Qual o peso que uma corda de escalada aguenta antes de cortar-se ? – Uma explicação prática para leigos

Por mais que algumas pessoas estejam familiar, por terem escutado várias vezes de quem inicia, ou até mesmo por ter ficado curioso quando se pendurou em uma corda pela primeira vez, a pergunta é pertinente : Quanto aguenta uma corda de escalada antes de cortar-se ?

Os materiais de escalada são projetados para suportar cargas muito superiores ao que nossos corpos exercem no momento de pendurar-se. Mas quanto realmente é o que colocamos de carga em uma corda, cadeirinha e mosquetões ?

Estou referindo-me somente à corda como um conceito global.

Foto : Iskander Barrena

Para começar, quando pergunta-se “quanto acredita que aguenta uma corda ?”, quase todos arriscam valores próximos dos 200 a 300 quilos. Esta resposta, que é errada, está dentro da lógica do peso estático, pois a maioria dos escaladores (com raríssimas exceções, claro) pesa menos de 80 kg.  Desta maneira as pessoas leigas acreditam que apenas com o dobro deste peso é suficiente para uma corda aguentar.

Entretanto há algumas situações que devemos considerar antes de arriscar um valor baseado no próprio peso :

  • A corda, na realidade, deverá suportar obrigatoriamente pelo menos o dobro de seu peso, pois no outro extremo dela estará seu segurador. Com as duas pessoas penduradas (imaginando que cada uma tenha 80 kg) há no mínimo 160 kg de carga.
  • A força aplicada em uma corda não é estática, pois há os momentos de queda nos quais a energia sobre a corda aumenta a cada décimos de segundo que atua a gravidade, fazendo com que o peso exercido suba vários quilos.

Um exemplo prático disso é o do martelo sobre um prego. Somente o peso do martelo sobre um prego não produz nenhum efeito. Entretanto quando golpeamos com força o resultado é óbvio. Note que o peso do martelo não mudou em nada, mas a energia do movimento mudou drasticamente o panorama.

Mesmo com este exemplo simplista, podemos concluir que o movimento aumenta o peso. Por isso na escalada este mesmo conceito deve ser considerado quando avaliamos o peso exercido em uma corda de escalada.

Pendurado em uma corda sem mover-se (nem cair) o peso de seu corpo é o mesmo efeito do exemplo citado do martelo repousando sobre o prego. Este raciocínio, portanto, nos leva à seguinte dedução : uma queda pode ser tão violenta sobre a corda como um martelo é sobre um prego.

Sendo este artigo um meio de comunicação para quem não é físico ou matemático, a força de choque que iremos levar em consideração é o quilo (kg), pois é direcionado para que seja o mais simples, e entendível, possível.

As quedas na escalada geram sobre a corda uma força tanto do escalador como do segurador. A quantidade de quilos dependerá de muitos fatores, mas, o mais importante, é que devemos atentar-nos por ordem :

  1. Dinamização da queda do escalador – De longe este é o mais importante e que, infelizmente, não há a devida importância. É análogo a alguém que trata de deter a velocidade do martelo pouco antes de golpear o prego.
  2. Quantidade de metros de corda entre o assegurador e você
  3. Quantidade de metros de queda antes da corda tensionar, que não é o mesmo que a altura de metros de queda. Um bom segurador pode deixar cair mais metros antes de travar por completo para dinamizar a queda. Entenda o que é dinamização de queda neste link.

A quantidade de quilos que geramos com a força da queda dependerá do fator de queda, o qual é calculado dividindo a altura da queda pela distância da corda utilizada (veja figura para mais detalhes). O fator de queda determina a severidade da queda. Desta maneira, quanto maior o fator de queda, maior será a força aplicada na corda. O valor máximo possível de um fator de queda é 2.

Mas a pergunta ainda não foi respondida : Quanto aguenta uma corda de escalada ?

Uma queda, sem a devida dinamização, para uma pessoa de 80 kg a 10 metros de altura, e caindo 2 metros, é de 600 a 700 kg sobre o escalador, 1.000 kg sobre a última proteção. O tempo de tensionamento da corda será de 0.2 segundos. Uma boa dinamização pode baixar estes valores quase pela metade.

Este artigo pretendia ser o menos científico possível, mas o mais concreto possível para que entenda-se quais os “pesos” devem suportar uma corda para, desta maneira, ajudar ao iniciante a internalizar que os valores são altíssimos e bem diferentes do que pensa um raciocínio simplista.

Atualmente todos os materiais de escalada suportam aproximadamente 2.000 kg antes de romperem. Entretanto o bom uso de cada um destes materiais também é fundamental para que continuem funcionando bem.

Portanto para saber escolher uma corda de escalada corretamente leia artigo completo sobre o assunto neste link.

Tradução autorizada de : http://rocanbolt.com

banner-rocanbolt

Sobre o Autor

Gonzalo 'Gonzo' Riobbo

Gonzalo ‘Gonzo’ Riobbo

Gonzo Rocanbolt é chileno, médico, escalador e indiscutivelmente uns dos mais completos autores de artigos sobre treinamento de escaladores existentes no mundo. Respeitado em todo o mundo é o organizador do Simpósio de Medicina de Montanha no Chile e palestrante de eventos de escalada no Chile, Argentina e Espanha

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.