Óculos de prisma em escalada: Quais as vantagens e desvantagens desta novidade?

Tido como das maiores novidades da prática de escalada, os óculos de prisma (belay glasses em inglês), utilizados por quem provê segurança na modalidade esportiva, ainda levanta muitas questões a respeito de sua efetividade.

O motivo alegado para quem gosta da novidade é descansar o pescoço enquanto o parceiro escala. A partir disso surge uma pergunta importante: é realmente eficiente esta novidade?

Foto: https://www.verticallstore.com

Antes de chegar a conclusão a esta pergunta, e necessário entender como o equipamento funciona e como é fabricado. Desta maneira, usando mais a racionalidade e menos a passionalidade, é possível chegar a uma resposta razoável. A razão para que foi projetado o produto, é evitar a extensão excessiva do pescoço.

O desenho das lentes permite que o campo de visão seja feito através da reflexão da luz em uma lente prismática. O resultado é a possibilidade de ver com o pescoço em posição “normal” (olhando para frente) o reflexo das imagens que estão acima através do prisma.

Dor na coluna cervical

O fato de que é possível diminuir a extensão cervical, causando desconforto no final do dia, também significa diminuir a pressão efetuada nas articulações facetarias do pescoço. Desta maneira é possível evitar as dores tanto no momento de prover segurança a um escalador, quanto posteriormente no final do dia. Mas o que causa tanta dor no pescoço?

Quando esticamos o pescoço, as articulações facetarias ficam próximas umas das outras. Esta aproximação é o que faz com que olhemos para cima. Mas esta posição quando feita por muito tempo, faz com que as articulações facetarias se comprimem umas às outras. Esta compressão pode criar dores incômodas e trazer alguns problemas como neuralgia, artrose cervical, espasmos musculares e neuralgia occipital.

Os exemplos citados são extremos de incômodos. Para evitá-los podem ser feitas algumas soluções paliativas. Uma das mais comuns são deixar de ficar olhando fixamente o escalador todo o tempo, sobretudo no momento que este esteja descansando. Uma outra solução é ficar mais afastado da parede, para diminuir o ângulo de inclinação do escalador. Há quem até mesmo usa uma almofadinha, ou mesmo um casaco volumoso enrolado no pescoço, para que fique apoiado em algo.

Vantagens

A principal vantagem dos óculos de prisma é a possibilidade de diminuir a pressão no pescoço e “descansar” o pescoço. Este tipo de conforto é, claro, a primeira vantagem que o produto alardeia em suas propagandas.

Uma outra vantagem, é poder restringir a visibilidade do segurador a pessoas à sua volta, forçando-o a somente prestar atenção em você. Até mesmo para alguém puxar conversa com alguém com os óculos de prisma, é desconfortável socialmente o que, indiretamente, é uma vantagem indiscutível.

Desvantagens

Uma das desvantagens apontadas por quem utiliza este tipo de equipamento, é que quando um escalador vai descer é o momento considerado mais delicado e perigoso. Isso porque o segurador possui visão limitada do que o escalador estiver fazendo, impossibilitando a revisão, ao menos de longe, das técnicas de backup. Neste caso, a melhor solução é tirar os óculos no momento que a escalada terminar.

Uma outra desvantagem, é apontada para quem está usando pela primeira vez a novidade. Muitos os consideram pesados e até certo ponto desconfortáveis. Nas primeiras vezes que são utilizadas, é necessário um certo tempo para que tanto escalador quanto segurador se acostumem com o funcionamento.

Como todo equipamento de escalada, é muito útil quando o usuário o domina. Para isso é aconselhável que primeiramente, tanto escalador quanto segurador, estejam em vias abaixo de sua capacidade. Pois é necessário treinamento e costume para que o uso de óculos de prisma seja natural e sem criação de problemas.

Uma outra desvantagem do aparelho, é que muitas academias, sobretudo na Europa, proíbem o seu uso, pois dificulta a visualização da manipulação do equipamento de segurança. Além disso, por ser uma novidade bem recente, não há nenhum tipo de certificação a respeito da qualidade do produto e ainda não há disseminado na cultura quais seriam as melhores marcas e os motivos.

Argentina de nascimento e brasileira de coração, é apaixonada pela Patagônia e Serra da Mantiqueira.
Entusiasta de escalada, trekking e camping.
Tem como formação e profissão designer de produto e desenvolve produtos para esportes de natureza.

There are 2 comments

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.