O que são os ciclos balanceados na escalada

Foto: http://www.gettyimages.com

Foto: http://www.gettyimages.com

Uma vez que entendemos que a energia deve fazer um ciclo entre recuperar-se (pensar e descansar) e aplicar-se (escalando e tomando ação), precisamos saber como melhorar o fluxo entre as duas fases.

Um dos maiores impedimentos deste fluxo é uma ênfase no pensamento. As pessoas pensam demais. Elas usam sua atenção para pensar em demasia sobre a informação intelectual e ficam presas no polo de recuperação de energia do ciclo.

Quando estamos presos em um polo, estamos sem equilíbrio e a energia não flui bem.

Foto: http://warriorsway.com

Foto: http://warriorsway.com

Alfred Korzybski escreveu um livro chamado Ciência e Sanidade na década de 1930 sobre semântica geral. Ele entra em detalhes sobre o efeito que as palavras têm na nossa realidade.

Um de seus princípios é: a palavra não é a coisa.

As palavras não são a realidade, apenas apontam em direção dela. Isto é importante porque tendemos a nos identificar com nosso processo de pensamento, o qual consiste de palavras dentro de uma linguagem que aprendemos.

As palavras são apenas sons que fazemos com nossas cordas vocais os quais associamos com significados específicos.

Dizer “Obrigado” faz sentido para alguém que fala inglês; dizer “merci” não faz sentido a alguém que não fala francês. A intelectualização nos separa da realidade.

ciclos_balanceados_4

Foto: http://www.climbyourrock.com/

Precisamos nos lembrar que nós sabemos de algo quando o experenciamos, não quando apenas pensamos sobre algo. Não sabemos escalar até realmente escalar.

A sabedoria intelectual deve ser convertida em sabedoria de experiência. Portanto, devemos diminuir a quantidade de pensamento e vê-lo como simplesmente um ponto inicial para o aprendizado.

Para nos separarmos do pensamento devemos desenvolver nossa habilidade de testemunhá-lo. Pensar é algo que o cérebro faz por nós, e ele quer pensar continuamente. A maioria deste pensamento é habitual e não intencional.

O pensamento usa as experiências passadas para interpretar possibilidades futuras. Pensamos no momento presente, mas esse pensamento é sobre o passado ou sobre o futuro.

Não podemos pensar sobre o momento presente. O momento presente requer observação, e não pensamento.

Não há nada de errado em pensar, mas esse ato precisa ser intencional. Não precisamos pensar continuamente. Precisamos escolher quanto temos a intenção de pensar. Ao testemunhar quando estamos pensando habitualmente, podemos redirecionar nossa atenção para o corpo e nossos sentidos.

Ao diminuir o pensamento nós empenhamos nossa atenção mais completamente na experiência.

O corpo e nossos sentidos ativam nossa atenção no momento presente com o que esta acontecendo de fato. Fazer isso permite que o momento presente seja observado e traz equilíbrio aos ciclos de recuperar e aplicar a energia.

Dica Prática: Diminua o pensamento

E útil apanhar-se pensando habitualmente. Para fazer isto você precisa ser intencional. Estabeleça uma intenção cada manhã de focar sua atenção no seu corpo e nos sentidos. Depois, ao longo do dia, faça as seguintes coisas:

• Diga: “eu tenho a intenção de pensar sobre…” quando precisar pensar sobre algo. Você deverá pensar muitas vezes durante o dia. Quando a necessidade surgir, tenha a intenção de pensar.

• Além dessas horas de pensar intencionalmente, mantenha sua atenção no corpo, não em sua mente. Quando notar que está pensando habitualmente, simplesmente redirecione sua atenção para o corpo e seus sentidos.

1-WarriorsWaylogo_

O livro “The Rock Warrior Way – Mental Training for Climbing” já está à venda traduzido para a língua portuguesa no Brasil em: http://www.companhiadaescalada.com.br/

Tradução do original em inglês: Gabriel Veloso

Arno Ilgner distinguiu-se como um escalador pioneiro nos anos 1970 e 80, quando as principais ascenções foram as primeiras fortes e perigosas. Essas façanhas pessoais são a base para Ilgner desenvolver o programa de treinamento físico e mental – Rock Warrior Way ®. Em 1995, após uma pesquisa aprofundada da literatura e prática de treinamento mental e as grandes tradições guerreiras, Ilgner formalizado seus métodos, fundou o Instituto Desiderata, e começou a ensinar seu programa de tempo integral. Desde então, ele tem ajudado centenas de estudantes aguçar a sua consciência, o foco de atenção, e entender seus desafios de atletismo (e de vida) dentro de uma filosofia coerente, baseada em aprendizado de tomada de risco inteligente. Ilgner considera a alegria e satisfação no esforço – a “viagem” – intimamente ligada à realização bem sucedida das metas.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.