Ouray Ice Festival: Como foi um dos maiores festivais de escalada em gelo do mundo

Por Gabriela Paes

Nos dias 25, 26 e 27 de janeiro aconteceu a edição anual do Ouray Ice Festival no estado do Colorado, Estados Unidos. Eu (@gabiipaess) e o Yudi (@yuditomita) estamos morando aqui nos EUA por um tempo e comparecemos ao evento que ocorre no Ice Park da cidade que fica a duas horas do nosso apartamento. Acordamos muito cedo para chegar lá por volta das 8:00 e conseguir os equipamentos de demonstração que as marcas apoiadoras do evento disponibilizam e estacionar o carro o mais próximo possível da entrada do parque.

Um americano amigo do Yudi nos emprestou um carro de 1984 para que conseguíssemos ir. Todos os dias precisávamos gastar um tempo para ligar e aquecer o carro por causa do frio e por ser antigo. Enquanto eu fazia o café da manhã o Yudi descia para fazer isso. Para chegar até lá contornamos várias montanhas de carro, um visual incrível com o nascer do sol lindo! Nós curtimos muito road trips, é interessante observar a paisagem mudando. A primeira coisa que fazíamos quando chegávamos ao parque era procurar as tendas das marcas para pegar os equipamentos antes que acabassem.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Rebecca Lewis (@rebecca.lewis.climbing) em

A disponibilização de equipamentos é fundamental para promover e desenvolver o esporte uma vez que mesmo pessoas que nunca tentaram antes e não tem nenhum equipamento podem tentar! Além disso, o Yudi participou de clínicas (aulas) com atletas para aprender as técnicas da escalada em gelo. As aulas são dadas por atletas e o top rope fica preparado. O Yudi participou de duas aulas, uma sobre escalada em gelo avançada e outra sobre escala mista (rocha e gelo) para iniciantes.

Achei o evento muito bem organizado, foi muito legal ver tantas pessoas trabalhando de forma voluntária para dar segurança ou em qualquer outro setor. Além de contar com as tendas das marcas com muitos equipamentos, dá vontade de comprar tudo! Havia algumas tendas de comida também. Um evento para vários públicos e idades, desde que quem só vai para assistir o campeonato que acontece até pessoas que escalam em gelo há muito tempo!

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Yudi Tomita (@yuditomita) em

No Brasil, nós escalamos em rocha, essa foi minha primeira experiência no gelo. O Yudi, porém, já havia escalado antes no Peru. Foi totalmente novo para mim, parecia como nas primeiras vezes escalando que a gente não sabe nem o nome dos equipamentos! É uma experiência bem diferente e congelante!

Os equipamentos são mais pesados e é necessário usar muita roupa. Inicialmente senti dificuldade em me movimentar com tanta roupa, e devo confessar que é uma arte saber manusear equipamentos, fazer os nós e tudo mais usando luvas grandes! Ice pick, crampons, botas e roupas de frio são os equipamentos necessários que diferem da escalada em rocha. Além disso, corda, cadeirinha, capacete, costuras, mosquetões são utilizados também.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Christopher Gibisch (@chrisgibisch) em

A técnica é bem diferente também, por ser minha primeira vez, tive dificuldade em confiar nas mãos e nos pés, inicialmente parece tudo muito escorregadio. Além disso, por escalar em rocha, utilizei muito disso na escalada em gelo, o que nem sempre ajuda. Escalei todas as vias em top rope, já guiei apenas uma via no Brasil e lá a segurança fica pronta só esperando os escaladores. Eu fiquei na Kids Wall e me impressionou ver tantas crianças escalando junto comigo!

Achei incrível ver os pais levando seus filhos para conhecer o esporte. As crianças são muito mais destemidas do que nós. Foi uma experiência bem legal para mim, eu e o Yudi amamos novas aventuras, viajar e tentar novas coisas.

Há um ano eu realmente conheci o universo do “climb” em uma viagem que fiz para o Sítio do Rod e desde então a escalada tem me proporcionado momentos maravilhosos, com pessoas muito legais em lugares incríveis. Escalada também significa muito para mim no âmbito pessoal, promove autoconhecimento e requer superar várias barreiras internas. Essa nova experiência em gelo só reafirmou tudo isso, foi bem legal!

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Yudi Tomita (@yuditomita) em

No festival também rolou um campeonato irado com uma mistura de vários tipos de escalada, tanto gelo, como rocha e também com agarras artificiais estilo indoor. Muitas pessoas vão apenas para assistir e realmente é emocionante! Nós assistimos um pouco nos intervalos entre uma escalada e outra. Curti muito o astral do lugar, o pessoal que gosta de escalada ou está conhecendo, idosos e crianças arriscando pela primeira vez, é muito inspirador ver todo esse movimento em torno da escalada.

O Yudi conheceu o David Lama, famoso escalador que manda muito na escalada em gelo, e teve até a oportunidade de tirar uma foto com ele. Foram dias muito leves e felizes, cheios de superação e diversão. Vale a pena ir ao festival, o evento é muito interessante!

Produzimos um vídeo para o canal do youtube (assista no topo do artigo) para podermos compartilhar um pouco mais dessa experiência.

Para saber mais sobre vários relatos de viagens como esse e muitas coisas mais: https://www.alegriasecreta.com/

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.