O Yoga NÃO é um complemento para a escalada ? Entenda o por quê

Faz bastante tempo que o Yoga meio que “se impôs” como um complemento ideal para a escalada e quase que unificou opiniões sobre o assunto. Mas acredito que devo dar minha opinião, como médico e escalador, a qual é diametralmente oposta com a respectiva explicação e, também, derrubar alguns mitos a respeito da prática de Yoga como atividade física complementar da escalada.

Faz tempo que alguns “escaladores famosos” promovem o uso do Yoga como uma atividade complementar para a escalada mas, à primeira vista, o que parece evidente é que são poucos atletas, mas com muito poder midiático e que não competem no nível da elite. Sem, claro, desmerecê-los, pois fazem coisas incríveis na rocha.

Então destaquemos que competidores de elite, em especial de países da Europa (norte ou leste) usam o que podem para chegar a serem os melhores.

yoga-e-escalada2

Se necessitarem comer grama das estepes norueguesas do início do solstício de inverno, o fariam. Em específico estes atletas não fazem yoga e, neste aspecto, a lógica parece não valer para o sofisma de “yoga complementa a escalada”.

A prática de Yoga oferece um corpo flexível, forte, concentrado e equilibrado. Cada vez mais aparecem tipos de prática de yoga que oferecem qualidades físicas próprias de um levantador de pesos.

A flexibilidade é fundamental para a escalada, isso sem dúvida, mas há muitos exercícios de flexibilidade (alongamentos) específicos para escalada que não se parecem com os praticados no Yoga e que são mais rápidos, efetivos e eficazes.

Para escaladores com baixa flexibilidade de quadril, há treinamentos focados nesta debilidade e, cientificamente falando, é o caminho a seguir. A solução requer menos tempo do atleta e, assim, evita-se uma sessão de yoga com exercícios redundantes, ou até mesmo inúteis, para a performance do escalador.

yoga-escalada

Por outro lado, em estilos de Yoga mais “agressivos”, é possível produzir um over training (sobre treinamento) muscular e tendíneo-ligamentar. Numa sessão de escalada, ou treinamento de força para escaladores, é necessário certos períodos de descanso e o Yoga não é precisamente uma sessão de SPA.

A prática de Yoga pode, em determinados casos, produzir lesões e, consequentemente, as novas tendências da prática, que são mais físicas, têm provocado lesões, este efeito colateral é pouco difundido . Existem casos documentados de rompimento de tendão de Aquiles (um tendão bastante forte), lesões de coluna cervical (algumas com tratamento cirúrgico) e lesões no quadril.

Para mais detalhes basta visitar o site Yoga Journal  no qual há vários artigos que falam de lesões importantes e relacionadas à prática de yoga, muitas delas devido à má execução.

Porém, no mesmo site, há outros relacionadas com o sobre treinamento (overtraining),ou ainda em pessoas que não estavam preparadas para certa posturas da prática. Para a escalada, que é já lesionante por si mesma, é como buscar uma prática para lesionar-se mais.

Foto : Foto : http://www.yogawarrior.co.za/

Foto : Foto : http://www.yogawarrior.co.za/

Buscar espiritualidade no Yoga é algo, na minha opinião, muito subjetivo, mas não há nada mais espiritual que encadenar uma via que, a princípio, parecia impossível. Pois se alguém está treinando bem, sem dosar menos ou mais que o necessário, poderá escalar o que quiser.

Não é complemento

O Yoga pode ser uma excelente atividade física nela mesma mas, na minha opinião, não é efetivamente um complemento ideal para a escalada. Acredito, inclusive, que deveria, em alguns casos, ser evitada. De preferência aquelas práticas mais agressivas.

Se alguém me dizer que Yoga ajudou na sua flexibilidade, a minha resposta é a seguinte : pode ser que não conheça alguns exercícios de escalada específicos de flexibilidade (chamados de alongamentos) os quais poderiam ter surtido efeito em um terço do tempo que uma sessão de yoga e que, dependendo da maneira que fizer, até mais eficientes.

Uma sessão de yoga, de uma maneira geral, é um professor ministrando um conteúdo a vários alunos diferentes. Uma sessão de flexibilidade é uma atividade individual e ajustada de acordo com o que busca cada atleta. Além disso, desta maneira, o escalador evitará alongamentos de músculos que não usa na escalada além de evitar fadiga muscular, lesões e falta de especificidade para melhorar a flexibilidade que realmente necessita.

yoga-escalada-2

Minha opinião médica científica é que o yoga não é um complemento e, dependendo do seu nível de escalada, deveria evitar.

Se você gosta de praticar Yoga, continue a fazer. Mas se alguém que gosta, por exemplo, de tênis de mesa (ping-pong) e que isso seria recomendado para aprimorar a agilidade de escalar, eu responderia  algo muito parecido com o que penso sobre a relação de yoga e escalada.

Portanto, não acredite em tudo que te digam, pois talvez tenha acamado de ler um artigo sem fundamento científico mas que se encaixa em sua necessidade, mas ele pode ser verdade ou não. Por isso incentivo a todas as pessoas a buscar o lado B de todos os assuntos,  pois existe uma alta possibilidade, após investigar, que decida somente seguir escalando e não tentar o ping-pong como complemento.

