Conheça os 5 mandamentos para prevenir lesões no joelho em trekkings

Aparentemente muitos acreditam que praticar trekking ou hiking (saiba a diferença entre os dois aqui) é uma atividade que está livre de grandes lesões. Mas como qualquer atividade física, há o aparecimento de lesões pelos mais variados motivos.

Prevenir-se de uma lesão não é, claro, deixar de praticar a modalidade, mas sim procurar proteger-se ao máximo. Assim como os tendões das mãos são o foco das lesões em escaladores, os joelhos e tornozelos são os focos principais de lesões em trekkings.

Joelho em trekking

Foto: https://www.operarme.es

Para prevenir de lesões no tornozelo, uma boa bota de caminhada de cano alto ajuda bastante.

Mas para os joelhos não é tão simples assim. Abaixo estão as principais dicas, para quem deseja manter os joelhos intactos, para aproveitar o trekking sem muitas dores.


Faça um exame clínico prévio

Ir ao médico é uma atividade que parece atrasar todo o nosso dia. Os motivos são muitos, sempre servem de desculpas para evitar a visita.

Esperar na fila, marcar hora, fazer exames e etc.

Ergoespirometria

Ergoespirometria | Foto: https://institutodoatleta.com.br/

Mas são os médicos e os exames que eles pedem que identificam alguma existência de qualquer tipo de problema nos seus joelhos ou tornozelos.

Portanto, tenha sempre em mente que visitar um ortopedista é fundamental. No consultório, explique os motivos da sua visita e, se possível, peça exames específicos para joelho e tornozelo.

Avaliação biomecânica

Avaliação biomecânica | Foto: http://www.vidalsaude.com.br

Os principais exames a fazer para saber a saúde de joelhos e tornozelo são:

  • Ergoespirometria: Este exame serve para avaliar a aptidão cardiorrespiratória e identificar se há alguma sobrecarga articular. Faz parte dos testes de avaliação inicial tanto para atleta amador e profissional. O exame é solicitado por cardiologistas ou médicos do esporte.
  • Avaliação biomecânica: Este exame irá avaliar o seu corpo da mesma maneira que um mecânico avalia o alinhamento e balanceamento de pneus. Portanto. neste exame será verificado o alinhamento de joelhos, tipos de pisada, estabilização do quadril, etc.
  • Teste isocinético: Este exame irá avaliar desiquilíbrios musculares do corpo e avaliar o funcionamento de tornozelos, quadris e joelho.

Saiba armar sua mochila

Joelho no trekking

Muitas pessoas se lesionam em um trekking, por não saber arrumar a mochila adequadamente (aprenda arrumar a sua mochila aqui). Além de saber dosar o peso, fitas e ajustas e colocar a mochila balanceada, saber arrumar a mochila, também evita que joelhos sejam indevidamente forçados em uma atividade física.

Especialmente em uma decida durante a atividade, quando a sensação é de que há algo empurrando, uma mochila desequilibrada (por estar mal arrumada), é o maior inimigo do praticante de trekking.

Joelho no trekking

A maneira de ajustar a mochila, também faz parte da prevenção de lesões em joelho e tornozelo (além de dores lombares). Portanto, barriqueira e alças devem estar perfeitamente ajustadas ao corpo do praticante de trekking.

Uma mochila pesada aumenta em até 30% o peso do impacto normal de uma caminhada nos joelhos. Para quem já possui alguma lesão, como a condromalacia patelar, o problema de lesões irá somente aumentar com uma mochila mal ajustada e armada.


Bastões e caminhada

Joelho no trekking

Os bastões de caminhada são essenciais para a prevenção de dores no joelho (aprenda a escolher os bastões de caminhada aqui). Eles ajudam a manter o equilíbrio em uma descida, pois fornecem quatro pontos de apoio ao praticante de trekking.

Não somente na descida, mas também na subida, pois servem para dar o o apoio necessário na subida, reduzindo a sobrecarga nos joelhos. Portanto, se você quer preservar a saúde de seus joelhos, procure ter o hábito de usar bastões de caminhada.


Joelheiras

Joelho no trekking

Foto: http://backpackingmastery.com

Se por algum acaso já possua algum incômodo no joelho, procure utilizar uma joelheira de compressão. Ela irá dar a estabilidade necessária, para que sinta-se confiante o suficiente para enfrentar qualquer subida ou descida em um trekking.

Lembre-se: Joelheiras são somente um paliativo em uma situação limite. Portanto, não devem ser usadas como um remédio permanente a algum desconforto. Quando mais for adiada a ida ao médico, porque as joelheiras estão aliviando a dor, maior será a extensão da lesão (deixando mais tempo você sem praticar a atividade).

Portanto, logo após o aparecimento de algum desconforto muscular, procure um médico e faça exames. Qualquer problema no joelho identificado no início é facilmente tratável. Problemas que vão emboras sozinhos, geralmente voltam acompanhados.


Alongamento

Joelho no trekking

Foto: http://www.m9esportes.com.br

Alongar-se é uma recomendação básica de todo tipo de treino (aprenda a diferença entre alongamento e aquecimento aqui). Mas infelizmente, poucos praticantes de trekking a praticam.

Realizar alongamentos da parte posterior dos joelhos, assim como aquecimento das articulações, faz a diferença para ter um trekking agradável e prazeroso.

Argentina de nascimento e brasileira de coração, é apaixonada pela Patagônia e Serra da Mantiqueira.
Entusiasta de escalada, trekking e camping.
Tem como formação e profissão designer de produto e desenvolve produtos para esportes de natureza.

There is one comment

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.