas principalmente nos Alpes, Pirineus e Alaska.

É nessa época também que proliferam as expedições ao Nepal.

Por motivos comerciais – mobilização de “mão de obra” – é a época ideal para escalar a maior parte das montanhas de mais de 8000 m no Nepal.

Existe menos neve e as temperaturas não são tão baixas quanto no outono, o que propicia maiores índices de sucesso.

Junho a Agosto

Essa é com certeza a melhor época do ano para alta montanha no hemisfério sul.

Na América do Sul as opções são os vulcões e picos da Bolívia, excelentes para iniciantes, as cordilheiras mais ao sul do Peru, também propícias a quem está começando, ou as Cordilheiras Blanca e Huayhuash no norte do Peru, para quem já tem alguma experiência em vias moderadas.

Cocuy

Cocuy

Na América do Norte o Alaska apresenta seu melhor clima no começo da temporada, e tem inúmeras opções de ascensões moderadas com uma logística única e própria da região.

A cordilheira dos North Cascades, no noroeste dos Estados Unidos, entra em boas condições no mês de Julho, e oferece inúmeras opções de escalada para todos os níveis.

Na Europa é indiscutível que os Alpes franceses são uma região com opções inesgotáveis de escaladas em altitude moderada, e de todos os níveis técnicos, com acesso fácil e comodidade de refúgios, teleféricos e cidades bem equipadas para receber qualquer tipo de turista.

Mount Cook

Mount Cook

Para paisagens ainda mais selvagens e isoladas, voce pode escalar os vulcões da Islândia durante todos os meses do nosso inverno. Ou ainda visitar o Japão para chegar ao topo do Monte Fuji, ou escalar o Ararat na Turquia.

Descendo de novo ao hemisfério sul, uma opção pouco explorada são os Alpes Neozelandeses.

São montanhas de nível fácil a intermediário, paisagens selvagens e características climáticas bastante particulares já que é uma cordilheira praticamente isolada em meio a dois oceanos.

Já no continente mãe, a África, temos duas regiões onde pode escalar o ano inteiro, mas cuja melhor época é no nosso inverno: Tanzânia e seus vulcões altíssimos, sendo o mais famoso deles o Kilimajaro.

Monte Quenia

Monte Quenia

A outra região é a do Monte Quênia, que tem diversos cumes e cujos dois mais altos demandam escalada técnica em rocha e muitas cordadas.

E finalmente, para quem é fã de altitudes extremas, os primeiros meses do nosso inverno são a época ideal para escalar as montanhas do Karakorum no Paquistão, ou as montanhas do Himalaia Indiano, nas regiões Garhwal e Kashmir, considerando que a aclimatação começou já na primavera.

Setembro a Novembro

Novamente voltamos aos mesmo lugares da primavera do hemisfério norte.

Os Alpes Franceses estão mais secos e propiciam boa escalada em rocha de muitas enfiadas, com cumes e aproximações alpinos.

Mont Blanc Dutacul

Mont Blanc Dutacul

O Nepal continua reinando na temporada pós-monções, as montanhas estão com mais neve após a temporada de chuvas, apesar das temperaturas serem menores.

É importante ressaltar que as montanhas do Nepal podem ser escaladas tanto na primavera quanto no outono do norte. A divisão atual existe por motivos meramente comerciais e de logística.

Dezembro a Fevereiro

Nosso verão é com certeza a época mais complicada para fazer alta montanha, pois a maior parte das cordilheiras está sob frio intenso e muito carregada de neve. Não é à toa que essa é das melhores épocas para esquiar.

A elite da escalada alpina em alta montanha migra para a Escócia e Alpes Franceses, mas não é necessário ser ganhador do Piolet D’ Or para aproveitar essa época.

No Cone Sul da América do Sul, bem aqui do lado, existem centenas de vulcões, a maioria de acesso relativamente fácil e sem trmaos técnicos, que estão justamente no auge da temporada. Aconcágua e as montanhas do Cordón del Plata são o melhor exemplo.

Shivling

Shivling

Outra opção é o Equador, cujos vulcões podem ser escalados o ano inteiro, mas tem seu auge de bom clima entre janeiro e fevereiro.

Ainda na América do Sul, a recém reaberta região do vale do Cocouy na Colômbia tem belíssimas montanhas de dificuldade moderada, ainda pouco exploradas e sem grandes hordas de turistas.

Esta é uma pequena lista que pode servir como orientação.

Existem inúmeras pequenas cordilheiras pelo mundo que podem apresentar boas condições de escalada em épocas diversas. Fato é que em qualquer época do ano é possível fazer uma boa escalada em altitude.

Mount Foraker

Mount Foraker

Sobre o Autor

Cissa Carvalho

Cissa Carvalho

Cissa Carvalho é natural de São Paulo e praticante de esportes outdoor desde os 8 anos de idade. É alpinista fanática, e nas horas vagas tenta escalar em rocha, surfar e arranjar dinheiro para continuar viajando. Já esteve em todos os continentes e já escalou na América do Sul, África, Ásia e Europa

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.