Livro da Semana: “Transpatagônia- Pumas Não Comem Ciclistas” – Guilherme Cavallari

Por mais incrível que pareça a Patagônia, um dos lugares mais bonitos do mundo, permanece como um lugar secundario quando pensa-se em realizar alguma viagem peregrinatória para reflexão e exorcizar os demônios internos.

O paulistano Guilherme Cavallari, já conhecido pelos seus guias de qualidade singular, tinha uma urgência interna que o compeliu a ir até a Patagônia para, literalmente, se encontrar e meditar sobre aspectos da vida.

Foto: Guilherme Cavallari

Foto: Guilherme Cavallari

A partir desta aventura que durou 180 dias, seguramente houve momentos que rendem boas histórias durante uma conversa. Por isso Cavallari resolveu compartilhar seus pensamentos e reflexões no seu livro “Transpatagônia- Pumas Não Comem Ciclistas”.

No livro de pouco mais de  330 páginas, o autor coloca em palavras todas as suas angústias procurando envolver o leitor para que a sensação de que realmente está pela Patagônia realizando a mesma viagem.

livro-transpatagoniaMesclando sua biografia, reflexões sobre a vida e dados histórico-geográficos por onde passava é uma leitura fácil e divertida, servindo de inspiração para quem deseja realizar uma viagem ao sul da América do Sul.

O livro destaca a curiosos e admiradores da viagem de Guilherme Cavallari.

Assim como o seu filme, “Transpatagônia- Pumas Não Comem Ciclistas” é um livro carregado de sentimento, e seguramente arrancará lágrimas do leitor.

Ficha Técnica

  • Título: “Transpatagônia- Pumas Não Comem Ciclistas”
  • Autores: Guilherme Cavallari
  • Edição: 1ª
  • Ano: 2015
  • Número de páginas: 336
  • Editora: Kalapalo Editora

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.