Incêndio atinge local de escalada no interior de São Paulo

Todos os anos no período de inverno, compreendido entre 20 de junho a 22 de setembro, é marcado também por um tempo de baixa umidade e estiagem de chuvas secando a vegetação e a deixando suscetível a incêndios. As causas destes incêndios são diversas. O local de escalada conhecido como Visual das Águas, na região do município de Bragança Paulista-SP, foi atingido por um incêndio na última segunda-feira, 11 de junho, destruindo grande parte da vegetação do local e dos terremos vizinhos.

Escaladores que estavam no local tiveram de abandonar o local por conta da intensa fumaça que atinga o alto da falésia. Segundo relatou o escalador Rodrigo Aderne (que gravou o vídeo acima), moradores, visitantes e escaladores mobilizaram-se para combater o incêndio que se alastrava e chegava às propriedades locais. O corpo de bombeiro e a defesa civil de Bragança Paulista foram acionados e estavam no local. Aderne explicou afirmou que após aproximadamente quatro horas de ações de combate o incêndio foi controlado.

Foto: Walter Costa

Foto: Walter Costa

Segundo foi apurado o incêndio foi causado por um proprietário de um terreno nas redondezas e que saiu de controle por conta dos ventos que incidiam sobre a região. Culturalmente no Brasil há o costume de utilizar incêndios para a limpeza de terrenos. A “queimada“, como é conhecido popularmente, é uma prática primitiva da agricultura para limpeza do terreno com uso do fogo de forma controlada, mas que às vezes pode descontrolar-se e causar incêndios em florestas, matas e terrenos grandes.

Após várias pesquisas realizadas nas últimas décadas por agrônomos e biólogos chegou-se à conclusão de que há inúmeros danos ao solo como, por exemplo, a destruição quase que total da camada de matéria orgânica superficial, compreendida em aproximadamente 40 cm e também sementes, plantas jovens e raízes.

Foto: Walter Costa

Foto: Walter Costa

O Visual das Águas, que recebe em média 50 escaladores por final de semana, não chegou a ser interditado para a prática da escalada por conta do incêndio, porém escaladores locais advertem a quem visitar que fique atento para o perigo de outros incêndios pois a vegetação está muito seca.

O local é considerado o campo escola dos escaladores da região da cidade de São Paulo e Campinas, e recebe grande parte praticantes de todos os níveis.

Foto: Walter Costa

Foto: Walter Costa

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.