Resiliência: Quais são os principais hábitos de pessoas resilientes

Qual a importância para uma pessoa que pratica montanhismo possuir resiliência? Por definição, a resiliência é a capacidade de qualquer pessoa em lidar com seus problemas, adaptar-se a mudanças, superar obstáculos ou resistir à pressão quando se encontra em situações adversas sem entrar em surto psicológico, emocional ou físico. Para isso a pessoa geralmente encontra soluções estratégicas para enfrentar e superar estas adversidades.

Esta característica é a que diferencia um atleta medíocre de um outro vencedor. Mesmo que técnica e fisicamente ele seja superior. Como lembra o personagem Morpheus no filme Matrix: O corpo não pode viver sem a mente. De nada adianta uma pessoa fisicamente apta a um desafio físico se mentalmente é despreparada para isso. Da mesma maneira que acontece na escalada e no montanhismo. Quantas vezes já viram pessoas muito fortes, mas quando desafiadas acabam por decepcionar a todos?

Foto: Three Peak Films / The Circuit Climbing | http://threepeakfilms.com/

A capacidade de ser resiliente, enfrentar vários tipos de pressão sem perder a concentração, é que garante campeonatos a atletas outrora desacreditados e condena outros a serem as “eternas promessas”. Em qualquer esporte há exemplos disso.

Um erro bastante comum é acreditar que a resiliência é algo parecido com uma capacidade nata, um dom especial que aparece de maneira mágica em algumas pessoas. Mas a realidade não é bem assim. A resiliência não é uma parte da personalidade da pessoa que já veja embutido na sua personalidade, muito menos tem a ver com o temperamento. É um processo o qual o indivíduo entra em uma dinâmica de interações com as demais, junto com o que há em seu entorno, que a faz superar as adversidades que aparecem.

Portanto, assim como as técnicas esportivas, são hábitos que são desenvolvidos com o tempo. Pessoas resilientes possuem hábitos diferentes e flexíveis pois não é uma receita de bolo. Entretanto há pontos comuns que podem ser desenvolvidos por uma “pessoa comum”.

Buscam melhorar a autoestima

Foto: http://www.e10pitches.com

Uma pessoa resiliente é capaz de reconhecer ações que façam hoje e que irá mudar a maneira que vive no futuro. Desta maneira, focam sus ações na melhora da autoestima e autoconfiança, mas de maneira consciente para assegurar que estas medidas são constantes.

Não confundir esta ação como uma fuga. Implementam as mudanças que, mesmo sendo desagradáveis a princípio, irá ter efeitos benéficos no futuro. Um exemplo: uma dieta de algo que goste muito, como um doce ou uma bebida alcoólica, é tirado da alimentação. A princípio irá desagradar, odiando cada momento sem aquilo. Mas em um breve tempo, ele mesmo poderá desfrutar dos benefícios, sentindo-se com a autoestima mais alta.

Um outro exemplo é o atleta buscar um outro lugar, ou mesmo outro método, de treinamento. Sair da zona de conforto para que, no futuro, esteja capaz de obter um resultado que lhe assegure uma autoestima a qual não possui.

Adotam tarefas criativas

A criatividade é uma das formas de fazer com que todos nossos pensamentos se foquem a uma solução de um desafio. A percepção de estar criando algo original, faz com que este método seja altamente estimulante. Isso porque a sensação de ter realizado um trabalho lhe dará prazer, pois as pessoas resilientes sabem e gostam de alterar as rotinas com pitadas de novidades e pequenos desafios.

Este tipo de hábito pode ser visto como procurar fazer cada vez melhor o que faz, mas diante de desafios diferentes. Você não verá, por exemplo, um escalador que possui o desejo de ser melhor no que fez ficar escalando somente em um local. Masturbar vias de escalada intermitentemente, somente pelo grau e para contar aos amigos, de nada acrescentará a ela. Ser desafiado em diversos tipos de realidades o ensina a ser melhor.

