Estruturas de treinamento: Conheça os incríveis ginásios de escalada escoceses

A Escócia é um país muito verde. Em alguns locais a vegetação é tão exuberante que quase lembra florestas tropicais. A razão disso é que na Escócia chove muito, e bota muito nisso. Estimativas otimistas giram em torno de metade do ano de chuvas, mas os moradores dizem que na verdade são dois terços do ano debaixo de chuvisco, tempestades pontuais e muita umidade.

Nessas condições não é muito fácil escalar, nem nas belíssimas falésias marítimas nem nas pedreiras da região central. Talvez por isso os escoceses têm os melhores ginásios de escalada do Reino Unido, sendo um deles um dos melhores do mundo (se não for o melhor).

Edimbourough International Climbing Arena (Eica-Ratho)

Foto: Cissa Carvalho

Localizado na cidade de Ratho, a 20 minutos de Edimburgo ou 45 de Glasgow, o Eica, como é conhecido, é mais que um ginásio de escalada. Isso porque conta com centro de convenções, loja de equipamentos, café, restaurante, salas para fisioterapia e palestras, salão de festas adulto e infantil, trilha de arvorismo a mais de 30 metros de altura, sala de musculação, centro de fitness, além de vestiários completos. O local também abriga o Centro Escocês de Judô.

O Eica é construído dentro de uma pedreira desativada, e ainda é possível escalar as fissuras da parte externa gratuitamente. Mas é na arena de escalada que a mágica acontece: na parte de dentro, paredes de escalada de até 30 metros de altura de 4º graus até 10a, de todos os estilos.

A maior parte das paredes é para escalada guiada, mas é permitido colocar top rope. Alguns painéis são específicos para top rope e já tem o equipamento montado, similar às academias brasileiras, e tem vias predominantemente fáceis.

Parede de Coompetição | Foto: Cissa Carvalho

Bem visível também é a parede de competição, do mesmo nível e estilo das utilizadas nas Copas do Mundo, bem alta e com um teto enorme. O Eica sedia etapas da Copa do Mundo quase todos os anos a competição acontece nessa parede.

Existem também quase 10 pontos de escalada com auto-seguro, onde você se clipa num equipamento específico e não precisa de um parceiro para escalar, com vias de nível fácil e médio (mais ou menos até 7b brasileiro). Outras áreas são específicas para iniciantes e com vias bem fáceis, e também existe uma torre de 30 metros onde é possível praticar escalada de mais de uma enfiada e treinar procedimentos.

Foto: Cissa Carvalho

Outra parte interessante é a área de Clip’n’Climb, com 15 torres (chamadas de elementos) que aprecem brinquedos gigantes, que funcionam com equipamento de auto-seguro, e é designada para crianças.

Para escalar nessa área é preciso pagar uma taxa extra. Em termos de boulder, existem 3 grandes blocos na arena com vias de V0 a V12, além da sala de bouldering com vias de até V15. Na arena ainda existe uma estrutura com vários fingerboards e pontos para utilização de argolas e TRX.

Área de Clip’n’Climb | Foto: Cissa Carvalho

O Eica oferece também treinamentos para todos os níveis e faixas etárias distintas, além de treinamentos específicos para mulheres, e cursos IRATA.

Tudo isso pela diária de R$ 52, a qualquer hora do dia. Sendo membro registrado (taxa anual de R$ 52), a diária cai para R$ 47, e os planos de médio e longo prazo são bastante atrativos.

Foto: Cissa Carvalho

Foto: Cissa Carvalho

Foto: Cissa Carvalho


The Climbing Academy – Glasgow

Glasgow tem duas grandes academias, uma delas com vias e boulder dentro de uma igreja desativada porém bastante datada, e a outra que merece mais destaque, é a Climbing Academy, uma das maiores salas de boulder do Reino Unido.

Assim como o Eica, ela também é múlti função e conta com um café, loja de equipamentos, área dedicada para crianças, vestiários completos e área de treinamento com alguns halteres, TRXs e fingerboards.

Foto: Cissa Carvalho

Uma das coisas legais do TCA é que eles renovam constantemente as vias, que são agrupadas por cor de agarras de acordo com grupo de grau. Por exemplo, amarelo são as vias de 3º a 5º grau, roxo são as de 4º a 5sup, laranja as de 5º a 6a, e assim por diante.

Eles também disponibilizam na página de Facebook deles, arquivos PDFs com circuitos das vias por cor, indicando quais as fáceis, médias e difíceis por grau, e que você pode baixar e ir marcando conforme vai mandando as vias.

Apesar de ter apenas dois ginásios no Reino Unido inteiro, a procura em Glasgow e tão grande que a TCA vai abrir uma segunda unidade. A nova unidade também estará disponível para os membros do ginásio da zona sul.

Foto: Cissa Carvalho

Foto: Cissa Carvalho

Cissa Carvalho é natural de São Paulo e praticante de esportes outdoor desde os 8 anos de idade. É alpinista fanática, e nas horas vagas tenta escalar em rocha, surfar e arranjar dinheiro para continuar viajando. Já esteve em todos os continentes e já escalou na América do Sul, África, Ásia e Europa

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.