Kris Machnick: A escaladora em rocha que permanece na ativa aos 80 anos de idade

Todos os dias escutamos de alguém que está “velho” para realizar alguma atividade física. Entretanto, a cada dia aparecem pessoas que mostram que não há idade que limite qualquer iniciativa. Recentemente a Revista Blog de Escalada publicou um artigo sobre uma foto que viralizou no início do ano. A história era de Greta Dobson, que junto de seus filhos, que já escalavam, começou praticar o esporte aos 99 anos de idade.

Mas a norueguesa Kris Machnick seja mais inspirador ainda. A jovem senhora é escaladora em rocha bastante ativa e possui 80 anos de idade. Machnick, que atualmente vive nos EUA, treina frequentemente na academia de escalada Pacific Edge Climbing Gym, que fica no estado norte-americano da Califórnia. Além de escalada, a jovem senhora se dedica também a praticar Crossfit.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Kris Machnick (@krisclimbingforlife) em

Recentemente, no seu aniversário de 80 anos, foi com a família comemorar o aniversário em Hemsedal (Noruega) para escalar em gelo. Nascida durante a Segunda Guerra Mundial (1939 a 1945) migrou para os EUA aos 20 anos de idade em busca de oportunidades de trabalho que não estavam disponíveis em seu país natal. Logo que mudou conheceu seu marido. Junto do cônjuge começou a praticar esportes outdoor.

Inicialmente dedicada a corridas e trekking em Yosemite, sonhava em também escalar em rocha, mas nunca teve a oportunidade. Mas foi durante uma viagem à Cuba, quando conheceu alguns escaladores, que aos 64 anos, já aposentada, foi iniciada ao esporte. Kris Machnick não guia vias, mas já elegeu sua modalidade de escalada favorita: gelo. A jovem senhora afirma que escalar no gelo é mais técnico, o que a atrai muito.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Kris Machnick (@krisclimbingforlife) em

Mas nem tudo é felicidade em sua vida. Logo após Kris Machnick perder o irmão em 2012, por conta do Mal de Parkinson, lançou o projeto 8 for 80 project, que prometeu escalar oito vias em gelo e rocha ao redor do mundo até o final de 2019. O seu principal objetivo é arrecadar US$ 100.000 para contribuir para as pesquisas de combate ao Mal de Parkinson e Mal de Alzheimer.

Por conta de sua campanha, Kris Machnick já possui um extenso currículo com escaladas em locais como San Juan Mountains, no estado norte-americano do Colorado, Keystone Canyon, no Alasca e duas escaladas em rocha no arquipélago de Lofoten, na Noruega.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Kris Machnick (@krisclimbingforlife) em

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.