Como praticantes de esportes outdoor podem reduzir o uso de plásticos?

Na última década os plásticos foram eleitos como os principais vilões por poluírem o meio ambiente. Várias medidas governamentais, para desestimular o consumo do produto, foram tomadas ao redor do mundo. Alguns países de maneira mais intensa, outros nem tanto. Mas o que isso influi para os praticantes de atividades outdoor? Infelizmente muito!

Basta verificar que grande parte dos utensílios para praticantes de esportes outdoor são de plástico, além de vários praticantes “improvisar” algum equipamento para economizar. Mas mesmo assim, o problema existe: como podemos reduzir o uso de plásticos no universo outdoor?

Foto: Cláudio Policarpo

O problema existe e não pode ser mais ignorado. Não é questão de ser alarmista, ou mesmo panfletário, mas segundo estudos (com dados obtidos bastante consistentes e não manipulados) pela Ocean Conservancy (ONG criada para monitorar a limpeza dos oceanos) no ano de 2025 haverá nos oceanos para cada três toneladas de pesca, haverá uma tonelada de plástico.

Pode parecer distante para você, que está praticando seu esporte nas montanhas, mas imagine que se no oceano apareceu este problema, imagine em um ambiente com ventos fortes e constantes que faz voar qualquer coisa para o praticante mais distraído.

Aquilo que eventualmente “voa” por distração não irá sumir por mágica. Portanto não confie apenas na boa vontade de políticos e políticas governamentais. Procure fazer a sua parte, mesmo que á princípio seja desconfortável.

Sacos Plásticos

Foto : Eduardo Leal | https://edition.cnn.com/

Procure evitar o uso extensivo de saquinhos plásticos. Não somente de supermercado, mas de todo o comércio que o distribui livremente. Não deixe para depois cobrar das mídias, qualquer que seja, que também preste atenção aos comércios que utilizem sacos plásticos de maneira não controlada. Isso porque, como dito antes, não somente supermercados são os grandes distribuidores de sacos plásticos.

Atualmente já existem bolsas plásticas com fibras orgânicas que são biodegradáveis, servindo iclusive para compostagem. Procure utilizar esta tecnologia de sacos plásticos para cobrir seu equipamento mais sensível à umidade, como câmeras fotográficas e eletrônicos.

Mesmo no supermercado, procure evitar usar os sacos plásticos do estabelecimento. Use a sua própria sacola, ou mesmo uma mochila. Use as caixas de papelão do supermercado para carregar os produtos comprados até o seu automóvel.

Garrafas plásticas

Foto: Serhii Suschenko

Talvez o produto que mais gere lixo, seja as garrafas plásticas. Qualquer lugar que se olhe, mesmo na cidade, há uma garrafa plástica abandonada. Por isso, você que é praticante de trekking procure adquirir a sua garrafa para líquidos. Modelos e fabricantes não faltam. Aqui mesmo na Revista Blog de Escalada há sempre a divulgação de novos modelos de garrafas para trekking.

Em alguns países já é considerado uma prática desaconselhável de quem tem o hábito de “reutilizar” garrafas plásticas. Mesmo ela sendo reutilizada algumas vezes, ela irá para o lixo ou mesmo esquecida em algum lugar. Desta maneira, aquela garrafa irá poluir em algum lugar.

Atualmente as garrafas para trekking possuem revestimento de uma película que não retém nem gosto ou odor (o que não é o caso das garrafas plásticas). São perfeitas para quem pratica atividades outdoor.

Café

O consumo de café é relativamente inocente correto? Depende! Todas as vezes que tomar café em algum lugar com um copo descartável, você está gerando lixo. Mesmo que seja apenas na cidade, alguém invariavelmente poderá depositar os copos plásticos de café em algum lugar que seja o seu favorito de trekking.

Portanto procure, sempre que tomar café em algum estabelecimento, usar xícaras de vidro e que sejam reutilizáveis. Mesmo que seja biodegradável, não jogue a borra de café no meio ambiente como se fosse algo natural. Se existir somente você no mundo, pode até ser que não haja problema, mas o ideal é que deixe o local que visitou da mesma maneira que encontrou. Mesmo sendo borra de café, é lixo e, por isso, deve ser descartado no recipiente adequado.

A mesma prática deve ser adotada para os seus restos de comida. Mesmo sendo comida para outros animais, lembre-se que é lixo criado por você e deve ser levado quando se retirar.

Engenheiro e Analista de Sistemas, começou a escalar em 2001 e escalou no Brasil, Áustria, EUA, Espanha, Argentina e Chile. Foi jurado do Rio Mountain Festival e já viajou de mochilão pelo Brasil, EUA, Áustria, República Tcheca, República Eslovaca, Hungria, Eslovênia, Itália, Argentina, Chile, Espanha, Uruguai, Paraguai, Holanda, Alemanha e Canadá. Realizou o Caminho de Santiago, percorrendo seus 777 km em 28 dias.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.