Médicos do Reino Unido estão receitando como tratamento trekking e observação de aves

Médicos do Reino Unido (Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte) estão começando a receitar como tratamento de seus pacientes, a prática de trekking e também observação de aves.

A prática de ambas as atividades vem da percepção de médicos britânicos que começaram a perceber que um determinado tempo ao ar libre é um excelente tratamento para problemas de saúde. Os médicos das Ilhas Shetland (arquipélago composto por mais de cem ilhas, das quais quinze são habitadas), na Escócia, estão prescrevendo como tratamento o que, em tradução livre do inglês, seria “prescrições de natureza”.

O motivo dos médicos do arquipélago receitarem as atividades tem até mesmo uma explicação cultural: as Ilhas Shetland possuem uma natureza exuberante, repleta de formações rochosas, trilhas agradáveis e milhares de aves migratórias que passam pela região.

O NHS Shetland, a autoridade de saúde do arquipélago escocês, autorizou os médicos a prescreverem contatos com a natureza não como substitutos dos cuidados de saúde tradicionais (pelo menos não exclusivamente), mas como um complemento saudável do paciente. A intenção é que o programa obtenha sucesso e abra os olhos da comunidade médica tradicional para tratamentos “não-tradicionais” para o corpo e a mente.

Caminhar, nadar, andar de bicicleta, ou até mesmo apenas ficar ao ar livre e em movimento, mostraram através de estudos científicos ter efeitos de saúde extremamente benéficos. Para adoção do programa de “prescrição de natureza” as autoridades escocesas publicaram um calendário sazonal, junto com a ajuda de uma sociedade de observação de aves, com sugestões para visitação.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.