Oito dicas para conseguir evoluir na escalada de forma rápida e simples

Este artigo nos chegou graças ao nosso parceiro escaladagranada.es O artigo foi traduzido e possui bons conselhos.

São muitas as ocasiões as quais nos esforçamos para melhorar e aprimorar as capacidades  que possuímos na escalada. Mas, o que aconteceria se, em vez disso, nos concentrarmos em utilizar o potencial que já temos?

Seguramente que as dicas abaixo, para quem é ou não novato, e servirá para refletir e progredir.

Visualização

Foto : http://alexchapmanclimbing.com/

A grosso modo, a visualização poderia ser definida como a arte de escalar com a mente. A habilidade de fazer um percurso de maneira virtual através de um esquema de aprendizagem que nos ajude a minimizar a margem de erro e o grau de incerteza ao escalar.

Desta maneira focalizando a atenção nos agentes mais importantes da situação e melhorando o ritmo de execução que, por sua vez, diminuirá o tempo de escalada e o gasto energético. Geralmente melhora a eficiência na escalada. para saber mais sobre técnicas de visualização de vias de escalada leia artigo completo aqui.

Aprenda a respirar

Apesar dos mecanismos que regulam a respiração sejam automáticos, algumas situações podem nos levar a manter períodos de apneia, o que dificulta o metabolismo aeróbico. Isso fará com que cansemos antes, exigindo que respiremos mais posteriormente e, consequentemente, a via que estamos escalando pareça mais difícil do que na realidade é.

Por isso, controle a respiração até convertê-la em uma ação que se regula automaticamente de acordo com as partes da via de escalada.

Utilize a força na agarra boa

Este ponto é derivado do item anterior e que ajuda a melhorar na escalada : relaxar. Aprender a relaxar-se, não escalando tenso por sensações que induzem a utilizar em várias agarras muito mais energia e força do que realmente é necessário.

Ou seja, quando esteja escalando, deve se esforçar por recuperar-se a cada movimento caso tenha usado da força; Procure fazer  cada movimento com a força adequada ou realmente será capaz de estar na mesma agarra utilizando uma força menor? Obviamente que dominar esta técnica lhe ajudará a economizar mais energia e, por isso, ser capaz de escalar vias mais duras.

Aumente seu repertório de movimentos

Foto : David Finch | http://www.letsbewild.com/

Procure aumentar sempre seu repertório de movimentos e seu gestual: possivelmente este seja um dos pontos que definem um escalador experiente de um que não é. Cada vez que escalar uma via, ou uma linha de boulder, enfrentará movimentos que podem ser ou não novos. Por isso é fundamental que consiga internalizar estas novas situações, armazenando na sua memória novos movimentos como calcanhar alto, entalamentos, oposições, descansos e, inclusive, quedas em distintas angulações.

Isso ajudará você a ser eficiente nas suas escaladas à vista e permitirá que tenha a capacidade de resolver de forma mais eficaz crux que à princípio pareciam impossíveis. Isso porque terá à sua disposição um amplo catálogo de movimentos e gestos que irão te ajudar. Resumindo : não fique fechado a somente um tipo de escalada (aderência, negativos, arestas, etc). Toda esta variedade de cenários te ajudará a melhorar de maneira uniforme a sua escalada, permitindo realizar em cada oportunidade.

Preste atenção nas marcas de magnésio (elas são sua aliadas)

Foto : Acervo pessoal Janine Falcão

Infelizmente cada vez é mais comum ver nos locais de escalada, vias cheias de marcas de magnésio. Não importa se são apenas marcas de magnésio, ou simplesmente produto do desgaste das sapatilha de escalada na rocha (as marcas muito negras pelo desgaste da borracha). Quando escalar, suse-as, se um pé está tremendamente escurecido, ou uma mão muito branca de magnésio, é porque a maioria dos escaladores que passaram ali as usaram. Provavelmente exista outras agarras, mas estas são as mais utilizadas.

Vale destacar : a importância de escovar as vias de escalada depois de escalar é para conseguir com que os locais de escalada sejam mais populares e a tradição de escalar à vista persista. Pois o “truque” de usar estas marcas como referência tira a pureza da escalada à vista e o que ela representa.

Use os pés

Foto : Jose Tomas Labrin

É muito comum acreditar que a força nas mãos representa a maior porcentagem de êxito de um escalador. Obviamente que ter uma grande força nas mãos e braços te ajuda a escalar com maior segurança, mas saber colocar os pés corretamente é um dos principais elementos que ajudam a melhorar na escalada. Esta prática marcará a diferença entre ser capas de enfrentar escaladas mais ou menos duras, ou até mesmo complexas.

Portanto se não encontrar agarras de mãos, seguramente seus pés é que estão baixos. Caso perca o equilíbrio, possivelmente são seus pés que estão mal posicionados. Se somente usa os braços, suas pernas apenas representam um lastro a você. Neste sentido lhe incentivo a que seja consciente de todas estas situações para, enfim, repensar sua maneira de posicionar os pés. Isso irá lhe ajudar a encontrar um melhor centro de gravidade e evitar “abertura de portas”, encontrar descansos, alcançar agarras altas, etc. Use-os! Quando aprender a usá-los, seus pés se converterão em um de seus melhores segredos.

Seja otimista

São muitos os escaladores que antes de enfrentar uma via, já existe o fracasso na sua mente. É importante ter atitude positiva, saber quais as suas capacidades e limitações, conhecer seu corpo e aprender a escutar-lo. Mas o que nunca irá servir de nada , é o pessimismo e a negatividade diante de uma situação nova ou desconhecida. ter medo e desconfiança de acreditar que consegue fazer. Claro que pode fazer!

Mas sempre que vá escalar, é importante que esteja rodeado de boas companhias, com atitude mais positiva e que ira transmitir as melhores sensações para conseguir seus objetivos.

Sinta-se seguro

Em algumas ocasiões desconfiamos de nossa segurança, especialmente nas situações que pensamos que possa nos machucar e, por isso, nos limita a evoluir na escalada. Neste sentido, está demonstrado que o uso de elementos passivos de segurança, como o caso do capacete, pode nos induzir a uma confiança bem concreta. Desta maneira há um sentimento de invulnerabilidade que nos ajuda a continuar a escalar sem ficar pensando nos riscos que o esporte pode nos machucar.

Por isso, te aconselhamos a escalar com seguradores experientes, que ajude a você ficar concentrado no que realmente importa : seguir em frente. Escalar sem pensar se seu colega, responsável pela segurança, saberá reagir com efetividade e destreza a uma possível queda inesperada, dar corda de maneira rápida, etc.

Conclusão

Espero que estas dicas tenham servido para refletir sobe o que faz bem, ou mal, e que possa evoluir. A escalada é um lindo esporte, composto por uma grande quantidade de incógnitas nem sempre fáceis de decifrar. Em muitas ocasiões poderá te frustrar não saber como subir de grau, como passar de um crux, ter um medo que te limita, não saber deixar de escalar de top rope, etc.

Nestas situações somente tem de pensar que o mais importante para evoluir na escalada é aproveitar cada momento que passe no local de escalada, com seus amigos, com cada metro que suba e, assim, sinta-se mais livre, perto do céu e todas as emoções que sinta quando encadenar uma via ou subir uma montanha.

Tradução autorizada de Escalada Granada

Sobre o Autor

Escalada Granada

Escalada Granada

Mídia digital dedicada ao mundo do esporte em geral, e mais especificamente à escalada esportiva. Com linha editorial baseada na pluralidade de opiniões e variedade de informação.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.