Palestra no Clube Alpino Paulista relembra os 58 anos da instituição – Domingos Giobbi e pioneirismo serão abordados

O programa Papo de Montanha é um ciclo de palestras e diálogos iniciado em agosto de 2017, e que consiste em ouvir os sócios históricos do Clube Alpino Paulista (CAP) em palestras programadas em estilo casual, revisitando a história do clube em seus momentos marcantes e estabelecendo um diálogo contemporâneo sobre as atividades e sobre o papel social dos clubes na atualidade.

O próprio nome do programa “Papo de Montanha”, é um resgate histórico do antigo jornal interno do CAP chamado “O Papo“. O antigo jornal era destinado a contar histórias das conquistas dos sócios do clube, as atividades e as futuras programações a todos os interessados. Revisitar as ideias difundidas no veículo tem o claro objetivo de valorizar o passado, contextualizar o presente e planejar melhor o futuro, propondo novas conquistas e refazendo as conquistas que nos trouxeram até aqui.

O ciclo de palestras do CAP possui como eixo principal a história do próprio clube nos eventos que decorrem de sua existência, mas traz também atividade e eventos de assuntos relacionados ao montanhismo histórico de São Paulo e da trajetória dos primeiros exploradores e viajantes que percorram o mundo a partir do CAP, ou encerrando sua carreira.

Esse programa tem como objetivo mostrar para as pessoas toda uma série de fatos e eventos desconhecidos do público em geral e, muitas vezes, dos próprios sócios, dando uma nova cara ao clube, tornando o ambiente de montanha, e próprio clube, mais acessível aos interessados em um estilo de vida na montanha.

A palestra do mês de setembro, 58 anos na montanha: Histórias do Clube Alpino Paulista, já tem data confirmada para o dia 27 de setembro às 21:00 na sede do Clube Alpino Paulista.

Rua Gomes de Carvalho, 823 – Vila Olímpia, São Paulo.

Detalhes da palestra

O montanhista Marcelo Belo conta um pouco da história do clube a partir de sua trajetória, convivência com Domingos Giobbi e Cursos Básicos desde o final dos anos 90.

Domingos Giobbi, filho mais novo de imigrantes italianos, nasceu em São Paulo e, por conta de sua ascendência, sempre teve proximidade com a Itália. Crescendo entre Brasil e a Itália (especialmente em Schignano, onde foi batizado) graduou-se em 1951, alternando entre a Politécnica da USP e Politécnico di Milano.

Durante a faculdade associou-se ao Clube Alpino Italiano. Após uma temporada de ascensões na Cordilheira dos Andes, fundou o Clube Alpino Paulista em 1959. Idealizador e tido como romântico, Domingos sempre declarava que o CAP fosse um centro de difusão da cultura do montanhismo e consolidação do esporte.

 Os cursos básicos de escalada e montanhismo do CAP são considerados dos mais completos em todo o país. O conteúdo e carga horária servem de parâmetro a outros clubes e instrutores de escalada.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.