[EXCLUSIVO] Entrevista com Luana Rebouças, da organização do encontro de escaladores de Pancas-ES

Um dos locais mais impressionantes para escaladores, e não escaladores, é Pancas no estado do Espírito Santo.

Considerados por muitos como o Yosemite brasileiro, o local recebe este ano um grande encontro de montanhistas e escaladores.

O encontro tem como finalidade principal, além , é claro, realizar uma grande confraternização além de mostrar ao Brasil o potencial do lugar.

O Blog de Escalada procurou Luana Rebouças, que está ajudando na organização do evento, e ela concedeu entrevista.

 

1 – Como está sendo a organização do encontro de Pancas?

Organizar um evento como esse dá trabalho, mas é muito gratificante. Quando definimos que Pancas iria receber o 6º Encontro Capixaba.

Definimos também que seria necessário abrir mais vias e com grau de dificuldade variado.

Foi aí que a diversão começou e deu-se início a temporada de conquistas e foi numa dessas que eu e mais 3 amigas fizemos nossa primeira conquista. http://gazetaonline.globo.com/_conteudo/2012/07/gazetaesportes/outros_esportes/1309231-escaladoras-capixabas-conquistam-feito-historico-em-pancas.html

http://espn.estadao.com.br/post/267938_primeira-conquista-das-escaladoras-do-espirito-santo  

Agora já estamos na reta final e recebendo as inscrições dos participantes do evento.

 

2 – Como está sendo esperado pelos habitantes da cidade este encontro de escaladores?

Sempre que vamos escalar as montanhas próximas ao centro da cidade é possível ver que somos observados durante toda a via. Certa vez, quando desci de uma via, na base ao lado do carro, os moradores deixaram mexericas e outros nos esperavam para saber sobre nossa aventura.

E foi pensando nessa população hospitaleira que convive com as montanhas, que na praça central, haverá também uma parede de escalada para que eles tenham a experiência de subir paredes.

A secretaria de turismo de Pancas já enxergou o potencial que a cidade possui para os esportes de aventura e está colaborando para a realização do evento.

 

3 – O que os interessados devem esperar deste encontro?

O evento tem como objetivos a integração dos montanhistas, troca de experiências e divulgação das potencialidades capixabas para a escalada.

Por isso, a programação conta com trilhas guiadas nos dois dias de evento, palestra e workshop com Eliseu Frechou, sorteio de brindes, vias em diversas graduações para repetições e paredes ansiosas por conquistas.

 

4 – Qual o número de participantes esperado para este evento?

Para este ano esperamos cerca de 80 pessoas, dentre montanhistas e familiares.

 

5 – Como foi a resposta de empresas e marcas para ajudar a realizar este evento?

A Associação Capixaba de Escalada – ACE vem demonstrando as potencialidades do Espírito Santo e o crescente número de montanhistas ativos no estado, além da seriedade da instituição em realizar eventos.

E imagino que por esses motivos tantas empresas do segmento estão juntas conosco na realização do 6º Encontro Capixaba de Escalada.

 

6 – Quem são as pessoas que estão ajudando a organizar o evento?

A ACE é uma associação sem fins lucrativos, mas possui membros pró-ativos que como formiguinhas conseguiram apoios, divulgação, entre outras coisas importantes para que um evento como este tenha o sucesso esperado.

Além deles, tiveram importante papel as empresas 4 Climb, Equipe Sombra, Destak Percianas, Planeta Vertical, Resseg, Deuter, Conquista, Landspride, A5 Escalada, Alpen Pass, o montanhista Eliseu Frechou, a Secretaria Estadual de Turismo e a Prefeitura de Pancas.

 

7– Para quem estiver com vontade de prestigiar o evento como pode obter mais informações.

Para mais informações basta acessar www.ace-es.org.br ou pelo e-mail [email protected]

 

Sobre o Autor

Luciano Fernandes

Luciano Fernandes

Engenheiro e Analista de Sistemas, começou a escalar em 2001 e escalou no Brasil, Áustria, EUA, Espanha e Argentina. É totalmente dedicado ao esporte de escalada em rocha e é apaixonado em filmes Outdoor. Para aproveitar melhor esta paixão fez curso de documentário na Escola São Paulo, além dos cursos de “Linguagem Cinematográfica” e “Crítica de cinema”. Foi jurado do Rio Mountain Festival. Já viajou de mochilão pelo Brasil, EUA, Áustria, República Tcheca, República Eslovaca, Hungria, Eslovênia, Itália, Argentina, Espanha, Uruguai e Paraguai, Holanda, Alemanha e Canadá.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.