Quais e como são os cursos de “emergências em locais remotos”

Saber como atuar em situações de emergência é essencial para todos os praticantes de atividades ao ar livre. Saber identificar, avaliar e tratar de lesões, ferimentos e doenças utilizando técnicas especificas podem fazer a diferença entre a vida e a morte, principalmente quando estamos a quilometros de um hospital.

O Homem sempre gostou de se aventurar na natureza seja por trabalho ou lazer, nas montanhas, florestas, rios e desertos, locais longe da civilização onde não há estradas, hospitais e nenhum tipo de recurso que possa ser usado em casos de emergência.5469520221_3933bdee52_b[1]

Percebendo a necessidade de técnicas e cuidados específicos no atendimento a vítimas de acidentes nas montanhas do Colorado, alpinistas e patrulheiros na década de 60 começam a desenvolver nos Estados Unidos os primeiros programas de atendimento de primeiros socorros a vítimas em áreas remotas.

O objetivo dos cursos é reconhecer e avaliar as emergências, prestar atendimento básico e remover a vítima para tratamento definitivo no hospital, muitas vezes em locais de difícil acesso e com poucos recursos disponíveis.

No ano de 1976 é criado o primeiro curso Wilderness EMT (Técnico em Emergências Médicas para Ambientes Silvestres) preparando assim Paramédicos para entendimentos em locais remotos como parques nacionais e locais longe dos centros urbanos.Wilderness_AFA[1]

Em 1977 entidades como a NOLS e a SOLO desenvolvem os primeiros programas de primeiros socorros em áreas remotas para seus instrutores e assim esses cursos começam a ser ministrados para montanhistas, exploradores, guarda parques e etc.

Vendo a necessidade de aprimorar os programas de treinamentos são lançados então os cursos:

WFA – Wilderness First Aid – Primeiros Socorros em Áreas Remotos com duração média de 16hrs de treinamento.

first-aid-full[1]WAFA – Wilderness Advanced First Aid – Primeiros Socorros Avançados em Áreas Remotas com duração média de 40hrs de treinamento.

WFR – Wilderness First Responder – Primeira Resposta para Emergências em Áreas Remotas com duração média de 80hrs de treinamento.

Na década de 80 são criadas varias associações médicas voltadas aos atendimentos médicos em locais remotos como a WMA- Wilderness Medical Associates e a WMS – Wilderness Medical Society entidades que tem como objetivo pesquisar e desenvolver estudos sobre assistência médica em locais remotos.WFR(1)[1]

Nos países desenvolvidos onde a prática de atividades ao ar livre tem um grande número de adeptos como na América do Norte e Europa a procura desses cursos por parte dos praticantes é muito grande, na América do Sul, a procura por esse tipo de treinamento acontece muito na Argentina e Chile.

No Brasil os cursos WFA ainda são pouco difundidos e conhecidos pelos praticantes de atividades ao ar livre, são muito poucas as entidades ou centros de treinamento que estão habilitados e certificados a ministrar esses cursos no Brasil

Maiores informações:
[email protected]
www.padilhatreinamentos.com

padilhatreinamentos_banner450_002

WFA2-5[1]

Sobre o Autor

Marcos Padilha

Marcos Padilha

Práticante de Montanhismo e esportes de Aventura, Padilha é adepto de longas caminhadas e travessias, já fez caminhadas na Bolivia, Peru e Patagonia Chilena e Argentina no Brasil realizou caminhadas e expedições na Amazonia, Pantanal, Mantiqueira, Marumbi, Serra dos Orgãos, Pico da Bandeira e Serra da Bocaina dentre outros. Criou a PadilhaTreinamentos com o objetivo de ensinar as pessoas a conviverem e praticarem esportes junto a natureza de forma segura e saudavel, aliando a experiencia adquirida durante anos de vivencia em atividades ao ar livre e na vida profissional.

There is one comment

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.