Há coisas que não pode controlar

Ninguém é o centro do universo. Isso não somente faz parte da característica de alguém resiliente, mas de qualquer pessoa preparada para viver em sociedade. Mas as pessoas resilientes são aquelas que conseguem entender que há situações que é impossível controlar e mudar em curto ou médio prazo. Aceitando o mundo como é, sem querer muda-lo a seu favor somente porque um desafio apareceu, é um hábito a se cultivar.

Por isso mesmo, quando um desafio aparecer, uma pessoa resiliente em vez de gesticular em protesto, da chiliques e apelar para o conhecido “mimimi” ameaçando a todos como se todos tivessem de obedecê-lo, deve focar em como adaptar a esta situação. Ficar preocupado com que o mundo escute o “chororô” a respeito de alguma série que não tenha gostado na televisão, alguma regra de campeonato que não gostou, ou mesmo emburrar porque alguém possui uma opinião diferente é o primeiro passo para o fracasso. Uma pessoa resiliente aprende que há coisas que não consegue mudar com berros, mas com ações no dia a dia e que nada, absolutamente nada, é mudado com o apertar de um botão.

Nunca deixa de buscar desafios

Foto: Jon Cardwell

Viver na zona de conforto é algo que absolutamente não faz parte da psique de alguém resiliente. Procurar desafios constantemente é um estilo de vida. Não que a pessoa o busque para alimentar o ego somente, mas para sentir que esta melhorando a cada dia em pequenas metas alcançadas. Tornar-se melhor o tempo todo, mas apenas fazer por fazer.

Não é questão de ficar escalando uma via até que a faça descalço, mas de ir procurar cada vez mais linhas diferentes em lugar distintos, estejam eles na sua cidade ou não. Mesmo que tenha de enfrentar uma realidade que não conheça, ou detecte uma limitação que não sabia que possuía. Pessoas resilientes buscam desafios para superá-los.

Sempre estão com pessoas com atitudes positivas

As pessoas resilientes possuem esta característica porque, entre outras coisas, já enfrentaram alguma situação difícil que as motivaram a serem resilientes. Portanto sabe a importância de um apoio moral, além de ser receptivo a críticas, especialmente as construtivas. Uma pessoa resiliente sabe muito bem que amigos que somente aplaudem nas vitórias, mas se escondem nas suas derrotas, são os piores inimigos que existem.

Por este motivo que atletas às vezes se entrincheiram com séquitos de bajuladores todo o tempo, para mentir a si mesmo que tudo está bem. Pessoas resilientes sabem seus erros, sabe escutar críticas, estão preparadas para broncas e, preferencialmente, até gostam disso. Pois pessoas que apontam as falhas, sem deixar de incentivar o positivismo nas criticas, são amis resilientes do que as que se escondem por detrás dos amigos bajuladores.

Uma pessoa resiliente sabe que uma crítica vale muito mais que falsos elogios. Os elogios falsos apenas fazem com que as pessoas mintam a si mesmas, o que não é características de alguém resiliente.

Possuem bom humor e humildade

Uma coisa é fato: uma pessoa resiliente quer ser sempre melhor que ele mesmo. Portanto sabe o valor de ter humor e humildade todo o tempo. Possuem consciência de que ninguém é seu escravo ou serviçal e que, invariavelmente, aparecerá alguém que faz algo melhor que ela. Entretanto, isso não importa a ela, pois esta determinada a fazer melhor o que ela mesma faz, não necessariamente o que outra faz.

Por isso mesmo valoriza a boa educação e humildade. Saber que não é melhor que ninguém e que é importante evoluir sempre, como pessoa ou como atleta, é fundamental para qualquer evolução. Isso porque enfrentar adversidade significa olhar mais além do que parece somente estresse e ansiedade diante de um desafio.

Formado em Engenharia Civil e Ciências da Computação, começou a escalar em 2001 e escalou no Brasil, Áustria, EUA, Espanha, Argentina e Chile. Foi jurado do Rio Mountain Festival e já viajou de mochilão pelo Brasil, EUA, Áustria, República Tcheca, República Eslovaca, Hungria, Eslovênia, Itália, Argentina, Chile, Espanha, Uruguai, Paraguai, Holanda, Alemanha e Canadá. Realizou o Caminho de Santiago, percorrendo seus 777 km em 28 dias.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.