Montanhista peruano morre no Makalu

O montanhista peruano Richard Hidalgo foi encontrado morto por sherpas no Campo 2 (6.500 m) do Makalu (8.481 m), a quinta montanha mais alta do planeta. Hidalgo pretendia subir a montanha para concretizar seu projeto de subir a todos as 14 montanhas do mundo sem utilizar oxigênio suplementar nem apoio de carregadores.

De acordo com a informação disponibilizada pelas autoridades nepalesas, Richard Hidalgo estava planejando fazer ataque ao cume junto de uma equipe de sherpas da agência Seven Summit Treks, os quais trabalhavam fixando as cordas para os clientes.

Durante a noite de ontem, após o jantar, todos foram dormir em suas barracas. Pela manhã, quando os sherpas regressavam da instalação de cordas, encontraram o peruano sem vida em sua barraca.

Montanhista experiente, considerado dos melhores do mundo, Richard Hidalgo idealizou o projeto de 14 montanhas acima de 8.000 para 2021, para coincidir com a data da independência do Peru. Caso tivesse conseguido, seria o primeiro peruano a realizar a conquista dos picos mais altos do mundo.

Hidalgo há tinha conseguido fazer seis delas: Shisha Pangma (8.013 m), Cho Oyu (8.201 m), Manaslu (8.156 m), Annapurna (8.091 m), Gasherbrum II (8.035 m) e Broad Peak (8.047 m). Parte de seu projeto consistia também em alertar as pessoas sobre as consequências do aquecimento global e do desaparecimento de glaciares.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.