Jogos Olímpicos da Juventude – Como foi o 1º dia da escalada olímpica

Foi inaugurado neste final de semana na cidade de Buenos Aires os Jogos Olímpicos da Juventude. O evento serve como teste para o formato que será usado como o modelo para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. O formato utilizado pelo YOG (Young Olympic Games), com 20 atletas de cada categoria (feminina e masculina) disputando em um único dia as provas de Velocidade, Boulder e Vias Guiadas.

O primeiro, com a disputa entre as modalidades olímpicas, teve a confirmação do que já vinha ficado evidente nas provas da Copa do Mundo de Escalada e Campeonato Mundial: O domínio de atletas da Eslovênia e Japão. As atletas de ambos os países mostraram uma superioridade técnica e física, que era perceptível até mesmo a quem era leigo.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por IFSC (@ifsclimbing) em

O grande destaque das classificatórias do feminino foi a japonesa Mao Nakamura, que foi ovacionada pelo público com sua técnica e precisão. Nakamura praticamente encadenou à vista todos as linhas de boulder (encontrou dificuldade apenas em um, que precisou de apenas três tentativas para concluí-lo).

Já na parte de escalada guiada, ficou também evidente que ainda existe uma discrepância muito grande entre atletas que se destacam na modalidade de Boulder e vias guiadas. Como os route setters apostavam em um nível muito alto das atletas, a via proposta para a fase classificatória não teve nenhum top. Mesmo assim ficou explícito que atletas que não treinarem ambas as disciplinas terão poucas oportunidades nas classificatórias para as Olimpíadas de Toquio 2020.

Recuperação de atletas

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por IFSC (@ifsclimbing) em

Uma outra característica deste formato olímpico de escalada, é o tempo de recuperação dos (as) atletas. Fará parte de tática e logística de cada delegação a estratégia de recuperação física de cada um. Isso porque as provas de velocidade são realizadas em ritmo “toca toca”, duas horas antes das provas de boulder. As provas de boulder são realizadas com um intervalo consideravelmente maior: 4 horas antes das provas de vias guiadas.

A preparação física quanto à resistência de uma carga intensa de competições no mesmo dia também fará diferença nos jogos olímpicos. Toda a preparação para os jogos olímpicos terá de ser repensada em termos de potência, resistência e capacidade de recuperação. Parte disso não somente cabe aos preparadores físicos, mas também aos nutricionistas e fisioterapeutas das delegações.

As competições classificatórias de escalada seguem em seu segundo dia com a categoria masculina. Esta é a grande oportunidade dos atletas equatorianos confirmarem a expectativa de rendimento e, provavelmente, mostrarem o tanto que a escalada de seu país evoluiu nos últimos anos.

Transmissão

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por IFSC (@ifsclimbing) em

Os Jogos Olímpicos da Juventude são transmitidos gratuitamente pelo olympicchannel.com assim como o site do IFSC, gratuitamente. Portanto, não é necessário possuir canal a cabo, ou mesmo adquiri pacotes extras de assinaturas, para conferir os jogos olímpicos. O objetivo com isso é não elitizar um esporte que já possui o estigma de não ser popular.

A prática de fazer transmissões gratuitas, todas via streaming e liberadas para quem não possui assinaturas de canal a cabo ou satélite, foi uma das grandes responsáveis pela popularização do esporte e pelo interesse de marcas em patrocinar os eventos do IFSC.

Durante a semana, paralelamente à transmissão do IFSC e Olympic Channel, a Revista Blog de Escalada (único veículo outdoor a realizar a cobertura do evento) irá publicar entrevistas com atletas e staff das seleções, assim como integrantes do IFSC.

Formado em Engenharia Civil e Ciências da Computação, começou a escalar em 2001 e escalou no Brasil, Áustria, EUA, Espanha, Argentina e Chile. Foi jurado do Rio Mountain Festival e já viajou de mochilão pelo Brasil, EUA, Áustria, República Tcheca, República Eslovaca, Hungria, Eslovênia, Itália, Argentina, Chile, Espanha, Uruguai, Paraguai, Holanda, Alemanha e Canadá. Realizou o Caminho de Santiago, percorrendo seus 777 km em 28 dias.

There is one comment

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.