Escaladora alemã torna-se a segunda mulher da história a escalar boulder V15

A escaladora alemã Katrin “Kaddi” Lehmann entrou para a história da escalada em boulder ao encadenar a linha “Kryptos” em Basler Jura, local de escalada na Suíça, com graduação V15. Balser Jura é uma área de escalada com rocha calcária perto da região do rio Reno (rio com 1.233 km de comprimento que atravessa a Europa de norte a sul), próximo à fronteira do país com França e Alemanha. Parte dos locais de escalada são na França.

A linha de boulder encadenada pela escaladora foi aberta em 2009 e, até o momento, foi repetida somente pelo escalador Fred Nicole no mesmo ano. Kaddi, segundo escreveu em sua rede social, foi incentivada por seus irmãos Christian e Michael Steimle a tentar escalar a linha em 2017.

“If there’s something you really wish to do, don’t be scared, just do it.” Daniel Jung said this once in a movie. There was something – a boulder that I really wanted to try after my brother @chrlehmanov and @michaelsteimle68 showed it to me. In middle of May 2018 I could climb the boulder Kryptos graded 8c. Motivation, belief and happiness was key. Kryptos is a beautiful line following a very obvious limestone seam. It is located in a small bouldering area in the Swiss Jura close to Solothurn and was opened by Franz Widmer in 2009. I’m very happy that I could do this boulder. It didn’t feel easy and I think it is for sure the hardest boulder that I have done. I am very thankful for many things that all came together to make this possible! Thanks to the Leeman brothers and parents, especially one brother who introduced me to climbing – to me it’s so much more than just a sport or a physical activity. Thanks to Scott and the whole climbing flat WG family, Fred & Mary, Nalle and Martin Kälble for the ‘climbing together happiness’, thanks nice guys at the swiss border, thanks Jan Novak for the cool music for all those driving hours, thanks Micha for believing and the nice photos! #blackdiamond #liveclimbrepeat ☺ #overandoutside

Uma publicação compartilhada por Kaddi Lehmann (@kaddilehmann) em

A escaladora, que é embaixadora da marca Black Diamond, afirmou que no início não pode fazer muita coisa e que tudo parecia impossível. A liha de boulder mais difícil feita por ela foi um 8b/8b+ francês (V13/V14).

A primeira mulher da história a encadenar uma linha de boulder desta dificuldade foi a americana Ashima Shiraishi em março de 2016. No Brasil a conquista de escalar a linha mais difícil pertence à goiana Jordana Agapito, que encadenou um bolder de graduação V12 em 2015 em Cocalzinho-GO.

Kaddi Lehmann trabalha como route setter em Boulder Kitchen Freiburg, academia de escalada em seu país, além de ser educadora física especialista em treinamento e terapia esportiva.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.