Livro da semana: “Learning to Fly” – Steph Davis

A americana Stephanie “Steph” Davis é mundialmente conhecida por suas escaladas ousadas, sendo das poucas mulheres no mundo que pratica eventualmente escalada em solo, e por seus saltos de BASE jump. A escaladora tem no currículo uma lista de feitos invejáveis como ser a primeira mulher a solar uma via de dificuldade 7º/8º brasileiro, ter escalado todos os picos do Fitz Roy na Patagônia e ter sido a segunda mulher da história a escalar o El Capitán em apenas um dia.

Davis também é conhecida por ser uma ativista do veganismo (movimento de respeito dos direitos animais e ambientais) no seu país e, por isso, é frequentemente vista em protestos e ações sobre a temática. Por razões éticas os veganos são contra a exploração dos animais e do meio ambiente por meio da agropecuária. Por isso há de maneira recorrente boicotes a atividades e produtos que são contra, na visão de alguma entidade vegana, os direitos dos animais e do ambiente.

Foto: http://stephdavis.co

A história da carreira da escaladora foi documentada de maneira superficial e imprecisa por uma revista, a qual teve uma tradução bisonha para um veículo brasileiro, no final da década passada. A baixa qualidade da reportagem não causou polêmica, mas acabou apagando um pouco o interesse do público jovem na sua escalada e afastou o interesse de patrocinadores pelo seu ativismo.

Ao longo do tempo Steph Davis foi dedicando-se a outros projetos não tão relacionados à escalada o que, inevitavelmente, dispersou o interesse de patrocinadores. O livro “Learning to Fly” é um pouco da história de Steph em uma autobiografia que a própria escaladora não poupa adjetivos nem detalhes do que viveu e aprendeu.

O livro passa por acontecimentos marcantes na vida da escalada começando a aprofundar em detalhes desde o ano de 1992 quando Steph Davis decidiu abandonar a University of New Hampshire para poder dedicar-se apenas a escalar. À época começou a viajar pelos EUA a bordo de seu carro transformado em motorhome. O automóvel foi herança de seus avós: Volkswagen Jetta. Já no ano de 1995, após muita insistência afirma a autora, Davis namorou e foi morar junto com o escalador Dean Potter e adotaram a cidade de Moab, no estado de americano de Utah.

O relacionamento com Dean Potter não durou muito e no ano de 2001 o casal se separou pouco antes de Steph Davis ir para a Patagônia, em uma viagem que marcou sua carreira. Porém Potter a pediu em casamento logo que chegou da Patagônia. O relacionamento dos dois, descreve Davis, não era muito tradicional pois estavam raramente no mesmo lugar por causa de projetos de escalada distintos que os obrigavam a estarem em lugares diferentes constantemente. Esta escolha de projetos, com cada um procurando dar prioridade ao seu, foram motivos de várias brigas do casal, o que começou a deteriorar o relacionamento.

A gota d’água para o fim do casamento foi a escalada polêmica de Dean Potter no “Delicate Arch“. O arco não somente é só um dos símbolos mais conhecidos do Arches National Park, onde está situado, mas também de todo o estado do Utah e é considerado “inescalável”. A ousadia irresponsável de Dean Potter custou a perda de vários patrocínios e, consequentemente, instabilidade financeira ao casal.

O episódio não é documentado com muitos detalhes, assim como a opinião de Davis sobre escalar um monumento considerado sagrado é suprimida, o que tira um pouco do brilho que poderia ter a sua obra. O próprio Dean Potter, já separado de Steph Davis, perdeu outros patrocínios em decorrência de sua baixa percepção entre o que poderia ser revolucionário e o que era de “mau gosto”.

O livro “Learning to Fly” é uma obra com vários relatos de aventura de Steph Davis e sua maior qualidade está na decisão da autora em não afundar em metáforas de auto-ajuda como “enxergar a escalada como uma jornada da vida”, deixando que o leitor conclua por si só. A autora deixa claro que na vida cometer erros é comum, mas é necessário ter esperança e perseverança para aprender que isso é apenas parte do processo chamado vida.

Ficha Técnica

  • Título: Learning to Fly
  • Autor: Steph Davis
  • Edição: 2ª
  • Ano: 2015
  • Número de páginas: 320
  • Editora: Touchstone Books

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.