Livro da semana: “Le 9e degré: 150 ans d’histoire de l’escalade libre” – David Chambre

Se comparada com o montanhismo em si, que possui vários séculos de história e de prática, a escalada em rocha no estilo livre, praticado desde o final dos anos 1970 e início dos anos 1980, pode ser considerada bem recente. Embora atualmente seja muito popular, sendo levada, inclusive, à categoria de esporte olímpico, não é uma modalidade que possua muitas obras que contam um pouco da sua história.

Aqui mesmo na Revista Blog de Escalada, uma parte desta história foi contada a partir da história do 12a brasileiro. Pela complexidade, além de qualidade final, o artigo foi indicado a um prêmio de jornalismo esportivo, na categoria de história do esporte. Mesmo assim a documentação a respeito da história e dos personagens desta trajetória ainda é pequena, se comparada à quantidade de literatura disponível a respeito de histórias de montanhismo.

Foto: http://www.cavesa.ch

Catherine Destivelle, uma das maiores escaladoras de todos os tempos, que atualmente se dedica a uma editora de livros sobre montanhismo, tomou como tarefa preencher esta lacuna. Convocou David Chamber para cunhar uma obra que não tem equivalente em livros dedicados à escalada em estilo livre. Muito além de um autor de uma obra sobre o esporte, Chamber é um declarado praticante apaixonado pelo esporte. Frequentador assíduo de vias alpinas no Mont Blanc, também se dedicou a estudar geografia em Sourbone.

David Chamber formou parte dos primeiros escaladores profissionais dos anos 1980 e se especializou em escalada livre, incluindo diversas escaladas em solo e aberturas de vias de 8º francês. Atualmente se dedica a fazer artigos sobre a história da escalada em revista de montanha francesas. No seu livro, há um foco na história do esporte, quando, a partir da década de 1960, mas com mais força na década de 1970, nasceu um movimento cultural dentro da escalada que pretendia “livrar” a prática da escalada do uso de equipamentos de segurança. No conceito desta filosofia de prática era de que o escalador deveria utilizar somente a força de seus dedos, com uma movimentação e posicionamento corporal, como se estivesse flutuando sobre a rocha. O nome deste estilo foi batizado de “free climbing”, ou escalada livre em português. O escalador, entretanto, continuaria a utilizar cordas e costuras para a sua segurança.

O conceito básico da escalada livre era que o escalador tivesse um preparo físico mais atlético e utilizando somente a superfície da rocha e evitar o uso de pontos de apoio artificiais. A consequência deste estilo foi a “proclamação” da independência do escalador de vários equipamentos de segurança que são considerados indispensáveis na escalada artificial. Como era uma quebra de paradigma para os praticantes do esporte à época o termo “libertar” vinha a ser uma espécie de ato de rebeldia dos novos praticantes aos velhos praticantes.

No seu livro “Le 9e degré: 150 ans d’histoire de l’escalade libre”, não somente a história do esporte, como cada um dos personagens são contados em uma obra amplamente ilustrada e que já se encontra na sua segunda edição, publicada no mês passado. Na obra alguns personagens são documentados com biografias resumidas Royal Robbins, Reinhold Messner, John Gill, Bernd Arnold, Henry Barber, John Bachar, Patrick Berhault, Patrick Edlinger, Jerry Moffatt, Catherine Destivelle, Wolfgang Güllich, Lynn Hill, Alexander Huber, Stefan Glowacz, Yuji Hirayama, Fred Nicole, Chris Sharma, Josune Bereziartu, Alex Honnold, Dean Potter, Adam Ondra, Tommy Caldwell, além de muitos outros.

Para quem quer saber sobre a história da escalada livre, assim como cada personagem contribuiu para a evolução do esporte, “Le 9e degré: 150 ans d’histoire de l’escalade libre” é uma obra obrigatória. Não somente para curiosos, mas também para estar disponível em cada hostel, abrigo de montanha ou clube de montanhismo e escalada. Ali estão contadas com detalhes quem foram e quais foram as principais histórias e linhas de pensamento implementadas na escalada em livre.

Ficha técnica

  • Título: Le 9e degré: 150 ans d’histoire de l’escalade libre
  • Autores : David Chambre
  • Edição:
  • Ano: 2018 (1ª edição: 2015)
  • Número de páginas: 312
  • Editora : Editions du Mont-Blanc

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.