Master de Boulder 2019 anuncia datas e regras de inscrições com premiações de até R$ 9.000

Por ser o mais organizado, com um apelo de marketing considerável, o Master de Boulder do Chile é considerado por muitos como a mais importante competição de escalada da América do Sul. Como a competição é realizada periodicamente há mais de 10 anos, com convidados especiais, bom público e organização semelhante a alguns eventos do IFSC, todo os anos mais e mais escaladores de competição acreditam cada vez mais nesta importância. A edição de 2018, que teve apenas uma atleta brasileira entre os finalistas, é considerada a mais icônica pelos organizadores.

Para a edição de 2019 o mesmo formato foi adotado. Haverá cinco competições chamadas de “Pre Master”, que serão realizadas em todo o Chile. A competição “Pré Master” é para fazer uma seleção entre os escaladores chilenos que queiram competir no torneio. Para competidores internacionais, não será necessário participar deste filtro. As datas da competição são 22 e 23 de março.

No total, existem 150 vagas para o Pre-Boulder, distribuídas igualmente entre homens e mulheres. Porém a organização se reserva o direito de convidar atletas que não necessariamente terão de passar pela etapa classificatória. A inscrição é de US$ 20,00 (aproximadamente R$ 75,30).

Detalhes do Evento

Foto: Revista Oxigeno Chile

Um dos detalhes que mais causou controvérsia entre os competidores, que foi a altura dos muros, que causou muito acidentes, foi agora “arrumado”. Para esta edição de 2019 a altura e largura do muro são anunciados nas próprias regras da competição. De acordo com o regulamento, são paredes com 5 metros de altura e 30 metros de largura. A inclinação do muro terá até dois metros de avanço. A empresa organizadora, entretanto, não fez nenhum enunciado a respeito do muro com as regras oficiais do IFSC, que leva a altura do pé do escalador com o solo.

O juiz geral será Yuri Cubillos, do Chile. Os route-setters serão Tonde Katiyo (França), Cristian Carreras (Chile), Marcelo Ballesteros (Brasil), Ariel Martorelo (Argentina) e Juan José Fernandez (Chile). Como não é um evento oficial da International Federation of Sport Climbing (IFSC), nenhum dos route-setters possui obrigatoriedade de serem certificados. O critério de escolha de cada um dos route-setters, não foi anunciado pela empresa, deixando a entender que foram escolhas políticas e não técnicas.

As regras de pontuação, entretanto, seguirão o padrão do IFSC, as quais são as utilizadas em competições como a Copa do Mundo, Campeonato Mundial e Pan-Americano. Especula-se que a dificuldade das linhas e boulder serão de V3 a V5 para as mulheres e V5 a V8 para os homens.

Mostrando estar comprometida com a comunidade de escaladores locais, durante cada evento “Pre Master”, o atleta da marca patrocinadora irá fazer uma clínica de treinamento sobre treinamento, ministrada pelo atleta chileno Lucas Gaona. Cada clínica terá no máximo 12 participantes, com duração de 3 a 4 horas, com aplicação tática e técnica de competições de escalada.

A premiação em dinheiro, um dos principais diferenciais da competição. Para os vencedores são entregues US$ 2.500 (R$ 9.412,50 aproximadamente), vale compras de R$ 560,50 e outros prêmios de patrocinadores. Para quem ficar com o segundo lugar são US$ 1.250 (R$ 4.703,00) e vale compras de R$ 448,56. Para quem ficar em terceiro será de US$ 750,00 (2.822,50) e vale compras de R$ 336,40

  • Pre Master
    • Puerto varas : 2 de fevereiro
    • Coyhaique: 9 de fevereiro de fevereiro
    • La Serena: 16 de fevereiro
    • Valparaíso: 23 de fevereiro
    • Santiago: 2 e março
  • Master de Boulder
    • Santiago: 23 de março – Parque Bicentenario

Para inscrição: https://welcu.com

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.