Raphael Nishimura fica em segundo lugar, e é o primeiro brasileiro da história da escalada subir ao pódium

O escalador Raphael Nishimura pode ser considerado hoje como o atleta  com melhor rendimento em campeonatos de escalada esportiva de toda a história do esporte na América do Sul.

O paulista , que é portador da deficiência distonia muscular desde os 8 anos de idade, sagrou-se vice-campeão de para-escalada no Campeoanto Mundial de Escalada Esportiva.

Nishimura assim se consagra como um dos maiores exemplos de superação da história do esporte.

Raphael não somente teve se superar a deficiência física que o acompanha desde os oito anos de idade, mas também a quase ameaça de não poder participar.

Todos os atletas brasileiros por muito pouco não puderam participar do evento por causa de atrasos e inadinplência constantes da federação brasileira.

Problema este que, apesar do assunto ter sido esfriado, sabe-se que irá acontecer novamente.

Muito disso também por NENHUMA marca brasileira de escalada (repito NENHUMA) patrocina os atletas da esclada.

Por este motivo, e por um caminhão de outros motivos, Raphael Nishimura pode se considerar hoje como o maior herói da escalada esportiva brasileira.

Parabéns Raphael você merece.

Engenheiro e Analista de Sistemas, começou a escalar em 2001 e escalou no Brasil, Áustria, EUA, Espanha e Argentina. É totalmente dedicado ao esporte de escalada em rocha e é apaixonado em filmes Outdoor. Para aproveitar melhor esta paixão fez curso de documentário na Escola São Paulo, além dos cursos de “Linguagem Cinematográfica” e “Crítica de cinema”. Foi jurado do Rio Mountain Festival. Já viajou de mochilão pelo Brasil, EUA, Áustria, República Tcheca, República Eslovaca, Hungria, Eslovênia, Itália, Argentina, Espanha, Uruguai e Paraguai, Holanda, Alemanha e Canadá.

There is one comment

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.