[EXCLUSIVO] Entrevista com Eva Lopez – especialista em treinamentos de escalada

2009.10.06-16.29.19-toledo-eva[1]Quando se fala em treinamentos de ecalada esportiva no mundo, não se pode deixar de falar em Eva Lopez.

A espanhola é seguramente um dos grandes nomes quando se pensa em treinamento de escaladores.

Eva além de ser uma escaladora mundialmente conhecida também é formada em Ciências do Esporte, além de trabalhar dedicadamente como treinadora de escalada esportiva.

Seu blog pessoal está entre os mais visitados quando o assunto é sobre treinamento esportivo.

Dentre as suas atividades de treinamento, está até mesmo projetos e execução de agarras e finguer boards para aprimorar o treinamento de escalada.

O Blog de Escalada procurou Eva López para fazer uma conversa rápida a respeito de escalada e treinamentos, e em como algum evento de escaladores pode trazê-la para palestrar.

Acompanhe a entrevista abaixo Eva+Lopez+en+White+Zombie+-+8c+Baltzola+-+foto+por+Dafnis+F+20100812[1]

 Como entrou a escalada na sua vida?

Tudo começou quando vi um cartaz na biblioteca.

Já tinha começado a mais de uma semana, mas mesmo assim, senti que queria ir de qualquer jeito.

No dia seguinte me apresentei lá sem importar o timida que eu sou.

Só posso te falar que desde o primeiro momento em que fiz o meu primeiro movimento na escalada, decidi que era o que eu queria fazer pelo resto da minha vida.

Desde aquele momento penso todo dia em tentar escalar e treinar melhor.

O que representa a escalada para você?

TRANSGRESSION por Eva Lopez y JM Climbing Surfaces 400x621Desde o pessoal, a escalada é a minha fonte de superação pessoal e o esporte ao que tenho dedicação, é o que me completa….

Mas também é o que molda a minha vida toda, amizade, pesquisas, trabalho como treinadora e assessorando escaladores, ministrando cursos e palestras sobre treinamento…

Tomara que continue desse jeito, enquanto tiver motivação para isso.

Quando começou a trabalhar como treinadora de escalada?

Poderia falar que “oficialmente” há mais de 12 anos.

Mas acontece que faço isso desde o começo, há quase de 20 anos.

Desde que comecei escalar, sempre tentei ser a melhor.

Para isso, além da educação dos meus queridos pais baseada no esforço, comecei a estudar ciências do esporte quase simultaneamente que comecei a escalar.

Praticamente desde o  primeiro dia que escalei, comecei a pesquisar sobre treinamento em escalada e treinar.

O que aconteceu é que toda essa história da pesquisa e análise sobre treinamento virou um propósito em si mesmo!

Porque na hora percebi que eu adorava aquilo!

Curtia tanto lendo e aprendendo, e depois tentava aplicar aquilo na minha prática.

Não demorou muito tempo que começaram os meus amigos a vir na procura da minha ajuda, e depois deles, vieram outros e outros…

Depois comecei a escrever sobre aquilo que aprendia e depois começaram a falar para fazer palestras e tudo mais.

Os experts falam que o jeito ideal de aprender é: ler, observar, escutar e depois aplicá-lo em casos reais ,ou em você mesmo,  e finalmente transmitir aos outros.

Atualmente o treinamento e a pesquisa estão ligados à minha evolução na escalada,e é uma postura ante à vida.

Ter objetivos é fazer o possível para consegui-los..

Isso é treinar.

Na sua opinião o que é o mais importante para ser um bom escalador?

eva-lopez-fish-eye-8c-oliana-20110317-photo-by-vojtech-vrzba_1[1]Não tem como negar que o “potencial genético” é importante.

Mas é comprovado que o mais importante é a  “motivação de logro” e uma quantidade importante de tempo investida nesse fim.

O desejo de crescimento é  fazer o que for possível para alcançar seus objetivos baseando-se no esforço e trabalho diariamente.

Deixando claro: Às vezes, vejo escaladores com extraordinária com dotação genética, que carecem de qualidade anterior, base da tenacidade e persistência, incluindo a autoconfiança…

E é uma pena, porque não conseguem atingir o nível  alto como poderiam, e até acabam desistindo porque misturam “talento” com “sucesso”, e ficam frustrados ao perceber que não é tudo tão fácil….

Acreditam merecer só porque são muito fortes!

E o que acontece é que sem trabalho, nenhum talento consegue se desenvolver no seu limite, não consegue atingir a excelência , que precisa de um mínimo de 10 anos ou 10000 horas de treinamento sistemático

O que eu quero falar é que alguns nascem com habilidades genéticas, mas carecem de atitude ou capacidade de trabalhar a mais, ou ao contrario.

Ter esses dois elementos é difícil,  além disso tem um grande numero de escaladores muito bons.

Os grandes gênios da escalada nasceram com uma dotação genética excepcional, mas também tem uma atitude de esforço e superação do mesmo nível, além de ter uma grande vivência de vias e experiências, de diferentes tipos de rocha e modalidades de escalada.IF

 No caso de alguém do Brasil te convidar para dar um curso de treinamentos, como deveria fazer?

Pode escrever para mim e acertamos!

Geralmente para que valha a pena há certos requisitos:

Ter um espaço físico para o curso e parede para parte prática.

Outro é reunir um mínimo de 15 alunos e finalmente, é que esse alunos tenham um nível mínimo de conhecimentos teóricos de treinamento (ter lido um mínimo de 2 livros, ou ter sido treinados pelo menos uma vez por alguém) e escalar no mínimo 7ª grau (francês) regularmente.

Para palestras, é mais livre, o tema aberto e pode ser proposto pelos organizadores.

Para entrar em contato com Eva Lopez, e ler seus artigos técnicos: http://eva-lopez.blogspot.com/

Argentina de nascimento e brasileira de coração, é apaixonada pela Patagônia e Serra da Mantiqueira.
Entusiasta de escalada, trekking e camping.
Tem como formação e profissão designer de produto e desenvolve produtos para esportes de natureza.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.