Raphael Nishimura fica em segundo lugar, e é o primeiro brasileiro da história da escalada subir ao pódium

O escalador Raphael Nishimura pode ser considerado hoje como o atleta  com melhor rendimento em campeonatos de escalada esportiva de toda a história do esporte na América do Sul.

O paulista , que é portador da deficiência distonia muscular desde os 8 anos de idade, sagrou-se vice-campeão de para-escalada no Campeoanto Mundial de Escalada Esportiva.

Nishimura assim se consagra como um dos maiores exemplos de superação da história do esporte.

Raphael não somente teve se superar a deficiência física que o acompanha desde os oito anos de idade, mas também a quase ameaça de não poder participar.

Todos os atletas brasileiros por muito pouco não puderam participar do evento por causa de atrasos e inadinplência constantes da federação brasileira.

Problema este que, apesar do assunto ter sido esfriado, sabe-se que irá acontecer novamente.

Muito disso também por NENHUMA marca brasileira de escalada (repito NENHUMA) patrocina os atletas da esclada.

Por este motivo, e por um caminhão de outros motivos, Raphael Nishimura pode se considerar hoje como o maior herói da escalada esportiva brasileira.

Parabéns Raphael você merece.

Formado em Engenharia Civil e Ciências da Computação, começou a escalar em 2001 e escalou no Brasil, Áustria, EUA, Espanha, Argentina e Chile. Foi jurado do Rio Mountain Festival e já viajou de mochilão pelo Brasil, EUA, Áustria, República Tcheca, República Eslovaca, Hungria, Eslovênia, Itália, Argentina, Chile, Espanha, Uruguai, Paraguai, Holanda, Alemanha e Canadá. Realizou o Caminho de Santiago, percorrendo seus 777 km em 28 dias.

There is one comment

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.