Tradução autorizada de : http://rocanbolt.com

banner-rocanbolt

Sobre o Autor

Gonzalo 'Gonzo' Riobbo

Gonzalo ‘Gonzo’ Riobbo

Gonzo Rocanbolt é chileno, médico, escalador e indiscutivelmente uns dos mais completos autores de artigos sobre treinamento de escaladores existentes no mundo. Respeitado em todo o mundo é o organizador do Simpósio de Medicina de Montanha no Chile e palestrante de eventos de escalada no Chile, Argentina e Espanha

There are 11 comments

  1. Vivi

    Mandou mal logo no começo, não sabendo regra de ortografia simples. O “porquê” da Yoga não ser complemento da escalada, é junto, não separado.

    Mas eu entendi, você deve ter escrito separado justamente porque está fazendo um questionamento, não uma afirmação. Deveria se colocar na humilde posição de um mero médico escalador que pode entender muito de uma coisa e muito de outra, mas que não sabe de tudo. Se a intenção é expressar a sua opinião, você não deveria ser tão incisivo e prepotente.

    Você não possui conhecimento suficiente sobre yoga pra afirmar isso, tudo com base em algumas informacoes esparsas de alguns sites. Na California, praticamente todas as academias de escalada oferecem yoga. Até pq não se trata de mera atividade fisica ou de mero alongamento. Yoga trabalha o equilibrio mental, algo de suma importancia na escalada. Algo retratado no livro so Arno, guerreiro da rocha, que provavelmente vc nunca leu, mas deveria!
    Muitos escaladores leem seu blog sempre e se influenciam pelo que vc posta. Sei que cada um tem liberdade pra falar o que quer, mas como um influenciador de pessoas, acho que vc deveria ter minimanente um pouco de cautela e humildade em suas opiniões ensejando um debate saudável e não um embate desnecessário.

    Não é a primeira vez que vejo isso por aqui, mas resolvi deixar meu comentario nessa. Beijinhos e desculpa se fui grossa. Não tive a intenção!

    1. Felipe Romano

      Esse artigo é uma tradução, o autor não é brasileiro, acho que você não leu direito…eu mesmo pratiquei yoga e concordo com tudo o que ele escreveu. Talvez vc deva ler de novo e interpretar corretamente, ele diz que há sim aspectos da yoga que podem ajudar na escalada, mas seria melhor usar o tempo que se tem para escalar ou fazer diretamente os alongamentos ou treinos mais específicos. Com certeza ele leu Arno Ilgner e sabe da importância da mente, mas isso é individual! Eu mesmo nunca me liguei na meditação de yoga apesar de ter praticado por um tempo…

  2. Filipe

    Nunca ouvi alguém dizendo que o yoga é o melhor complemento para a escalada. Sem dúvida existem vários exercícios que dão um melhor resultado no desempenho, tanto que o yoga não foi feito para complementar a escalada e existem outros exercícios que sim, criados para o escalador. Agora dizer que não complementa… 80% da escalada tradicional é mente, e qual exercício destes que vc aprende o controle corporal?

  3. Filipe Ronchi

    Nunca ouvi alguém dizendo que o yoga é o melhor complemento para a escalada. Sem dúvida existem vários exercícios que dão um melhor resultado no desempenho, tanto que o yoga não foi feito para complementar a escalada e existem outros exercícios que sim, criados para o escalador. Agora dizer que não complementa… 80% da escalada tradicional é mente, e qual exercício destes que vc aprende o controle corporal?

  4. Thiago Bicudo

    Começo escrevendo citando uma paragrafo seu:
    “… Portanto, não acredite em tudo que te digam, pois talvez tenha acamado de ler um artigo sem fundamento científico mas que se encaixa em sua necessidade, mas ele pode ser verdade ou não. Por isso incentivo a todas as pessoas a buscar o lado B de todos os assuntos…”

    Concordo plenamente com o que você escreveu acima, e penso o mesmo sobre quando li a sua matéria. O porque tomar a sua opnião como verdade? Por ser médico? Por ser escalador? Ou por simplesmente querer acreditar em você?

    Bem, se pararmos para pensar, o Yoga em sua essência nunca foi físico. O yoga vai além da consciência corporal. Estilos recentes que cada vez mais tem aparecido, são ocidentalizações de uma prática que não tem nada a ver com a real essência do Yoga. Como você mesmo disse, basta procurar outras onpiões e lado b…

    Escrever uma matéria dizendo os prós e contras, não vejo mal nenhum. Mas como posso dar credibilidade a um autor que se autointitula ” indiscutivelmente uns dos mais completos autores de artigos sobre treinamento de escaladores existentes no mundo”??????

    Sinceramente, já vi matérias muito melhores neste blog.

  5. Erlon Baltazar

    Fala, Gonzo!!
    maneiro esse post! bom saber, principalmente do lance de lesões e sobre treinamento.
    Vou cuidar melhor e aumentar gradualmente as poses aqui, fazendo-as com mais foco, e procurar alternativas melhores.

    P.S.: Permita-me corrigí-lo no 7º parágrafo, onde você fala “…, cientificamente FALHANDO,…” e aposto que não era esse o intuito…
    abraço

  6. Denise

    Depende muito da linha, se fizer uso de muita repetição, e não fizer uso do bom senso, com certeza vai lesionar. Concordo. Você adquirir mais facilmente flexibilidade com o Yôga é fato! É importante procurar profissionais sérios. Yôga não é brincadeira, e requer disciplina. Lembrando que a meta do Yôga é o estado de hiperconsciência, e o fato de cuidarmos do corpo físico denso e sutil é normal obtermos qualidade de vida e também um aumento da performance nos esportes.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.