Um dos locais de escalada mais frequentados do Ceará é fechado pelos proprietários – Área está em propriedade particular

Ricardo Damito na “Borboleta no rego” (8b)

O local de escalada que, segundo informações dos escaladores locais é o mais frequentado por praticantes de Fortaleza (capital do estado do Ceará) chamado de Redenção foi fechado às escaladas. Os setores “Vermelha” (granito), “Assombrado” (granito) e “Pedra da Moça” (calcário), totalizando aproximadamente 50 vias de escalada. Os setores ficam em diferentes lugares da cidade de Redenção-CE, localizado a 55 km de distância de Fortaleza-CE.

Segundo informações fornecidas por membros da Associação Cearense de Escalada Esportiva (ACEE), os setores de Redenção conhecidos como “Vermelha” e “Assombrado” foram fechados por escolha dos proprietários da propriedade privada os quais se encontram.

Já o “Pedra da Moça” fica no limite de uma companhia extratora de minério que decidiu proibir a prática da escalada. A companhia extratora alegou temor com sua responsabilidade jurídica de que caso de algum acidente a empresa seja responsabilizada.

Entretanto a ACEE designou o diretor de ética da entidade negociar com os proprietários uma maneira de que o impedimento seja suspendido e que a comunidade de escaladores possa usufruir das vias do local.

Como é um processo longo e sensível os diretores da ACEE preferiram não estabelecer uma data para que haja uma solução.

Impacto na comunidade

Segundo informa a Associação Cearense de escalada esportiva, a notícia foi recebida com espanto e tristeza pelos escaladores locais. Mas a entidade afirma que há uma grande motivação de todos para que sejam encontradas soluções para o fechamento.

Davi Everton na “evil chicken from hell” (9a)

Uma das consequências foi a abertura de dois novos setores de escalada no estado, além da revitalização de outras áreas que se encontravam “esquecidas” pelos praticantes. Como exemplo desta migração dos escaladores a outro lugar é citado pela entidade o projeto Teju 150 o qual é realizado com uma empresa fabricante de chapeletas para dobrar o número de vias em Tejuçuoca-CE.

A entidade espera ainda que lugres já conhecidos e consagrados como Quixadá-CE, que possui mais de 200 vias de escalada esportiva, e Tejuçuoca-CE, que possui um dos maiores potenciais de escalada em rocha calcária do Nordeste, a comunidade de praticantes do estado respeitará o fechamento facilitando assim o processo de negociação.

Sobre o Autor

Da Redação

Da Redação

Equipe da redação

There is one comment

  1. Ricardo Damito

    Patriarca informar o setor de redenção: pedra do assombrado, Pedra vermelha e pedra Pitombeira foi liberado o acesso à montanha em uma conversa amigável no último dia 11/03. Mediando o compromisso de aviso antecipado e cuidados com as cercas e trilhas de acesso. O proprietário que e incentivador dos esportes e boas condutas, justificou a proibição de acesso as montanhas por motivos de faltado comunicação entre os escaladores e proprietário e ação de caçadores e carvoeiros que invadiam a terras para degradar. Uma boa conversa e o compromisso de cuidar para usufruir um dos melhores picos de escalda do ceara.
    Att
    Ricardo Damito.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.