Japão sugere ao COI que Escalada Esportiva e Surf participem das Olimpíadas 2020

O comitê olímpico local para as olimpíadas de 2020 anunciou hoje uma proposta de 18 eventos adicionais para cinco esportes para o COI (Comitê Olímpico Internacional), dentre os quais inclui a escalada esportiva.

Dentre os eventos estão os seguintes esportes: Baseball / Softball (2 eventos), Karatê (8 eventos), Skate (4 eventos), Escalada Esportiva (2 eventos) e Surf (2 eventos).

A sugestão, mesmo como esporte de exibição, é uma oportunidade única para a escalada esportiva mundial em termos de visibilidade e divulgação do esporte.

Este pacote de eventos que contém tanto esportes emergentes, como escalada, assim como tradicionais como Karatê, no Japão.

A proposta destes 18 eventos foram resultado de uma votação aberta na internet desde maio de 2015 a partir de 26 esportes.

Foto: http://www.ifsc-climbing.org/

Foto: http://www.ifsc-climbing.org/

Dentro dos eventos de exibição sugeridos, pode significar ao menos 474 atletas adicionais ao programa dos jogos Olímpicos de 2020 em Tókio.

Uma das razões da proposta é de que estima-se que somente no Japão 500.000 escaladores ativos, e o país possui finalistas nas etapas dos mundiais de escalada como Akiyo Noguchi, e outros 4 atletas (de ambos os sexos) entre os top 20 na modalidade dificuldade da Copa do Mundo de Escalada.

Caso seja aprovado pelo COI, equipes de todo o mundo terão de participar de eliminatórias para se classificar para o evento que acontecerá daqui a 5 anos.

O IFSC ainda não se pronunciou sobre as regras para que os atletas sejam classificados para o evento, mas a tendência é que siga os mesmos parâmetros utilizados por esportes como atletismo, arco e flecha e outros esportes individuais.

Nos esportes individuais há um raqueamento a partir de um evento único como uma etapa de um campeonato mundial, classificando por uma espécie de “nota de corte”, também conhecido por índice olímpico.

Porém de acordo com a proposta original do IFSC um total de 60 atletas (30 homens e 30 mulheres) irão competir na Olimpíada em três modalidades: dificuldade, boulder e velocidade, sendo realizada em 4 dias e a premiação baseada na combinação de resultados em cada.

O critério de seleção seria baseado em campeonatos mundiais, com os torneios continentais e Copa do Mundo Juvenil de escalada esportiva.

É sabido, entretanto, que a transmissão fará parte do pacote a ser vendido para as emissoras que contrataram o evento, ficando a cargo delas a opção de transmissão ou não.

No Brasil as transmissões de competições de escalada esportiva, tanto narradores, quanto os convidados para comentar (que seguiram critério aleatório), não estavam devidamente preparados ou até mesmo tinham conhecimento mínimo para uma transmissão.

Para maiores informações acesse: https://tokyo2020.jp

IFSC-climbing-3

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.