Orange Towers – Como é a escalada urbana no Soweto

No famoso bairro do Soweto, periferia de Joanesburgo, está localizado um dos pontos turísticos do bairro, a Orange Towers.

Duas torres de refrigeração de uma antiga usina de energia, revitalizada com pinturas e com um complexo de esportes na sua base. Esportes como paintball, bungee jump, escalada e até um futebol dos funcionários após o expediente rola por lá.

Foto: Carlos Eduardo

Claro que nosso interesse estava na escalada, então, pedimos algumas informações que estamos repassando para aquele turista que quer colocar a prática no seu roteiro. São duas vias, de aproximadamente 20 metros, na parede da torre, que começa positiva e depois tem uma parte em negativo, vias simples, afinal é para todos.

Não é possível guiar então só tope rope, todo o material é fornecido pelo administrador do espaço. As escaladas só ocorrem na sexta, no sábado e no domingo das 10:00 até as 18:00. Portanto programe-se.

O custo para uma única subida fica em R$ 120,00 (aproximadamente R$ 30,00), a segunda subida não é o mesmo valor, tem um descontinho, R$ 100,00 e assim por diante.

Não é um local para treino, ou forçar seus limites, sendo a principal ideia é a divulgação do esporte, mas imagina você escalar uma torre de refrigeração de energia e de quebra ter a vista para o Soweto e Joanesburgo, por esses motivos vale a pena uma subida.

Foto: Carlos Eduardo

Por que África do Sul?

Estamos realizando trabalho voluntário nos 5 continentes, principalmente nas áreas sociais e de meio ambiente, e iniciamos pela África. Nossa iniciativa, batizada de Projeto Espírito Livre – Voluntários pelo Mundo, pretende atuar nos cinco continentes, sempre com propósito solidario.

Trabalhos sociais como conservação de animais, mudanças climáticas, alimentação responsável, bio construção, saneamento, saúde e causas humanitárias serão contemplados ao longo da execução do projeto.

Primeiramente iniciamos pela África do Sul, e mais 13 países do continente africano. Seguindo o propósito do projeto, a escolha do próximo continente dependerá da necessidade mais urgente de voluntários.

Além disso, pretendemos manter um canal para divulgar nosso trabalho, aconselhar e dar dicas a todos aqueles que quiserem seguir os nossos passos.

O que é Soweto

Foto: Carlos Eduardo

Soweto é o resultado da junção de South Western Townships, que significa “Bairros do Sudoeste”. Atualmente é uma cidade contígua a Joanesburgo para juntar, sob uma mesma administração, um conjunto de bairros para negros.

À época, pelas leis do Apartheid (regime de segregação racial adotado de 1948 a 1994), os negros não podiam viver em áreas reservadas aos brancos. Por isso os “bairros do sudoeste” foram construídos para alojar os trabalhadores negros das minas de ouro. Desta maneira alguns bairros de cidadãos negros da classe média foram incorporados ao Soweto.

A região ficou conhecida na época do Apartheid por ser foco de resistência anti-racista e de protestos dos negros contra a política oficial de discriminação racial da África do Sul.

No ano de 1983, o Soweto deixou de fazer parte da municipalidade de Joanesburgo, passando a ter o estatuto de cidade e a sua própria administração e atualmente possui população de aproximadamente 1.200.000 habitantes.

Foto: Carlos Eduardo

Foto: Carlos Eduardo

Foto: Carlos Eduardo

Ana Carolina e Carlos Eduardo são um casal apaixonado por esportes outdoor, viagens, fotografia, gastronomia e natureza. Ela bióloga, ele chef de cozinha, sommelier, cervejeiro e fotógrafo amador, escalam desde 2015 com o objetivo de conhecer os locais mais inusitados do mundo. Atualmente sem residência ou emprego fixo, rodam o mundo ajudando a quem precisa em trabalhos voluntários e buscando novos locais para escalar. Levam na bagagem 16 países, uma máquina fotográfica, duas sapatilhas de escalada, um saco de magnésio e muitas histórias para contar.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.