Refrigerantes: Entenda como ele atrapalha o rendimento de qualquer atleta

Nos anos 80 havia uma propaganda de um refrigerante Teem, que tinha sabor limão, que era uma pessoa morrendo de sede pedir sempre o produto (mesmo morrendo no deserto). Sabemos que na realidade não funciona exatamente assim, e que para matar a sede devidamente que seja com água.

Uma pessoa que tem o hábito de beber refrigerante, seguramente deve saber que ele contém um grande volume de açúcar adicionado é considerável e isso atrapalha o rendimento de qualquer atleta. Pessoas mais radicais na área de nutrição já decretam que refrigerante faz mal a saúde.

Para quem está treinando forte e se preparando para, por exemplo, alguma via difícil, corrida desafiadora ou mesmo um trekking exigente, quais são as consequências do refrigerante para quem treina? A principal característica da bebida é que podemos encarar como uma espécie de “açúcar líquido” e com absolutamente nenhum nutriente.

refrigerante-acucar-2

Não saciam a fome

A lenda de que refrigerantes saciam a fome nasceu por conta da mentira de que supostamente os açúcares contidos na bebida não estimulam os centros de saciedade do cérebro. Há, entretanto, a sensação de “estar cheio” em uma refeição e ainda ingerir uma avalanche de calorias através de refrigerantes.

Esta avalanche é feita sem que a pessoa perceba, o que é “traiçoeiro”, independente do seu objetivo. Por que traiçoeiro? Porque faz com que a pessoa engorde, independente de ser fisicamente ativa. Para quem quer perder peso e, por exemplo, está em uma dieta hipocalórica, tomar refrigerante vai influenciar negativamente ainda mais.

Portanto, é por isso que muitas pessoas começam a perder gordura apenas quando começam a cortar o refrigerante de sua dieta.

Resistência à insulina

Uma das funções da insulina, que é um hormônio, é levar a glicose da corrente sanguínea para as células. Porém ao ingerir refrigerantes – como citado é um “açúcar líquido” – as células podem ficar insensíveis a ação do hormônio. A insulina não leva apenas glicose para as células (nossos músculos), mas outros nutrientes também, assim se estamos resistentes à insulina, significa que menos nutrientes poderão chegar aos músculos.

Em outras palavras: os músculos não estão recebendo nutrientes, e sim as reservas de gordura. As reservas de gordura podem estar espalhadas pelo corpo, mas a mais icônica está na barriga.

Resumindo: Resistência à insulina faz você ficar mais gordo e com menos massa muscular.

Pseudo-calorias

Qualquer alimento, até mesmo os considerados os “não saudaveis” (até mesmo o lanche no McDonalds) possuem alguns benefícios.

Por exempl: Aquela super-lasanha de carne de javali que sua avó faz sempre que a visita vai ter ingredientes ruins, mas vai ter proteína.

Aquela super e “inocente” picanha assada com os amigos em algum churrasco também. Um outro exemplo é o vinho, que é uma bebida alcoólica mas possui grandes quantidades do antioxidante.

refrigerante-acucar

O vinho quando consumido com moderação pode melhorar os níveis do colesterol no sangue. Desconsidere deste exemplo quem segue a filosofia de “garrafa aberta é garrafa morta”. Entretanto o refrigerante é formado apenas por calorias “vazias”, ou seja, não possui absolutamente nenhum nutriente para quem está treinando forte.

Refrigerantes são, portanto, apenas uma injeção oral de calorias vazias e recheadas de açúcar.

Viciantes

Muitas pessoas citam a sensação de prazer que sentem ao consumir refrigerante, e isso pode ser explicado cientificamente. Quando consumimos açúcar, nosso cérebro libera dopamina, gerando uma sensação de prazer.

O que explica porque solta-se sons de prazer quando consumimos um pudim e leite, ou mesmo um refrigerante de nossa preferência. Por conta deste prazer ser tão bom, o cérebro está sempre buscando por atividades que liberem este neurotransmissor chamado dopamina.

Ou seja: Quanto mais dopamina melhor.

refrigerante-acucar-3

Porém o cérebro não possui dispositivo de segurança, e mesmo que isto não seja saudavel, ele continuará procurando repetir a sensação. Pessoas que não conseguem controlar este tipo de “procura pelo prazer”, são as que normalmente são viciadas em algo.

Obviamente que o comportamento de alguém que está viciado em cocaína (que libera mundos de dopamina no seu consumo) é bem diferente de alguém em refrigerantes, por exemplo. Os efeitos colaterais serão, obviamente, o excesso de peso e capacidade física cada vez menor, até mesmo para atividades de cotidiano como caminhar e subir escadas.

Refrigerantes zero caloria/diet

De fato os refrigerantes zero calorias não possuem açúcares e portanto não vão gerar os malefícios relacionados ao seu consumo, mas não esqueçamos que eles ainda são adoçados artificialmente. E nesta frase “adoçados artificialmente” é usado um produto conhecido como aspartame, o qual é conhecido por causar problemas de saúde.

Aspartame tem maior poder de adoçar cerca de 200 vezes mais doce que a sacarose. Um estudo de revisão publicado em 2008 concluiu que a ingestão excessiva de aspartame pode estar envolvida na patogênese de alguns distúrbios mentais e no comprometimento da aprendizagem e função emocional

Não podemos esquecer que, tanto o refrigerante normal como o zero, podem conter ácido fosfórico em excesso e isso pode influenciar na absorção e uso de certos minerais, como o magnésio e cálcio.

Sucos de Caixinha/Latinha

Se você necessita beber algo, o suco parece ser a melhor opção, mas fique atento às armadilhas que possam acontecer. Sucos são feitos a partir da fruta, mas podem fornecer uma quantia excessiva de frutose.

Frutose é, no final das contas, açúcar, mas com um nome bonito e diferente. Portanto açúcar por açúcar, terão os mesmos malefícios que os refrigerantes.

Suco de frutas são ricos em vitaminas e minerais, mas quando removemos a fibra e ingerimos muito mais frutose que o normal, todos os benefícios vão por água abaixo. Porém fique atento também aos “néctar” vendidos como “sucos”, mas que na verdade são água com açúcar e pequena quantidade de frutas.

Sucos em pó possuem alta quantidade de maltodextrina (outro nome bonito para açúcar) e 3% de frutas.

Para maiores informações sobre sucos e refrigerantes acesse: http://canaldocampoamesa.com.br/

Engenheiro e Analista de Sistemas, começou a escalar em 2001 e escalou no Brasil, Áustria, EUA, Espanha e Argentina. É totalmente dedicado ao esporte de escalada em rocha e é apaixonado em filmes Outdoor. Para aproveitar melhor esta paixão fez curso de documentário na Escola São Paulo, além dos cursos de “Linguagem Cinematográfica” e “Crítica de cinema”. Foi jurado do Rio Mountain Festival. Já viajou de mochilão pelo Brasil, EUA, Áustria, República Tcheca, República Eslovaca, Hungria, Eslovênia, Itália, Argentina, Espanha, Uruguai e Paraguai, Holanda, Alemanha e Canadá.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.