[EXCLUSIVO] Crítica do Filme “Caminhos da Mantiqueira”

Existe um costume de não valorizarmos devidamente os filmes nacionais em relação aos estrangeiros.

Acontece também com equipamentos de esportes outdoor.

Por isso esquecemos muitas vezes de olhar para o Brasil com um olho menos cético e preconceituoso

O filme “Caminhos da Mantiqueira” é uma verdadeira declaração de amor à serra da Mantiqueira e um retrato dos diversas pessoas que freqüentam e moram na região.

Com um roteiro e edição o filme é primoroso e a qualidade das imagens são impressionantes.

O filme percorre vários pontos da Serra da Mantiqueira mostrando cada lugar de maneira não linear.

Apenas mostrando cada local e cada personalidade.

Mesmo não tendo linearidade fica aquela sensação de que o espectador está fazendo “mochilão” conhecendo  lugares ricos de cultura, fauna e flora do interior do Brasil.

No filme funciona também como aula para quem acredita que um roteiro somente deve ser linear

Mesmo sendo “Caminhos da Mantiqueira” não linear ainda assim mostra de maneira interessante como realizar uma produção que passa o sentimento quando se viaja a um lugar.

Mesclando narrações explicativas de geógrafos e historiadores com moradores locais de cultura simples o filme encanta em cada nova cena descrita.

Cada historia é de bom gosto e de uma relevância para a característica da região que evidencia uma pesquisa muito bem feita.

Para quem não é um freqüentador assíduo da região fica com vontade de colocar a mochila nas costas e também descobrir as muitas histórias dali.

Durante cada história passa-se de maneira leve e eficaz cada personagem da região, seja personalidade história como também as suas lendas.

Com todo este volume de informações levada pelo filme, é inevitável ser invadido por um orgulho ufanista.

Talvez o única derrapada do filme é perto do seu final quando fica uma pequena impressão que está com uma duração maior a qual deveria.

Talvez se houvesse uma produção em dois filmes, ou duas partes seria o ideal.

Mas mesmo com isso não deixa de ser um dos melhores, e mais bonitos, documentários sobre a cultura de montanha do Brasil.

De maneira alguma fica a dever para qualquer produção estrangeira do gênero.

Pela qualidade apresentada é uma obra obrigatória a qualquer pessoa que deseja conhecer um Brasil mais humilde e cheio de histórias interessantes por serem descobertas.

Nota do Blog de Escalada :

Sobre o Autor

Luciano Fernandes

Luciano Fernandes

Engenheiro e Analista de Sistemas, começou a escalar em 2001 e escalou no Brasil, Áustria, EUA, Espanha e Argentina. É totalmente dedicado ao esporte de escalada em rocha e é apaixonado em filmes Outdoor. Para aproveitar melhor esta paixão fez curso de documentário na Escola São Paulo, além dos cursos de “Linguagem Cinematográfica” e “Crítica de cinema”. Foi jurado do Rio Mountain Festival. Já viajou de mochilão pelo Brasil, EUA, Áustria, República Tcheca, República Eslovaca, Hungria, Eslovênia, Itália, Argentina, Espanha, Uruguai e Paraguai, Holanda, Alemanha e Canadá.

There are 4 comments

  1. José Carlos Lima Lotero

    Meu nome é José Carlos Lima Lotero vi um pedaço do filme Caminhos da Mantiqueira já estava quase no final,fiquei encantado pelo o que eu assisti gostaria de ver o filme todo onde posso conseguir me parece ser um documentário de excelente qualidade,agradeço desde já se poderem me responder.

Comente agora direto conosco

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.